COTAÇÃO DE 17/05/2021

DÓLAR COMERCIAL

COMPRA: R$5,2660

VENDA: R$5,2660

DÓLAR TURISMO

COMPRA: R$5,2500

VENDA: R$5,4230

EURO

COMPRA: R$6,4106

VENDA: R$6,4134

OURO NY

U$1.866,89

OURO BM&F (g)

R$316,43 (g)

BOVESPA

+0,87

POUPANÇA

0,2019%%

OFERECIMENTO

INFORMAÇÕES DO DOLAR

Negócios

Amapá vai investir R$ 50 milhões para ampliar fabricação de produtos de aço

COMPARTILHE

Com planta em Cláudio, a Amapá quer dobrar a capacidade produtiva até 2025 | Crédito: Paulo Sergio Lopes

Com sede no município de Cláudio, no Centro-Oeste de Minas, a Amapá Instalações e Armazenagem foi fundada em 1984 como Metalúrgica Amapá e ingressou no mercado com trabalho de caldeiraria, tornearia e solda em geral. Após um ano de atividades, também passou a comercializar estantes de aço e, na década de 1990, expandiu ainda mais o mix de produtos, dando início à fabricação de armários, roupeiros e gôndolas.

Hoje, com quase 40 anos de atuação, são mais de 15 linhas de produtos em aço e aramados como soluções para negócios de pequeno, médio e grande porte nos mais diversos segmentos em todo Brasil e outros 18 países pelo mundo.

PUBLICIDADE

Quem conta a história é o gestor de Marketing da empresa, Gabriel Dias Faria. Segundo ele, já se tornou tradição: há 12 anos, a empresa sempre dobra de tamanho a cada três anos. Isso graças aos investimentos constantes em diversas frentes, em vistas da evolução do negócio. Para se ter uma ideia, apenas para este exercício estão previstos aportes da ordem de R$ 50 milhões. 

“São investimentos que serão realizados em 2021 e se concretizam em 2022. A execução de parte dos recursos já teve início e já se traduz em resultados”, revelou.

De maneira detalhada, Faria disse que os recursos serão direcionados à construção de um novo parque fabril no próprio município de Cláudio e à modernização da matriz, a partir da compra de alguns equipamentos. A atual unidade da empresa possui área de 25 mil metros quadrados e processa 100 toneladas de aço por dia. A nova planta terá 40 mil metros quadrados. 

O montante engloba também uma fábrica da Amapá Instalações e Armazenagem no Nordeste. “Este é um projeto maior. O plano inicial previa a aquisição de uma planta na região, mas tivemos que declinar. No momento, estamos traçando novos caminhos para realizar o investimento – por aquisição ou edificação – ainda neste exercício”, garantiu.

Somando todas essas frentes, a capacidade de produção da empresa deverá dobrar até 2025. O número de funcionários também deverá crescer em ritmo ainda maior, saindo dos atuais 570 profissionais para mais de mil até o fim de 2022.

Capacidade de produção da Amapá Instalações e Armazenagem deverá dobrar até 2025 | Crédito: Divulgação

Tantas apostas, conforme o gerente de Marketing da Amapá Instalações e Armazenagem, se devem ao aquecimento do mercado. Especificamente em 2020, ano tomado pela pandemia de Covid-19 e os profundos impactos econômicos sofridos por diversos setores, segundo Faria, o desempenho dos negócios superou inclusive as melhores expectativas – mesmo com o primeiro semestre marcado por insegurança e retração nas vendas.

Ao final do exercício, a empresa cresceu 27% sobre 2019. E, para 2021, espera incremento de 40% frente ao ano anterior. “Desde meados do ano passado observamos o retorno do consumo, que vem nos surpreendendo positivamente; além disso, muitos dos nossos clientes integram os chamados setores essenciais, como supermercados e farmácias, e continuam demandando fortemente nossos produtos”, pontuou.

Com isso, a empresa começou a ter dificuldade quanto aos prazos de entregas. Antes da pandemia, uma encomenda levava em média 15 dias para ser concluída. No início deste ano, esse tempo saltou para até 150 dias. Já como efeito das primeiras melhorias referentes aos aportes de R$ 50 milhões, esse prazo hoje está em 45 dias. “Mesmo atingindo volumes recordes produzidos, nossa carteira chegou a 150 dias, devido a alta demanda. Agora já estamos em 45 e nosso plano é voltar para os 15 nos próximos meses”, concluiu.

Ao comentar você concorda com os Termos de Uso. Os comentários não representam a opinião do portal Diário do Comércio. A responsabilidade sob qualquer informação divulgada é do autor da mensagem.

COMPARTILHE

NEWSLETTER

Fique por dentro de tudo que acontece no cenário economico do Estado

CONTEÚDO RELACIONADO

OUTROS CONTEÚDOS

PRODUZIDO EM

MINAS GERAIS

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

Comunicar erro

Identificou algo e gostaria de compartilhar com a nossa equipe?
Utilize o formulário abaixo!