COTAÇÃO DE 20/05/2022

DÓLAR COMERCIAL

COMPRA: R$4,8730

VENDA: R$4,8740

DÓLAR TURISMO

COMPRA: R$4,9500

VENDA: R$5,0570

EURO

COMPRA: R$5,1492

VENDA: R$5,1504

OURO NY

U$1.846,53

OURO BM&F (g)

R$288,58 (g)

BOVESPA

+1,39

POUPANÇA

0,6441%

OFERECIMENTO

Negócios

AT&T fecha fusão de mídias com Discovery por US$43 bi

COMPARTILHE

Crédito: REUTERS/Brendan McDermid

A AT&T, dona da HBO e da Warner Bros, e a Discovery, casa de canais de estilo de vida como HGTV e TLC, disseram nesta segunda-feira (17) que combinarão ativos de conteúdo para um negócio de mídia e entretenimento global independente.

O presidente-executivo do Discovery, David Zaslav, liderará a nova empresa, que abrangerá um dos estúdios mais poderosos de Hollywood, incluindo as franquias Harry Potter e Batman, a rede de notícias CNN, uma programação esportiva e as atrações ​​do Discovery sobre casa, culinária, natureza e ciência.

PUBLICIDADE




As ações do Discovery subiram cerca de 16% no pré-mercado, enquanto as ações da AT&T subiram cerca de 4%, após o anúncio. Cerca de 71% da nova empresa pertencerá aos acionistas da AT&T, e 29% pelos investidores do Discovery.

A AT&T disse que usará os US$ 43 bilhões obtidos com seus ativos de mídia para ajudar a pagar suas dívidas de mais de US$ 160 bilhões.

O nome da nova empresa será revelado na próxima semana, enquanto outros detalhes, incluindo o futuro papel do presidente da WarnerMedia, Jason Kilar, e como os serviços combinados serão arranjados, ainda serão acertados, afirmaram executivos a jornalistas por meio de uma transmissão.

A decisão marca o desfecho da aquisição do conglomerado de mídia Time Warner pela AT&T, por US$ 108,7 bilhões, em 2018, e ressalta o reconhecimento de que a audiência da TV mudou para streaming, onde uma escala global é necessária para enfrentar empresas como Netflix e Disney.

PUBLICIDADE




“As oportunidades de streaming direto para o consumidor estão evoluindo rapidamente e, para manter o ritmo e manter uma posição de liderança, várias ações são necessárias – escala global, acesso a capital, uma ampla gama de conteúdo de alta qualidade e os melhores talentos da indústria”, disse o executivo-chefe da AT&T, John Stankey, em coletiva de imprensa.

Combinada, a empresa gastará cerca de US$ 20 bilhões em conteúdo, mais do que os US$ 17 bilhões da Netflix gastará neste ano. Zaslav disse esperar que a empresa aumente seu investimento em programação no futuro.

“Embora mais detalhes ainda não tenham surgido, a combinação proposta criaria um gigante de conteúdo global, unindo os principais ativos de notícias e entretenimento da Warner Media com a rede de programação sem script líder da indústria do Discovery”, disse Keith Snyder, da CFRA Research.

Espera-se que a nova empresa tenha em 2023 receita de cerca de US$ 52 bilhões e Ebitda ajustado de cerca de US$ 14 bilhões, e US$ 3 bilhões em sinergias de custos anuais.

O negócio está previsto para ser fechado em meados de 2022, dependendo da aprovação dos acionistas do Discovery e de validações regulatórias.

Ao comentar você concorda com os Termos de Uso. Os comentários não representam a opinião do portal Diário do Comércio. A responsabilidade sob qualquer informação divulgada é do autor da mensagem.

COMPARTILHE

NEWSLETTER

Fique por dentro de tudo que acontece no cenário economico do Estado

OUTROS CONTEÚDOS

Comunicar erro

Identificou algo e gostaria de compartilhar com a nossa equipe?
Utilize o formulário abaixo!