A aprovação em 1º turno do Projeto de Emenda à Constituição (PEC) 55/2020, que contém parte da reforma da previdência dos servidores estaduais, na Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) foi bem avaliada pelo presidente da Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (Fiemg), Flávio Roscoe.

Em vídeo, o presidente da Fiemg afirma que a reforma é vital para os servidores públicos que pretendem receber a aposentadoria em dia nos próximos anos. Além disso, segundo ele, a alteração é vital para a sociedade, uma vez que acaba com o déficit público.

“Ela (reforma) é imprescindível para a prestação de serviços a nossa sociedade, pois com a reforma o Estado pode entrar em uma trajetória positiva de recuperação de sua situação fiscal”, afirma.

Roscoe agradece ao presidente da Assembleia, Agostinho Patrus, e aos deputados que aprovaram o texto nesta terça-feira (1º)