COTAÇÃO DE 26/02/2021

DÓLAR COMERCIAL

COMPRA: R$5,6050

VENDA: R$5,6055

DÓLAR TURISMO

COMPRA: R$5,5730

VENDA: R$5,7530

EURO

COMPRA: R$6,7113

VENDA: R$6,7142

OURO NY

U$1.732,60

OURO BM&F (g)

R$307,54 (g)

BOVESPA

-1,98

POUPANÇA

0,1159%%

OFERECIMENTO

INFORMAÇÕES DO DOLAR

Legislação livre

Aeroportos continuarão abertos

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Crédito: Elza Fiuza/ABR

Brasília – O Ministério da Infraestrutura voltou a afirmar na sexta-feira (20) que não há recomendação do governo federal para o fechamento da operação de aeroportos e portos. Nos últimos dias aumentaram os rumores sobre o fechamento de aeroportos para conter a pandemia do novo coronavírus (Covid-19).

Segundo o ministério, a única medida tomada no âmbito dos transportes é a de suspensão do transporte rodoviário internacional de passageiros. “Não há, no momento, recomendação para fechar aeroportos; já no setor rodoviário, a única medida de suspensão é para o transporte internacional de passageiros”, disse o ministério.

PUBLICIDADE

Devido a rumores, diferentes agências reguladoras se manifestassem sobre a questão. Ontem (19), a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) publicou um esclarecimento sobre a questão, afirmando que a decisão sobre fechamento de aeroporto é de competência da União, e que não há, neste momento, nenhuma recomendação neste sentido.

“Vale esclarecer, ainda, que a interdição de um aeroporto não é uma conduta indicada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) neste momento e pode prejudicar de forma irresponsável o deslocamento de pessoas, profissionais de saúde, vacinas, órgãos para transplante e até insumos para medicamentos para os estados brasileiros”, diz a nota da Anac.

A Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq) também disse na sexta-feira (20) que não há determinação para o fechamento de portos no País e que os portos públicos (inclusive os delegados), privados e demais instalações portuárias, assim como as atividades de transporte aquaviário interestadual e internacional, permanecem em operação no País.

A agência disse que determinou às empresas que atendam às medidas de contenção da propagação do novo coronavírus e que o fechamento dos portos também não é indicado pela Anvisa.

“A completa suspensão desse serviço poderia prejudicar o acesso ao atendimento médico, o deslocamento de profissionais de saúde, o fornecimento de vacinas, de insumos e de medicamentos para os estados brasileiros”, disse a Antaq.

Rodovias – Já em relação ao transporte terrestre, a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) disse que não há determinação para o fechamento de divisas entre os Estados como medida de reação à pandemia do novo coronavírus e que o transporte interestadual de passageiros continua em operação. A exceção fica para o transporte internacional.

“Pela contingência que o país está atravessando, a agência flexibilizou a redução da frequência de horários, e suspendeu apenas o transporte internacional de passageiros, além de determinar que as empresas de transporte de passageiros façam o protocolo estabelecido de higienização dos veículos”, informa a ANTT. (ABr)

 

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

NEWSLETTER

Fique por dentro de tudo que acontece no cenário economico do Estado

Ao comentar você concorda com os Termos de Uso. Os comentários não representam a opinião do portal Diário do Comércio. A responsabilidade sob qualquer informação divulgada é do autor da mensagem.

VEJA TAMBÉM

OUTROS CONTEÚDOS

PRODUZIDO EM

MINAS GERAIS

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

Comunicar erro

Identificou algo e gostaria de compartilhar com a nossa equipe?
Utilize o formulário abaixo!

FIQUE POR DENTRO DE TUDO !

Não saia antes de se cadastrar e receber nosso conteúdo por e-mail diariamente