COTAÇÃO DE 21-01-2022

DÓLAR COMERCIAL

COMPRA: R$5,4550

VENDA: R$5,4550

DÓLAR TURISMO

COMPRA: R$5,4870

VENDA: R$5,6130

EURO

COMPRA: R$6,1717

VENDA: R$6,1729

OURO NY

U$1.829,52

OURO BM&F (g)

R$320,53 (g)

BOVESPA

-0,15

POUPANÇA

0,6107%

OFERECIMENTO

INFORMAÇÕES DO DOLAR

Negócios Negócios-destaque

BH está entre as 10 capitais que mais reciclaram lâmpadas fluorescentes usadas no Brasil

COMPARTILHE

" "
Crédito: Freepik

Se você é consumidor doméstico, já deve ter se deparado com a seguinte situação: o que fazer com as lâmpadas fluorescentes, depois que elas queimam? Essas lâmpadas possuem componentes que demandam um fluxo específico na coleta e destinação final. Por isso, o descarte incorreto, como no lixo comum, pode acarretar diversos problemas ambientais.

Com a finalidade de realizar a coleta e a destinação ambientalmente correta desses resíduos, o programa da Associação Brasileira para a Gestão da Logística Reversa (Reciclus) disponibiliza 1.838 pontos de coleta em todo o País, dos quais 81 em Minas Gerais, em um total de 25 cidades, a fim de cumprir com a determinação do Acordo Setorial:

PUBLICIDADE




Belo Horizonte (20 pontos)
Contagem (10)
Juiz de Fora (8)
Betim (6)
Uberaba (5)
Uberlândia (5)
Montes Claros (4)
Andradas (2)
Divinópolis (2)
Pará de Minas (2)
São Sebastião do Paraíso (2)
Sete Lagoas (2)
Alfenas (1)
Conselheiro Lafaiete (1)
Barbacena (1)
Frutal (1)
Governador Valadares (1)
Guaxupé (1)
Ipatinga (1)
Itajubá (1)
Itaúna (1)
Ituiutaba (1)
Pedro Leopoldo (1)
Ribeirão das Neves (1)
Ubá (1)

A Reciclus é uma organização civil sem fins lucrativos, criada pelos principais importadores de lâmpadas, para atuar como entidade gestora do processo, seguindo um modelo de operação autossustentável.

A iniciativa envolveu diversos segmentos da sociedade e atende à determinação da Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS), a Lei Federal nº 12.305/2010 que fala na responsabilidade compartilhada pelo ciclo de vida dos produtos e na logística reversa (LR) como soluções para o descarte correto de itens que podem causar danos ao meio ambiente.

Participam do programa apenas as lâmpadas de uso doméstico, dos seguintes tipos: fluorescentes compactas e tubulares; de vapor de mercúrio, sódio ou metálico; e luz mista. Não há limite para descarte, desde que seja realizado por consumidor doméstico.




Recentemente, a Reciclus alcançou 1,3 milhões de kg de lâmpadas pós-uso coletados em todo o País, dos quais 32.176,2 kg e 220.385 unidades em Belo Horizonte. Confira no gráfico abaixo as 10 capitais que mais coletaram lâmpadas fluorescentes usadas nos pontos de coleta Reciclus, desde 2017.

Para saber o ponto de coleta mais próximo de sua residência, acesse o site. A implantação dos pontos de coleta segue os critérios técnicos indicados no acordo setorial, como número de habitantes, área urbana, densidade populacional, domicílios com energia elétrica, poder aquisitivo, infraestrutura viária e acessibilidade.

Ao comentar você concorda com os Termos de Uso. Os comentários não representam a opinião do portal Diário do Comércio. A responsabilidade sob qualquer informação divulgada é do autor da mensagem.

COMPARTILHE

NEWSLETTER

Fique por dentro de tudo que acontece no cenário economico do Estado

CONTEÚDO RELACIONADO

OUTROS CONTEÚDOS

Comunicar erro

Identificou algo e gostaria de compartilhar com a nossa equipe?
Utilize o formulário abaixo!