COTAÇÃO DE 14/05/2021

DÓLAR COMERCIAL

COMPRA: R$5,2710

VENDA: R$5,2710

DÓLAR TURISMO

COMPRA: R$5,2700

VENDA: R$5,4330

EURO

COMPRA: R$6,3961

VENDA: R$6,3990

OURO NY

U$1.843,90

OURO BM&F (g)

R$311,62 (g)

BOVESPA

+0,97

POUPANÇA

0,2019%

OFERECIMENTO

INFORMAÇÕES DO DOLAR

Economia

Triângulo se destaca na atração de investimentos

COMPARTILHE

Somente em Uberlândia foram anunciados investimentos de R$ 3 bilhões por parte da iniciativa privada desde 2017, de acordo com o Executivo municipal | Crédito: Cleiton Borges / PMU

No ano passado, de acordo com o governo do Estado, Minas Gerais atraiu R$ 32 bilhões em novos investimentos. Entre as regiões, a do Triângulo Mineiro tem tido bastante destaque ao longo dos anos. Um exemplo disso foram os anúncios de investimentos de aproximadamente R$ 5,2 bilhões da LD Celulose em uma planta entre os municípios de Indianópolis e Araguari e de cerca de R$ 1 bilhão do Grupo Petrópolis em Uberaba.

Outro município da região do Triângulo Mineiro que tem tido destaque nesse sentido é Uberlândia. De acordo com o prefeito da cidade, Odelmo Leão, somente de 2017 até o momento, foram atraídos quase R$ 3 bilhões em investimentos privados, relacionados a expansões e novos negócios. Mas, afinal, por que a região tem atraído tantos investimentos ao longo do tempo?

PUBLICIDADE

“Devido ao nosso trabalho para recuperar a cidade, apesar da crise que foi ainda mais agravada com a chegada da pandemia, contabilizamos muitos investimentos nas mais diversas áreas nos últimos anos. Dentre eles, por exemplo, estão projetos da Cargill, expansão da Souza Cruz, início da operação local da Vivo, fomento da construção civil (Brasal), transferência da sede da fintech Social Bank e da sede da CJ Selecta para Uberlândia e construção de novas unidades supermercadistas (Grupo Bahamas, Super Maxi e Grupo Kamel Megamix). Muito importantes também foram a ampliação da fábrica da Ambev e o anúncio da nova fábrica de laticínio da Polenghi na cidade”, ressalta Leão.

De acordo com o prefeito, todo um trabalho tem sido feito nas mais diferentes frentes. A prioridade para a saúde, educação, social e infraestrutura, por exemplo, de acordo com ele, é importante. “Quando o empresário verifica que ele e seus colaboradores serão aqui bem assistidos e percebe também que há um cuidado com a estrutura municipal, ele tem um indicativo de confiança no potencial da cidade”, diz.

Leão também destaca que mais de R$ 140 milhões estão sendo investidos por meio do programa Uberlândia Integrada no aprimoramento da mobilidade urbana.

“Em outra frente, buscamos a facilitação dos processos na Prefeitura, modernizando os atendimentos com uso de recursos virtuais e diminuindo a burocracia. Assim, beneficiamos de micro a grandes empreendedores igualitariamente, visando manter elevado o estímulo aos negócios. Toda essa base tem refletido de forma surpreendente em tempos de crise. Mesmo com medidas que eventualmente tivemos de adotar para atenuar o contágio pela Covid-19, a economia da cidade foi resiliente”, afirma.

Há, também, ações relacionadas à tributação. “Nos últimos anos, também pudemos trabalhar e desenvolver questões pontuais e objetivas, sempre atentos ao futuro econômico do Brasil e do mundo. Um exemplo foi a redução da alíquota do ISS para 2% para empresas de base tecnológica que aqui queiram trabalhar. Somado a isso, está a construção do Polo Tecnológico Sul, primeiro empreendimento público voltado à atração de empresas de tecnologia da cidade, cuja estrutura está praticamente finalizada”, diz Odelmo Leão.

Localização

Além de todas as ações tomadas para e na região do Triângulo Mineiro para atração de investimentos, a própria localização dos municípios também é algo relevante. O secretário de Desenvolvimento Econômico, Turismo e Inovação de Uberaba, Rui Ramos, salienta que a localização geográfica e a logística já favorecem o local em todos os sentidos.

Além disso, diz ele, há todo um trabalho para aprimorar os incentivos e conta-se com uma legislação inteligente. “Há sempre uma procura pela integração das secretarias, para fazer as coisas caminharem com legalidade, transparência e rapidez”, afirma ele.

Exemplo dessa agilidade, aliás, lembra ele, pode ser visto nos investimentos da Crown Embalagens Metálicas da Amazônia na cidade de Uberaba. A empresa deverá investir cerca de quase R$ 600 milhões no município, gerando 800 empregos diretos na construção e 140 diretos e cerca de 450 indiretos após a finalização das obras. As tratativas, conta Ramos, foram iniciadas em janeiro.

Ao comentar você concorda com os Termos de Uso. Os comentários não representam a opinião do portal Diário do Comércio. A responsabilidade sob qualquer informação divulgada é do autor da mensagem.

COMPARTILHE

NEWSLETTER

Fique por dentro de tudo que acontece no cenário economico do Estado

CONTEÚDO RELACIONADO

OUTROS CONTEÚDOS

PRODUZIDO EM

MINAS GERAIS

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

Comunicar erro

Identificou algo e gostaria de compartilhar com a nossa equipe?
Utilize o formulário abaixo!