COTAÇÃO DE 05/03/2021

DÓLAR COMERCIAL

COMPRA: R$5,6825

VENDA: R$5,6835

DÓLAR TURISMO

COMPRA: R$5,6670

VENDA: R$5,8430

EURO

COMPRA: R$6,7719

VENDA: R$6,7732

OURO NY

U$1.698,69

OURO BM&F (g)

R$310,22 (g)

BOVESPA

+2,23

POUPANÇA

0,1159%

OFERECIMENTO

INFORMAÇÕES DO DOLAR

Destaque Economia

Cenibra alcança recorde de produção em Belo Oriente

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
A Cenibra elevou a produção de papel e celulose para atender à demanda por itens essenciais no combate à Covid-19 | Crédito: Divulgação

JULIANA SIQUEIRA

A Celulose Nipo-Brasileira S.A (Cenibra), de Belo Oriente, no Vale do Aço, encerrou o ano de 2020 com recorde de produção. De acordo com os dados divulgados pela empresa, a produção anual foi de 1,27 milhão de toneladas, 50 mil toneladas a mais do que o valor orçado para o exercício. 

PUBLICIDADE

Diretor industrial e técnico da Cenibra, Júlio César Ribeiro destaca que o ano passado foi bastante desafiador, sendo que o impacto da pandemia da Covid-19 na vida de todos foi muito forte. Nesse cenário, ele lembra que a celulose e o papel foram considerados essenciais, o que ajudou a impulsionar os números da empresa. 

“Acredito que todos se lembram do desabastecimento de papéis sanitários e falta de EPIs médicos, entre eles as máscaras, mesmo em países ricos. Neste cenário, a celulose e o papel foram considerados itens essenciais no combate à pandemia e tiveram seu consumo aumentado ainda mais em razão dos protocolos sanitários. A pandemia também gerou aumento expressivo no consumo de embalagens para alimentos e e-commerce”, afirma ele. 

Ribeiro salienta que as fábricas do País se mobilizaram para manter a operação e atender a demanda não só brasileira, mas também de outros países. 

“A continuidade das operações foi possível em virtude da dedicação e do engajamento dos empregados e prestadores de serviços que, suportados pela adoção de um rígido protocolo de prevenção à Covid-19 com foco na preservação da saúde física e mental, mantiveram a estabilidade da produção, apesar de todos os desafios impostos pela pandemia”, ressalta. 

A empresa, inclusive, de acordo com Ribeiro, operou em todo o ano passado tendo como meta a capacidade máxima de produção. Agora, diz ele, a Cenibra foca a modernização das suas linhas de produção. 

“No momento, nosso plano de investimentos está voltado para a modernização de nossas duas linhas de produção. Neste processo de modernização, trabalharemos em alguns gargalos do processo que permitirão aumentos marginais de produção e melhoria da eficiência global dos processos”, diz.

Preços No que diz respeito aos preços praticados, Ribeiro pontua que, por mais que a demanda tenha sido alta, os preços permaneceram baixos. 

“A celulose é uma commodity com preço definido pela oferta e demanda do mercado internacional. Apesar de toda a demanda em 2020, os preços estiveram muito baixos durante quase todo o ano. No momento, os preços da commodity estão em recuperação no mercado internacional”, diz ele.

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

NEWSLETTER

Fique por dentro de tudo que acontece no cenário economico do Estado

Ao comentar você concorda com os Termos de Uso. Os comentários não representam a opinião do portal Diário do Comércio. A responsabilidade sob qualquer informação divulgada é do autor da mensagem.

VEJA TAMBÉM

OUTROS CONTEÚDOS

PRODUZIDO EM

MINAS GERAIS

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

Comunicar erro

Identificou algo e gostaria de compartilhar com a nossa equipe?
Utilize o formulário abaixo!

FIQUE POR DENTRO DE TUDO !

Não saia antes de se cadastrar e receber nosso conteúdo por e-mail diariamente