COTAÇÃO DE 24/09/2021

DÓLAR COMERCIAL

COMPRA: R$5,3430

VENDA: R$5,3440

DÓLAR TURISMO

COMPRA: R$5,3800

VENDA: R$5,5030

EURO

COMPRA: R$6,2581

VENDA: R$6,2594

OURO NY

U$1.750,87

OURO BM&F (g)

R$301,00 (g)

BOVESPA

-0,69

POUPANÇA

0,3012%

OFERECIMENTO

INFORMAÇÕES DO DOLAR

Economia

Projeto prevê construção de complexo no Barreiro

COMPARTILHE

Aporte no projeto na capital mineira é estimado em aproximadamente R$ 180 milhões - Crédito: Reprodução

O Grupo EPO e a Log Commercial Properties, subsidiária da MRV, planejam construir um complexo industrial e logístico na região do Barreiro. Sob investimentos estimados em aproximadamente R$ 180 milhões e Área Bruta Locável (ABL) de 160 mil metros quadrados, o empreendimento, ainda sem data para sair do papel, deve abrigar quatro condomínios logísticos e um centro comercial no formato power center, com variedade de comércio, incluindo supermercado e lanchonete, e vasta prestação de serviços.

Procuradas pela reportagem, nenhuma das empresas quis comentar o assunto, sob a justificativa de a implementação do projeto ainda depender da aprovação do município. Já a Comissão de Meio Ambiente e Política Urbana da Câmara Municipal de Belo Horizonte (CMBH) realiza hoje (21), audiência pública externa para debater o tema.

PUBLICIDADE

O vereador Irlan Melo (PR) informou que o licenciamento do empreendimento vem sendo discutido no Conselho Municipal de Política Urbana (Compur) e que existem várias medidas compensatórias e mitigadoras a serem realizadas pelos investidores. A intenção da audiência, no caso, é avaliar quais destas ações serão realizadas na região e os impactos das mesmas.

“Me interessa, por exemplo, a questão de impacto de mobilidade urbana, ambiental e arquitetônica na implantação deste complexo, bem como as medidas compensatórias a serem realizadas na região. Para isso, é extremamente necessária a oitiva da população para que esta tenha ciência e se manifeste sobre o empreendimento”, completou.

Ainda conforme o vereador, o investimento previsto para além de R$ 180 milhões trará inúmeros benefícios para a Capital, como cerca de R$ 3 milhões de Imposto sobre a Propriedade Predial e Territorial Urbana (IPTU) e R$ 5 milhões de Imposto Sobre Serviços (ISS).

Foram convidados para a audiência representantes da Superintendência de Desenvolvimento da Capital (Sudecap), Companhia Urbanizadora e de Habitação de Belo Horizonte (Urbel), Empresa de Transporte e Trânsito de Belo Horizonte (BHTrans), Coordenadoria de Atendimento da Regional Barreiro, Conselho Municipal de Política Urbana, Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) e os responsáveis pela implantação do empreendimento.

Projeto – No site da Log Commercial Properties consta o empreendimento sob o nome de Galpão Logístico Log Sim – Sistema Integrado Multilogístico, que terá, entre outras características, uma área total de 460 mil metros quadrados.

“Elaborado para ser o maior e mais moderno complexo industrial e logístico de Minas Gerais, localizado no Barreiro, conta com 4 condomínios logísticos e 1 centro comercial”, define o endereço eletrônico.

Com área locável de 160 mil metros quadrados; pé-direito de até 12 metros; piso de maior resistência; serviços de jardinagem, limpeza e manutenção em geral; edificações como restaurante, vestiários e portaria; sistema de proteção contra incêndio de alta classificação; iluminação natural; vigilância e portaria blindada 24 horas. Além disso, acesso a três rodovias (BR-381, BR-040 e MG-040), o que, conforme o projeto, permitirá maior eficiência operacional às empresas e menos impacto no trânsito local.

Ao comentar você concorda com os Termos de Uso. Os comentários não representam a opinião do portal Diário do Comércio. A responsabilidade sob qualquer informação divulgada é do autor da mensagem.

COMPARTILHE

NEWSLETTER

Fique por dentro de tudo que acontece no cenário economico do Estado

OUTROS CONTEÚDOS

PRODUZIDO EM

MINAS GERAIS

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

Comunicar erro

Identificou algo e gostaria de compartilhar com a nossa equipe?
Utilize o formulário abaixo!