COTAÇÃO DE 26/10/2021

DÓLAR COMERCIAL

COMPRA: R$5,6270

VENDA: R$5,6270

DÓLAR TURISMO

COMPRA: R$5,6730

VENDA: R$5,8030

EURO

COMPRA: R$6,6420

VENDA: R$6,6450

OURO NY

U$1.792,47

OURO BM&F (g)

R$327,87 (g)

BOVESPA

-1,34

POUPANÇA

0,3575%

OFERECIMENTO

INFORMAÇÕES DO DOLAR

Economia

Dia Livre de Impostos visa conscientizar a sociedade

COMPARTILHE

Casa Falci de materiais de construção participa de ação de conscientização sobre tributos desde o início | Crédito: Alisson J. Silva/Arquivo DC

Gabriela Sales

Vinte e três estados e o Distrito Federal participam hoje da 15ª edição do Dia Livre de Impostos. Este será o segundo ano que o evento ocorrerá de forma on-line.

PUBLICIDADE

Na capital mineira, a data é promovida pela Câmara de Dirigentes Lojistas de Belo Horizonte (CDL-BH), pioneira na iniciativa, e pela CDL Jovem. Serão comercializados vários produtos sem taxas de tributação cobradas pelos governos. 

Em Belo Horizonte, mais de mil lojas vão participar do Dia Livre de Impostos. No Shopping Cidade, serão mais de 40 estabelecimentos. Segundo o gerente de marketing, Bruno Saliba, a expectativa é de um aumento de 35% nas vendas. “Estamos retomando as vendas após esse período de reabertura das lojas, nesse processo de pandemia. Teremos o controle de entrada, além dos espaços com álcool em gel e monitoramento das pessoas, com uso de máscara obrigatório”, explica.

De acordo com Saliba, a ação deve movimentar o shopping, principalmente devido à proximidade com a data próxima a do Dia dos Namorados. “Com os descontos chegando até 70%, muitos devem aproveitar para comprar o presente para o seu amor”, complementa.

Pela primeira vez no evento, a Loja Samsung participa do Dia Livre de Impostos. O gerente Bruno Silva espera alavancar as vendas, que ficaram estagnadas nesse período de abre e fecha na pandemia.

“A expectativa é que alavanquem as vendas consideravelmente. Também contamos com essa aproximação com o Dia dos Namorados”, disse. A empresa já começou a contratar com a esperança de boas vendas. Nesta semana, dois novos vendedores fazem parte do grupo.

Há 103 anos no mercado, a Casa Falci materiais de construção também oferece material hidráulico e torneiras livres de impostos. “Participamos dessa ação desde o início e acreditamos que os impostos altos não são revertidos em investimentos para a população. Queremos pagar tributos justos e termos retornos sobre o que pagamos”, enfatiza.

A diretora da Valisere lingerie, Juliana Moraes, avalia que a ação do Dia Livre de Impostos conscientiza a população a respeito da alta tributação. “Devemos prestar a atenção que esses valores que pagamos é que retornam ou que deveriam retornar em saúde, educação e segurança”, opina.

Com a proximidade do Dia dos Namorados, a expectativa de vendas para a data é de 30%. “Estamos investindo em vendas on-line e presencial. Acredito que esse será nosso diferencial”, complementa. 

Conscientização da população

Segundo o vice-presidente da CDL-BH, Fernando Cardoso, o objetivo da ação é conscientizar a população a respeito da carga tributária cobrada no País. “Hoje nós temos uma carga tributária muito alta, e o retorno que temos em saúde, educação e segurança é mínimo. Atualmente, 70% dos valores de determinados produtos são de impostos. Isso fica inviável”, disse.  

Cardoso sinaliza que a questão da empregabilidade também está ligada aos altos impostos. “Temos tanta burocracia, muitos impostos, que, em alguns casos, fica difícil para as contratações. A reforma tributária ajudaria na geração de emprego”, afirma.

Conforme dados do Tesouro Nacional, a carga tributária bruta do governo geral foi estimada em 31,64% do Produto Interno Bruto (PIB) em 2020. O dado é 0,87 ponto porcentual menor que o observado em 2019, quando ficou em 32,51% do PIB.

Segundo o Tesouro, a queda é explicada principalmente pelos efeitos da pandemia de Covid-19 sobre a atividade econômica e pelas isenções tributárias concedidas pelo governo.

O vice-presidente da CDL-BH, Fernando Cardoso, reforça que o Brasil precisa de uma reforma tributária mais justa e simplificada. “Não acredito que os pobres pagam mais impostos e os ricos menos. Acredito em uma arrecadação igualitária e transparente para todos, onde vemos o retorno dos impostos em saúde, educação e segurança. Nossa realidade está longe disso. Além de termos uma carga tributária abusiva, não temos o retorno adequado”, avalia.

Carlos Eduardo Guimarães, presidente do Sindicato do Comércio Varejista de Derivados do Petróleo do Estado de Minas Gerais (Minaspetro) – entidade que está subsidiando cinco mil litros de gasolina para a realização da ação -, disse que a ação serve para que o consumidor se torne consciente dos fatores que elevam o preço do combustível.

“É muito comum ouvirmos reclamações dos consumidores sobre o preço da gasolina. Contudo, neste dia, eles conseguem perceber que o que eleva o valor final não são os postos de combustíveis, mas sim os impostos, que representam quase a metade do preço final na bomba”, pontua.

Para Carlos Guimarães, é preciso que se faça uma revisão nos valores cobrados em cada estado da Federação. “Vimos uma diferença grande de tributação cobrada de um estado para o outro e isso faz com que a população sofra muito com essa diferenciação. Isso faz com que o consumo diminua”, opina.

Reforma 

Economista da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) Rafael Ribeiro explica que a ação do Dia Livre de Impostos acaba tendo um impacto baixo para os consumidores.

“A mensagem passada para a sociedade gera pouco impacto, porque, se tirarmos os impostos, ficaremos sem saúde, educação e segurança. Isso não é possível. A questão não é tirar o imposto, o que acaba gerando um rombo no orçamento e sim uma reforma que incida sobre a renda, o que já é feito nos países de primeiro mundo”, explica.

Ribeiro reforça ainda que os impostos cobrados no Brasil estão em níveis compatíveis com os padrões internacionais. “Porém, pessoas de classe alta sentem menos os valores dos impostos e as pessoas com renda mais baixa sofrem mais”, complementa.

Ao comentar você concorda com os Termos de Uso. Os comentários não representam a opinião do portal Diário do Comércio. A responsabilidade sob qualquer informação divulgada é do autor da mensagem.

COMPARTILHE

NEWSLETTER

Fique por dentro de tudo que acontece no cenário economico do Estado

OUTROS CONTEÚDOS

PRODUZIDO EM

MINAS GERAIS

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

Comunicar erro

Identificou algo e gostaria de compartilhar com a nossa equipe?
Utilize o formulário abaixo!