COTAÇÃO DE 07/12/2021

DÓLAR COMERCIAL

COMPRA: R$5,6890

VENDA: R$5,6900

DÓLAR TURISMO

COMPRA: R$5,7130

VENDA: R$5,6900

EURO

COMPRA: R$6,4094

VENDA: R$6,4123

OURO NY

U$1.779,64

OURO BM&F (g)

R$325,16 (g)

BOVESPA

+1,70

POUPANÇA

0,4572%

OFERECIMENTO

INFORMAÇÕES DO DOLAR

Internacional

Alemanha vai injetar 50 bilhões de euros em fundos climáticos, afirmam fontes do governo

COMPARTILHE

POR

Crédito: REUTERS/Antonio Bronic

Berlim – O próximo governo da Alemanha está trabalhando em um orçamento suplementar para 2021 para injetar mais de 50 bilhões de euros em seu fundo climático, que poderá ser gasto nos próximos anos para acelerar a transição para uma economia verde, disseram fontes ontem.

Os três partidos definidos para formar o novo governo concordaram em financiar o investimento em fundos climáticos com autorização da dívida ainda não utilizada no orçamento federal deste ano, disseram à Reuters duas pessoas familiarizadas com os planos, sob condição de anonimato.

PUBLICIDADE

A injeção de dinheiro financiada por dívida significa que o governo fará agora uso quase total do teto da dívida de 240 bilhões de euros originalmente concedido pelo Parlamento para 2021, acrescentaram as fontes.

A manobra orçamentária permite que a coalizão governista reforce seu fundo climático neste ano e possivelmente também no próximo, quando o freio da dívida ainda estará suspenso, e então use esses fundos para investimentos públicos nos próximos anos para acelerar a transformação em direção a uma economia mais digitalizada e favorável ao clima.

O porta-voz do Ministério das Finanças não quis comentar.

Avanço da Covid – Um aumento nas infecções por coronavírus na Alemanha está pesando na confiança do consumidor da maior economia da Europa, piorando as perspectivas de negócios para a temporada de compras de Natal e ameaçando derrubar o último pilar para sustento de seu crescimento.

O instituto GfK disse ontem que seu índice de confiança do consumidor, com base em pesquisa com cerca de 2 mil alemães, caiu a -1,6 ponto para dezembro, ante leitura revisada para cima de 1,0 ponto um mês antes. A leitura para dezembro foi a mais baixa desde junho e veio abaixo da previsão em pesquisa da Reuters de queda a -0,5.

A pesquisa foi seguida por dados detalhados do Produto Interno Bruto (PIB) alemão, que mostraram que os gastos das famílias foram o único motor de uma expansão econômica mais fraca do que o esperado no terceiro trimestre, mais do que compensando a queda nos investimentos das empresas e no consumo do Estado.

PIB – O PIB da maior economia da Europa cresceu 1,7% em termos ajustados no período de julho a setembro em relação ao trimestre anterior, informou a Agência Federal de Estatísticas da Alemanha. Isso ficou aquém de estimativa preliminar de expansão de 1,8% divulgada no mês passado.

Os dados marcaram desaceleração no crescimento alemão em relação a uma expansão revisada para cima de 2% registrada no período de abril a junho. A economia encolheu 1,9% nos primeiros três meses do ano na comparação trimestral.

Um salto de 6,2% nos gastos do consumidor entre julho e setembro em relação aos três meses anteriores contribuiu com 3 pontos percentuais para a taxa de crescimento geral no terceiro trimestre.

Mas um salto nas novas infecções por coronavírus nas últimas semanas está agora ameaçando derrubar o último pilar remanescente para sustento da economia da Alemanha neste último trimestre do ano. “As consequências da pandemia estão causando uma espécie de crescimento intermitente”, disse Thomas Gitzel, analista do VP Bank Group. Taxas de inflação de mais de 4% também estão prejudicando o poder de compra dos consumidores.

Ao comentar você concorda com os Termos de Uso. Os comentários não representam a opinião do portal Diário do Comércio. A responsabilidade sob qualquer informação divulgada é do autor da mensagem.

COMPARTILHE

NEWSLETTER

Fique por dentro de tudo que acontece no cenário economico do Estado

OUTROS CONTEÚDOS

PRODUZIDO EM

MINAS GERAIS

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

Comunicar erro

Identificou algo e gostaria de compartilhar com a nossa equipe?
Utilize o formulário abaixo!