COTAÇÃO DE 02/08/2021

DÓLAR COMERCIAL

COMPRA: R$5,1650

VENDA: R$5,1650

DÓLAR TURISMO

COMPRA: R$5,1700

VENDA: R$5,3200

EURO

COMPRA: R$6,0990

VENDA: R$6,1002

OURO NY

U$1.813,45

OURO BM&F (g)

R$299,72 (g)

BOVESPA

+0,59

POUPANÇA

0,2446%

OFERECIMENTO

INFORMAÇÕES DO DOLAR

Com pausa na euforia, dólar volta a subir e Ibovespa cai

COMPARTILHE

São Paulo – O dólar interrompeu uma sequência de três quedas e subiu pela primeira vez em outubro, em um leve movimento de correção influenciado pela fraqueza das divisas emergentes no exterior e ainda com uma pausa na euforia com o cenário eleitoral após a mais recente pesquisa Ibope.

O dólar avançou 0,22%, a R$ 3,8960 na venda, e o futuro subia cerca de 0,05%. “O mercado continua bem-humorado com o resultado das pesquisas. Surgiu espaço para correção técnica”, comentou o superintendente da Correparti Corretora, Ricardo Gomes da Silva, ao citar que o exterior ajudou no movimento, bem como o Ibope sem novidades.

PUBLICIDADE

Segundo o levantamento do Ibope, Bolsonaro está com 32% das intenções de votos, 1 ponto a mais em relação ao dado anterior do instituto. Já o petista Fernando Haddad oscilou dois pontos para cima, para 23%.

Em simulação de segundo turno, os dois candidatos estão empatados tecnicamente, mas com Haddad numericamente acima de Bolsonaro. No levantamento anterior, divulgado na segunda-feira (1º), os dois estavam empatados com 42%, cada um.

“O Ibope mostra candidatos oscilando na margem de erro, com números ligeiramente melhores para Haddad, baixando a fervura na especulação que ameaçava tomar força sobre chances de vitória em primeiro turno de Bolsonaro”, avaliou a corretora CM Capital Markets em relatório.

No exterior, o dólar rondava a estabilidade ante a cesta de moedas, depois de registrar pico de seis semanas com o salto nos rendimentos dos Treasuries por causa de dados fortes da economia norte-americana divulgados na véspera. O dólar subia ante as moedas de países emergentes, como os pesos chileno e mexicano.

O Banco Central ofertou e vendeu integralmente na sessão 7,7 mil swaps cambiais tradicionais, rolando US$ 1,540 bilhão do total de US$ 8,027 bilhões que vence em novembro.

B3 – O Ibovespa fechou em queda ontem, em meio a realização de lucros, mas longe da mínima, influenciado pelo avanço de ações de companhias de controle estatal, com agentes financeiros ajustando posições.

O índice de referência do mercado acionário brasileiro caiu 0,38%, a 82.952,81 pontos, tendo chegado a subir 0,19% na máxima. Na mínima, recuou 1,66%. O volume financeiro do pregão somou R$ 13,879 bilhões.

A queda vem após duas altas seguidas, período em que o Ibovespa acumulou elevação de 5,9%. (Reuters)

Ao comentar você concorda com os Termos de Uso. Os comentários não representam a opinião do portal Diário do Comércio. A responsabilidade sob qualquer informação divulgada é do autor da mensagem.

COMPARTILHE

NEWSLETTER

Fique por dentro de tudo que acontece no cenário economico do Estado

CONTEÚDO RELACIONADO

OUTROS CONTEÚDOS

PRODUZIDO EM

MINAS GERAIS

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

Comunicar erro

Identificou algo e gostaria de compartilhar com a nossa equipe?
Utilize o formulário abaixo!