COTAÇÃO DE 26/10/2021

DÓLAR COMERCIAL

COMPRA: R$5,6270

VENDA: R$5,6270

DÓLAR TURISMO

COMPRA: R$5,6730

VENDA: R$5,8030

EURO

COMPRA: R$6,6420

VENDA: R$6,6450

OURO NY

U$1.792,47

OURO BM&F (g)

R$327,87 (g)

BOVESPA

-1,34

POUPANÇA

0,3575%

OFERECIMENTO

INFORMAÇÕES DO DOLAR

Economia

Confiança de serviços no Brasil sobe em junho e vai ao maior nível desde início de 2020, diz FGV

COMPARTILHE

POR

Consumidores fazem compras em rua comercial de Belo Horizonte
Crédito: Charles Silva Duarte

São PauloA confiança do setor de serviços do Brasil melhorou pelo terceiro mês seguido em junho e foi ao nível mais alto em quase um ano e meio uma vez que as expectativas para os próximos meses melhoraram, informou a Fundação Getulio Vargas (FGV) nesta terça-feira (29).

O Índice de Confiança de Serviços (ICS) avançou 5,7 pontos e chegou a 93,8 pontos em junho, maior patamar desde fevereiro de 2020.

PUBLICIDADE

“A confiança do setor de serviços fecha o primeiro semestre em alta, atingindo o maior nível desde o início da pandemia. O resultado positivo desse mês foi influenciado pela percepção de melhora do volume de serviços e avanço das expectativas em relação aos próximos meses”, explicou em nota Rodolpho Tobler, economista da FGV Ibre.

O Índice de Situação Atual (ISA-S), indicador da percepção sobre o momento presente do setor de serviços, teve alta de 4,7 pontos em junho, a 88,7 pontos, maior nível desde fevereiro de 2020.

Por sua vez o Índice de Expectativas (IE-S), que reflete as perspectivas para os próximos meses, avançou 6,7 pontos, a 99,1 pontos, patamar mais elevado desde janeiro de 2020.

“A ampliação do programa de vacinação, redução das medidas restritivas e melhora na confiança dos consumidores ajudam a explicar o momento de recuperação do setor. A continuidade desses fatores positivos é fundamental para o andamento do cenário de retomada nos próximos meses”, completou Tobler.

No primeiro trimestre, o setor de serviços, mais afetado pelas medidas de contenção da Covid-19, teve alta de 0,4% sobre os três meses anteriores. A expectativa agora volta-se para uma aceleração da vacinação contra o coronavírus.

Ao comentar você concorda com os Termos de Uso. Os comentários não representam a opinião do portal Diário do Comércio. A responsabilidade sob qualquer informação divulgada é do autor da mensagem.

COMPARTILHE

NEWSLETTER

Fique por dentro de tudo que acontece no cenário economico do Estado

OUTROS CONTEÚDOS

PRODUZIDO EM

MINAS GERAIS

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

Comunicar erro

Identificou algo e gostaria de compartilhar com a nossa equipe?
Utilize o formulário abaixo!