COTAÇÃO DE 29/11/2021

DÓLAR COMERCIAL

COMPRA: R$5,6090

VENDA: R$5,6100

DÓLAR TURISMO

COMPRA: R$5,6470

VENDA: R$5,7730

EURO

COMPRA: R$6,3216

VENDA: R$6,3229

OURO NY

U$1.783,43

OURO BM&F (g)

R$322,48 (g)

BOVESPA

+0,58

POUPANÇA

0,4412%

OFERECIMENTO

INFORMAÇÕES DO DOLAR

Economia

PBH assume as obras da área de escape

COMPARTILHE

Crédito: Divino Advíncula/PBH

A Prefeitura de Belo Horizonte (PBH) anunciou ontem que vai assumir as obras para a construção de uma área de escape no Anel Rodoviário – no trecho entre a BR-040 e o trevo do Betânia, a poucos metros do acesso ao Buritis. O acerto foi feito ontem, entre o prefeito Alexandre Kalil e o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas. A estimativa é que as obras comecem ainda na primeira quinzena de setembro.

De acordo com a Prefeitura, o teor do convênio entre o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transporte (Dnit) e o município já está sendo preparado e será assinado nos próximos dias. O documento vai autorizar o Executivo municipal a conduzir a contratação e a execução do projeto, que foi elaborado pela BHTrans. As obras serão executadas pela Sudecap.

PUBLICIDADE

A obra na chamada “descida do Betânia” engloba um trecho de cerca de 300 metros e está orçada em torno de R$ 3,5 milhões, com recursos próprios da Prefeitura. A previsão é de 90 dias com máquinas na pista.

Áreas de escape são dispositivos de segurança adotados em trechos de longas descidas, evitando acidentes causados por frenagens ou perda de freio dos veículos. A estrutura é feita de concreto, algo semelhante a uma piscina com 100 metros de comprimento, com camadas de brita.

O projeto de construção da área de escape no Anel Rodoviário foi aprovado recentemente pelo Dnit. Na ocasião, a intervenção já contava com as anuências da  Via 040, responsável pela administração do trecho, e da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT).

Audiência – Em audiência pública realizada na última semana na Câmara Municipal de Belo Horizonte (CMBH), em vistas de discutir a importância da implantação das áreas de escape no Anel, o vereador Irlan Melo (PSD), autor do requerimento da reunião, apresentou números significativos relacionados ao Anel Rodoviário. Entre 2008 e 2018 foram ao todo 340 mortes, 25 mil acidentes e 11 mil pessoas feridas.

A audiência pública contou com a participação de representantes da BHTrans, da ANTT, da Superintendência de Desenvolvimento da Capital (Sudecap), da Via 040 e da Polícia Rodoviária Federal (PRF).

Na audiência, Ladeira disse que a Sudecap está verificando a necessidade de desapropriação, e a Secretaria Municipal de Meio Ambiente solicitou o cadastro de espécies arbóreas do trecho. O diretor comentou, ainda, que a implementação das áreas de escape deve acontecer independentemente de licitações ou outras medidas a serem realizadas no Anel Rodoviário.

Ao comentar você concorda com os Termos de Uso. Os comentários não representam a opinião do portal Diário do Comércio. A responsabilidade sob qualquer informação divulgada é do autor da mensagem.

COMPARTILHE

NEWSLETTER

Fique por dentro de tudo que acontece no cenário economico do Estado

OUTROS CONTEÚDOS

PRODUZIDO EM

MINAS GERAIS

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

Comunicar erro

Identificou algo e gostaria de compartilhar com a nossa equipe?
Utilize o formulário abaixo!