COTAÇÃO DE 22/06/2021

DÓLAR COMERCIAL

COMPRA: R$4,9650

VENDA: R$4,9660

DÓLAR TURISMO

COMPRA: R$4,9570

VENDA: R$5,1130

EURO

COMPRA: R$5,9745

VENDA: R$5,9772

OURO NY

U$1.778,62

OURO BM&F (g)

R$286,53 (g)

BOVESPA

-0,38

POUPANÇA

0,2446%

OFERECIMENTO

INFORMAÇÕES DO DOLAR

Economia zCapa
À frente da elaboração dos novos templates, Manoel Evandro destacou as mudanças quanto ao volume de fotos e gráficos | Crédito: Arquivo Pessoal

Ao longo dos 88 anos desde sua fundação, em 18 de outubro de 1932, o DIÁRIO DO COMÉRCIO se posiciona como um dos mais tradicionais jornais de economia e negócios do País e o único especializado no Estado, tendo sua história marcada pela identificação com a economia regional e com os empresários mineiros.

Em quase nove décadas, o veículo se destaca também pelo acompanhamento e desenvolvimento de marcos econômicos do País e do Estado e como um propulsor de inovações não apenas no ambiente de negócios, mas, principalmente, no jornalismo mineiro.

PUBLICIDADE

E, em 2020, não seria diferente. Em meio às transformações digitais às quais o DC tem se dedicado, um novo fôlego ao produto impresso também se fez necessário, de forma a ampliar a capacidade de produção e entrega da equipe da redação, por meio de um produto harmônico, leve e, principalmente, completo.

Em uma realização conjunta entre os editores, repórteres, diagramadores e o gerente industrial e de TI do DC, responsável pela elaboração dos novos templates, Manoel Evandro do Carmo, o projeto de reformulação do jornal foi feito a partir de inúmeras sugestões vindas de toda a equipe e da observação de alguns jornais impressos de relevância nacional, que serviram de inspiração.

A editora executiva do DC, Luciana Montes, lembrou que as últimas mudanças feitas na diagramação do jornal haviam ocorrido há quase 10 anos, o que a incomodava, já que existiam novas tendências na área. Para ela, com a pandemia, ficou ainda mais clara a necessidade de mudar e fazer com que o jornal ficasse mais leve e mais contemporâneo.

“Comecei a observar, com um olhar mais técnico e crítico, o que outros jornais vinham fazendo – esteticamente falando. Entre os templates, quais seriam possíveis adaptar à nossa realidade e à nossa linha editorial. Na sequência, já com um pequeno esboço das possíveis mudanças, reuni com a equipe da redação e com o Manoel Evandro, e estabelecemos, juntos, algumas mudanças. Assim, começamos a desenhar o novo DC”, afirmou.

Primeiras mudanças – Entre as principais alterações, Luciana Montes destaca a volta da página 3, nobre para a edição, e que antes reproduzia artigos de Opinião; o resgate do “olho” nas matérias principais, de forma a destacar algum trecho do texto; e a coluna de notas. Além disso, o espaçamento entre as colunas e entrelinhas aumentou, trazendo um “respiro” ao texto; tem se buscado o uso de infográficos com mais frequência e, também, textos curtos e fotos.

“O uso da fotografia no período digital assume o papel de atrair o olhar do leitor, de sintetizar a informação, apresentando os fatos e estabelecendo um percurso de leitura na página. Na capa, estamos com novo cabeçalho, marcando os 88 anos do jornal, e com textos menores nas chamadas”, enumerou.

A editora reforçou que a equipe já está preparando outras novidades, que serão lançadas em breve, sempre com a proposta de tornar a leitura mais agradável.

Manoel Evandro, por sua vez, destacou as mudanças quanto ao volume de fotos e gráficos, evitando textos longos e cansativos e outros detalhes da diagramação que permitiram um maior dinamismo à leitura.

Para o layout e projeto gráfico, por exemplo, foram alterados os templates com algumas modificações: “nos ‘olhos’ foram retirados os boxes e alterada a fonte, além de feita uma mudança no alinhamento do texto, proporcionando, ao mesmo tempo, leveza e destaque em meio ao conteúdo final”, disse.

Outra alteração diz respeito aos “bigodes”. “Agora utilizamos fonte sem serifa, clara, mais sutil, fazendo com que o texto não se assemelhe com o da manchete e o título tenha o destaque natural que deve ter”, explicou.

Projeto de reformulação do jornal impresso foi realizado a partir de inúmeras sugestões vindas de toda a equipe da redação

Ressignificação – Para a editora Gabriela Pedroso, com a velocidade com que as mudanças e as inovações têm acontecido, a partir da ruptura da barreira geográfica e a possibilidade do instantâneo decorrentes da internet, as pessoas, cada vez mais, têm a sensação de que o tempo está menor.

E é dentro deste contexto que se insere o projeto de reformulação do jornal impresso do DC, que, para ela, vem para atender às necessidades desse novo leitor que demanda informação de qualidade, mas com agilidade e simplicidade.

“As mudanças no projeto gráfico trouxeram mais leveza e clareza ao conteúdo com a inserção de elementos que têm o objetivo de tornar a leitura mais didática e direcionada. Há, ainda, uma proposta de reorientação editorial visando a uma cobertura mais próxima dos interesses dos nossos leitores. Com isso, ampliamos também no dia a dia os nossos esforços de produção e busca de informações, adequando-as a um modelo mais moderno de se fazer notícia”, avaliou, chamando a atenção para a busca por um jornalismo mais propositivo.

A repórter Daniela Maciel, por sua vez, ressaltou que na era do digital, fazer jornalismo impresso é uma missão que ganhou novos contornos. Por isso, promover essas pequenas alterações no estilo e na apresentação das matérias, incorporando elementos gráficos complementares e ilustrações que agreguem informação, ganha ainda mais significado.

“Esse já era um caminho trilhado instintivamente, mas que feito sistematicamente encontra seu lugar na nossa prática diária e ganha notoriedade. Para o leitor, creio que essas novidades sejam absorvidas de maneira natural. É algo que ele anseia e merece”, finalizou.

Ao comentar você concorda com os Termos de Uso. Os comentários não representam a opinião do portal Diário do Comércio. A responsabilidade sob qualquer informação divulgada é do autor da mensagem.

COMPARTILHE

NEWSLETTER

Fique por dentro de tudo que acontece no cenário economico do Estado

CONTEÚDO RELACIONADO

OUTROS CONTEÚDOS

PRODUZIDO EM

MINAS GERAIS

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

Comunicar erro

Identificou algo e gostaria de compartilhar com a nossa equipe?
Utilize o formulário abaixo!