COTAÇÃO DE 18/01/2021

DÓLAR COMERCIAL

COMPRA: R$5,3037

VENDA: R$5,3047

DÓLAR TURISMO

COMPRA: R$5,3170

VENDA: R$5,4570

EURO

COMPRA: R$6,3724

VENDA: R$6,3747

OURO NY

U$1.837,39

OURO BM&F (g)

R$311,58 (g)

BOVESPA

+0,74

POUPANÇA

0,1159%%

OFERECIMENTO

Mercantil do Brasil - ADS

INFORMAÇÕES DO DOLAR

Economia
Página Inicial » Economia » BDMG fecha 2020 com desembolso recorde

BDMG fecha 2020 com desembolso recorde

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
BDMG | Crédito: Charles Silva Duarte /arquivo DC
BDMG | Crédito: Charles Silva Duarte /arquivo DC

O Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG) encerrou 2020 com o maior desembolso nominal de sua história: R$ 2,85 bilhões. O volume representa crescimento de 118% em relação a 2019, quando o montante chegou a R$ 1,3 bilhão. Mais uma vez, o maior volume de recursos foi destinado ao setor de comércio e serviços, que somou R$ 1,69 bilhão, representando quase 60% do total. As micro e pequenas empresas (MPEs) também tiveram destaque, tendo recebido R$ 906,2 milhões no último exercício, mais de quatro vezes (343%) que o liberado em 2019 e representando outro recorde para a história da instituição financeira.

Do total liberado, 73% se deram por meio de recursos próprios, 26% foram provenientes de repasses de outras instituições e 1% de recursos de fundos. Ao todo, foram atendidos 13.462 clientes, entre empresas e prefeituras, alta de 165% sobre 2019, mais um número nunca antes registrado na história do banco.

Para o presidente do BDMG, Sergio Gusmão, não apenas a pandemia de Covid-19 contribuiu para o resultado, mas um somatório de estratégias e ações que vêm sendo adotadas desde que ele assumiu a gestão, em abril de 2019. “Nos preparamos para esse desafio que foi 2020. Desde que assumi, vínhamos estruturando a instituição, montamos uma equipe técnica, adotamos novas estratégias em vistas de uma melhor performance e alinhadas com agendas internacionais, mapeamos parceiros, aumentamos as parcerias, bem como as captações. Tudo isso nos permitiu estar amadurecidos quando, em março do ano passado, a pandemia chegou ao País”, afirmou.

O presidente ressaltou que os resultados recordes, especialmente os voltados para micro e pequenas empresas, demonstram que o BDMG tem cumprido seu mandato de banco de desenvolvimento diante do cenário desafiador, desencadeado pela crise sanitária. “Conseguimos equilibrar a alta demanda por crédito com a necessidade de preservação da solidez financeira da instituição”, completou.

Adaptação – Gusmão também lembrou que, desde a decretação oficial da pandemia, em março, o BDMG movimentou-se para ajustar seu portfólio de produtos à nova realidade, provendo maior liquidez ao mercado. Taxas foram reduzidas, prazos de pagamento ampliados, programas de renegociação de dívidas e de crédito para MEI criados, além de implantação de condições exclusivas para o setor da saúde. E, por meio da plataforma digital do banco, o micro e pequeno empresário pôde requisitar crédito de forma on-line, com mais agilidade e menos burocracia, modelo que foi adotado também para as prefeituras no decorrer do ano passado.

“Fomos a segunda instituição financeira do País a aderir ao Pronampe (Programa Nacional de Apoio às Microempresas e Empresas de Pequeno Porte), do governo federal, e firmamos uma parceria com o Sebrae (Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas) para oferecer capacitações em gestão financeira gratuitamente aos nossos clientes”, citou.

Vale dizer que os desembolsos são considerados fundamentais para movimentar a economia mineira. Para se ter uma ideia, com base na metodologia Insumo-Produto, da Fundação João Pinheiro, estima-se que a atuação do BDMG, até novembro de 2020, tenha estimulado 25.140 empregos e adicionado R$ 913,6 milhões à produção mineira, além da geração de R$ 70,5 milhões de Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Prestação de Serviços (ICMS).

Além disso, cerca de 57% do volume total desembolsado em 2020 teve sua destinação associada a pelo menos um dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), agenda global das Nações Unidas que orienta a estratégia de atuação do banco. Neste contexto, destacam-se os desembolsos de R$ 97,8 milhões para projetos de energia renovável (especialmente fotovoltaica), superiores em 67% aos de 2019.

Agronegócio é destaque no período

Dentre os setores produtivos, o agronegócio foi destaque. Ao longo de 2020, apenas o crédito destinado ao setor via Fundo de Defesa da Economia Cafeeira (Funcafé) chegou a R$ 452,7 milhões – mais um recorde para o banco. O volume representou o maior desembolso do fundo em todo o País e fez com que Minas Gerais saltasse do oitavo para o terceiro maior aplicador dos recursos.

Por fim, Sergio Gusmão afirmou que 2021 promete ser um ano igualmente de muitos desafios, diante do cenário ainda incerto quanto à pandemia e aos desdobramentos econômicos provocados pela crise sanitária, e que sua equipe trabalha na revisão de estratégias e projeções de acordo com as conjunturas mundial e nacional. “Vamos continuar atuando no que é nosso mandato de desenvolvimento com ações anticíclicas, como taxas em patamares reduzidos e prazos alongados enquanto se fizer necessário. Vamos seguir trabalhando com os fundos garantidores e oferecendo recursos para ajudar todos os segmentos da economia mineira dentro do que nossa estrutura permitir”, garantiu. (MB)

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

NEWSLETTER

Fique por dentro de tudo que acontece no cenário economico do Estado

Ao comentar você concorda com os Termos de Uso. Os comentários não representam a opinião do portal Diário do Comércio. A responsabilidade sob qualquer informação divulgada é do autor da mensagem.

VEJA TAMBÉM

OUTROS CONTEÚDOS

PRODUZIDO EM

MINAS GERAIS

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

Comunicar erro

Identificou algo e gostaria de compartilhar com a nossa equipe?
Utilize o formulário abaixo!