COTAÇÃO DE 14/05/2021

DÓLAR COMERCIAL

COMPRA: R$5,2710

VENDA: R$5,2710

DÓLAR TURISMO

COMPRA: R$5,2700

VENDA: R$5,4330

EURO

COMPRA: R$6,3961

VENDA: R$6,3990

OURO NY

U$1.843,90

OURO BM&F (g)

R$311,62 (g)

BOVESPA

+0,97

POUPANÇA

0,2019%

OFERECIMENTO

INFORMAÇÕES DO DOLAR

Economia zCapa
Valor se refere a condições de reembolsos de obras que deveriam ter sido realizadas pelo poder público, ou seja, a Infraero | Crédito: Divulgação/BH Airport

O Grupo CCR, que, junto com a Zürich Airport, forma a BH Airport, concessionária que administra o Aeroporto Internacional de Belo Horizonte, localizado em Confins, na Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH), comunicou ao mercado a assinatura de um aditivo ao contrato de concessão do terminal.

Assinado com a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), com interveniência da Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero), o ajuste prevê recebimentos de até R$ 352 milhões pela concessionária nos próximos anos.

PUBLICIDADE

O valor se refere a condições de reembolsos de obras que deveriam ter sido realizadas pelo poder público, ou seja, Infraero, mas que foram executadas pela BH Airport – desde que assumiu o principal aeroporto de Minas Gerais, em 2014. Consta no documento divulgado pelo grupo que, a partir da referida alteração, foram revistos o escopo original destas intervenções e os limites de reembolso com base no valor global previsto no contrato.

Assim, a concessionária receberá de imediato R$ 33,25 milhões, referentes a obras executadas. Além disso, outros R$ 46,32 milhões serão pagos à empresa no primeiro semestre de 2021.

Por fim, o aditivo prevê um mecanismo para reembolso de obras futuras a serem feitas pela BH Airport no Aeroporto Internacional de Belo Horizonte, cujo saldo disponível é de cerca de R$ 272,3 milhões.

Planejamento – Procurada, a BH Airport não disponibilizou fonte para comentar o assunto. No comunicado ao mercado, o grupo ressaltou que “a assinatura do aditivo ao contrato de concessão representa a concretização de mais uma importante etapa do planejamento estratégico do Grupo CCR, que visa o seu crescimento qualificado e agregar valor aos seus acionistas”.

Vale lembrar que a BH Airport é uma sociedade de propósito específico (SPE) formada pelo grupo CCR – um dos maiores grupos de concessão de infraestrutura da América Latina -, e Zürich Airport, operador aeroportuário internacional de Zurique, na Suíça, com 51% de participação, além da Infraero, que detém 49%.

Ao comentar você concorda com os Termos de Uso. Os comentários não representam a opinião do portal Diário do Comércio. A responsabilidade sob qualquer informação divulgada é do autor da mensagem.

COMPARTILHE

NEWSLETTER

Fique por dentro de tudo que acontece no cenário economico do Estado

CONTEÚDO RELACIONADO

OUTROS CONTEÚDOS

PRODUZIDO EM

MINAS GERAIS

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

Comunicar erro

Identificou algo e gostaria de compartilhar com a nossa equipe?
Utilize o formulário abaixo!