COTAÇÃO DO DIA 22/01/2021

DÓLAR COMERCIAL

COMPRA: R$5,4780

VENDA: R$5,4790

DÓLAR TURISMO

COMPRA: R$5,5070

VENDA: R$5,6470

EURO

COMPRA: R$6,6088

VENDA: R$6,6101

OURO NY

U$1.853,68Pg�

OURO BM&F (g)

R$ (g)

BOVESPA

-0,80

POUPANÇA

0,1159%%

OFERECIMENTO

Mercantil do Brasil - ADS

INFORMAÇÕES DO DOLAR

Finanças
Página Inicial » Finanças » BDMG antecipa cadastro para 2ª fase do Pronampe e anuncia nova linha

BDMG antecipa cadastro para 2ª fase do Pronampe e anuncia nova linha

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Crédito: Charles Silva Duarte - Arquivo DC

Com a previsão de o governo federal iniciar a operação da segunda fase do Programa Nacional de Apoio às Microempresas e Empresas de Pequeno Porte (Pronampe) hoje, o Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG) antecipou o cadastro para as micro e pequenas empresas de Minas Gerais interessadas em obter crédito. As inscrições podem ser feitas no site do banco mineiro desde ontem.

Neste momento, estão sendo colocados à disposição mais R$ 203 milhões. Já na 1ª fase da oferta, ocorrida em junho e julho, o banco liberou 100% do limite de aproximadamente R$ 215 milhões que lhe foi garantido pelo governo federal por meio do Fundo de Garantia de Operações (FGO).

O Pronampe opera com juros de apenas 1,25% ao ano + Selic, com prazo total de 36 meses para pagar, sendo oito meses de carência. O crédito pode ser aplicado em capital de giro ou em investimentos. Já o limite para solicitação é de 30% da receita bruta da empresa em 2019, sendo o valor máximo estabelecido pelo governo federal de R$ 100 mil por empreendimento.

Como diferencial na operação da linha, o BDMG não exige a contratação de outros produtos para ter acesso ao crédito, como ocorre em muitos bancos comerciais, nem a necessidade de abertura de conta bancária. A contratação pode ser feita on-line no site do banco ou por meio de seus correspondentes bancários. 

Giro Mais Emergencial – Conforme as regras do Pronampe, estão aptas a pleitear o crédito as micro e pequenas empresas com data de fundação até 18 de maio de 2019 e faturamento anual de até R$ 4,8 milhões.

Pensando nas pequenas empresas com faturamento anual na faixa entre R$ 4,8 milhões e R$ 30 milhões – portanto, não cobertas pelo Pronampe –, o BDMG está lançando uma linha de crédito específica: o Giro Mais Emergencial. Ela pode chegar a juros 38% menores do que os praticados anteriormente pelo banco para o segmento: partem de 0,49% ao mês + Selic. A TAAC (Taxa de Abertura e Acompanhamento de Crédito) foi reduzida de 2% para 1%. O prazo de pagamento é de até 60 meses, com carência de seis meses.

“Ao operar a nova etapa do Pronampe e desenvolver linha especial para as pequenas empresas de faturamento um pouco maior, o BDMG está injetando um novo fluxo de liquidez na economia mineira e contemplando uma faixa maior de clientes. É nosso papel, como banco de desenvolvimento, atuar de forma anticíclica à crise deflagrada pela pandemia”, ressalta o presidente do banco, Sergio Gusmão. (Com informações da Agência Minas)

Instituições regionais vão ofertar recursos

Brasília – Instituições financeiras regionais vão ofertar crédito na nova etapa do Programa Nacional de Apoio às Microempresas e Empresas de Pequeno Porte (Pronampe). A segunda etapa do programa terá aporte adicional de R$ 12 bilhões da União no Fundo de Garantia de Operações (FGO), destinado à concessão de garantias no âmbito do Pronampe.

Segundo o Ministério da Economia, parte desse aporte de R$ 12 bilhões será destinada para algumas instituições financeiras regionais habilitadas: mais de R$ 21 milhões em crédito pela Agência de Fomento de Goiás; R$ 268 milhões pelo Banco do Nordeste; R$ 203 milhões pelo Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG); R$ 282 milhões pelo Banco da Amazônia e R$ 730 milhões pelo Banco do Estado do Rio Grande do Sul (Banrisul).

No dia 19 de agosto, o presidente Jair Bolsonaro sancionou a Lei nº 14.043, de 2020, que amplia o programa.

O ministério informa que o Pronampe continuará atendendo as microempresas (com faturamento até R$ 360 mil no ano) e empresas de pequeno porte (faturamento até R$ 4,8 milhões no ano), além dos profissionais liberais. O programa empresta até 30% da receita bruta do ano anterior, com taxa de juros máxima igual à Selic (atualmente em 2% ao ano) mais 1,25% ao ano. O prazo de pagamento é de 36 meses e carência de oito meses. É possível acompanhar o recurso sendo liberado pelo Emprestômetro do Portal do Empreendedor, onde também poderão ser consultadas as instituições habilitadas. (ABr)

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

NEWSLETTER

Fique por dentro de tudo que acontece no cenário economico do Estado

Ao comentar você concorda com os Termos de Uso. Os comentários não representam a opinião do portal Diário do Comércio. A responsabilidade sob qualquer informação divulgada é do autor da mensagem.

VEJA TAMBÉM

OUTROS CONTEÚDOS

PRODUZIDO EM

MINAS GERAIS

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

Comunicar erro

Identificou algo e gostaria de compartilhar com a nossa equipe?
Utilize o formulário abaixo!

FIQUE POR DENTRO DE TUDO !

Não saia antes de se cadastrar e receber nosso conteúdo por e-mail diariamente