COTAÇÃO DE 21-06-2021

DÓLAR COMERCIAL

COMPRA: R$5,0220

VENDA: R$5,0230

DÓLAR TURISMO

COMPRA: R$5,0200

VENDA: R$5,1830

EURO

COMPRA: R$5,9972

VENDA: R$5,9999

OURO NY

U$1.783,34

OURO BM&F (g)

R$288,80 (g)

BOVESPA

+0,67

POUPANÇA

0,2446%

OFERECIMENTO

INFORMAÇÕES DO DOLAR

Negócios

AT&T fecha fusão de mídias com Discovery por US$43 bi

COMPARTILHE

POR

Crédito: REUTERS/Brendan McDermid

A AT&T, dona da HBO e da Warner Bros, e a Discovery, casa de canais de estilo de vida como HGTV e TLC, disseram nesta segunda-feira (17) que combinarão ativos de conteúdo para um negócio de mídia e entretenimento global independente.

O presidente-executivo do Discovery, David Zaslav, liderará a nova empresa, que abrangerá um dos estúdios mais poderosos de Hollywood, incluindo as franquias Harry Potter e Batman, a rede de notícias CNN, uma programação esportiva e as atrações ​​do Discovery sobre casa, culinária, natureza e ciência.

PUBLICIDADE

As ações do Discovery subiram cerca de 16% no pré-mercado, enquanto as ações da AT&T subiram cerca de 4%, após o anúncio. Cerca de 71% da nova empresa pertencerá aos acionistas da AT&T, e 29% pelos investidores do Discovery.

A AT&T disse que usará os US$ 43 bilhões obtidos com seus ativos de mídia para ajudar a pagar suas dívidas de mais de US$ 160 bilhões.

O nome da nova empresa será revelado na próxima semana, enquanto outros detalhes, incluindo o futuro papel do presidente da WarnerMedia, Jason Kilar, e como os serviços combinados serão arranjados, ainda serão acertados, afirmaram executivos a jornalistas por meio de uma transmissão.

A decisão marca o desfecho da aquisição do conglomerado de mídia Time Warner pela AT&T, por US$ 108,7 bilhões, em 2018, e ressalta o reconhecimento de que a audiência da TV mudou para streaming, onde uma escala global é necessária para enfrentar empresas como Netflix e Disney.

“As oportunidades de streaming direto para o consumidor estão evoluindo rapidamente e, para manter o ritmo e manter uma posição de liderança, várias ações são necessárias – escala global, acesso a capital, uma ampla gama de conteúdo de alta qualidade e os melhores talentos da indústria”, disse o executivo-chefe da AT&T, John Stankey, em coletiva de imprensa.

Combinada, a empresa gastará cerca de US$ 20 bilhões em conteúdo, mais do que os US$ 17 bilhões da Netflix gastará neste ano. Zaslav disse esperar que a empresa aumente seu investimento em programação no futuro.

“Embora mais detalhes ainda não tenham surgido, a combinação proposta criaria um gigante de conteúdo global, unindo os principais ativos de notícias e entretenimento da Warner Media com a rede de programação sem script líder da indústria do Discovery”, disse Keith Snyder, da CFRA Research.

Espera-se que a nova empresa tenha em 2023 receita de cerca de US$ 52 bilhões e Ebitda ajustado de cerca de US$ 14 bilhões, e US$ 3 bilhões em sinergias de custos anuais.

O negócio está previsto para ser fechado em meados de 2022, dependendo da aprovação dos acionistas do Discovery e de validações regulatórias.

Ao comentar você concorda com os Termos de Uso. Os comentários não representam a opinião do portal Diário do Comércio. A responsabilidade sob qualquer informação divulgada é do autor da mensagem.

COMPARTILHE

NEWSLETTER

Fique por dentro de tudo que acontece no cenário economico do Estado

CONTEÚDO RELACIONADO

OUTROS CONTEÚDOS

PRODUZIDO EM

MINAS GERAIS

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

Comunicar erro

Identificou algo e gostaria de compartilhar com a nossa equipe?
Utilize o formulário abaixo!