COTAÇÃO DE 07/12/2021

DÓLAR COMERCIAL

COMPRA: R$5,6180

VENDA: R$5,6180

DÓLAR TURISMO

COMPRA: R$5,6500

VENDA: R$5,7830

EURO

COMPRA: R$6,3427

VENDA: R$6,3451

OURO NY

U$1.784,35

OURO BM&F (g)

R$323,23 (g)

BOVESPA

+0,65

POUPANÇA

0,5154%

OFERECIMENTO

INFORMAÇÕES DO DOLAR

Coronavírus Economia livre
Prejuízos no setor ocorrem em meio ao temor mundial de uma pandemia do coronavírus | Crédito: Athit Perawongmetha/Reuters

Genebra/Pequim – Países de três continentes relataram seus primeiros casos de coronavírus na sexta-feira (28), enquanto o mundo se prepara para enfrentar uma pandemia e investidores fugiam dos mercados de ações antevendo uma recessão global.
O pânico relativo ao coronavírus voltou a derrubar os mercados de ações, agravando sua pior semana desde a crise financeira mundial de 2008 e elevando o estrago a US$ 5 trilhões.

A esperança de que a epidemia surgida na China no final do ano passado terminaria em meses e de que a atividade econômica voltaria ao normal rapidamente foi destroçada à medida que o número de casos internacionais disparou. “Os investidores estão tentando computar o pior cenário possível, e o maior risco é o que acontece agora nos Estados Unidos (EUA) e outros grandes países fora da Ásia”, disse John Lau, gerente de ações asiáticas da SEI Investments.

PUBLICIDADE

“Esta é uma época altamente incerta, ninguém sabe realmente a resposta e os mercados estão realmente entrando em pânico”.

A China continental relatou 327 casos novos, a cifra mais baixa desde 23 de janeiro, o que elevou o número para mais de 78.800 casos e quase 2.800 mortes. Mas se o surto recua na China, ganha ritmo em outras partes.

Mais quatro países comunicaram seus primeiros casos, o que eleva a quantidade de nações e territórios fora da China com infecções a 55, com mais de 4.200 casos resultando em cerca de 70 mortes.

Agora os países que não a China representam cerca de três quartos das novas infecções.
Um italiano que chegou à Nigéria foi confirmado como o primeiro caso de coronavírus no país mais populoso da África, e uma pessoa que voltou em um voo do Irã se tornou o primeiro da Nova Zelândia.

No leste da Europa, Belarus e Lituânia relataram seus primeiros casos.

O diretor-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS), Tedros Adhanom Ghebreyesus, disse que todas as nações devem se preparar.

“Este vírus tem potencial pandêmico”, disse Tedros em Genebra na quinta-feira. “Não é hora de ter medo. É hora de agir para evitar infecções e salvar vidas já”.

A agência de avaliação de risco Moody’s afirmou que uma pandemia – geralmente vista como a proliferação rápida de uma doença em vários lugares – desencadearia recessões nos EUA e no mundo no primeiro semestre. (Reuters)

Ao comentar você concorda com os Termos de Uso. Os comentários não representam a opinião do portal Diário do Comércio. A responsabilidade sob qualquer informação divulgada é do autor da mensagem.

COMPARTILHE

NEWSLETTER

Fique por dentro de tudo que acontece no cenário economico do Estado

OUTROS CONTEÚDOS

PRODUZIDO EM

MINAS GERAIS

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

Comunicar erro

Identificou algo e gostaria de compartilhar com a nossa equipe?
Utilize o formulário abaixo!