COTAÇÃO DE 21-01-2022

DÓLAR COMERCIAL

COMPRA: R$5,4550

VENDA: R$5,4550

DÓLAR TURISMO

COMPRA: R$5,4870

VENDA: R$5,6130

EURO

COMPRA: R$6,1717

VENDA: R$6,1729

OURO NY

U$1.829,52

OURO BM&F (g)

R$320,53 (g)

BOVESPA

-0,15

POUPANÇA

0,6107%

OFERECIMENTO

INFORMAÇÕES DO DOLAR

Negócios Negócios-destaque

Black Friday 2019 deve revelar equilíbrio inédito entre compras on e off-line

COMPARTILHE

" "
Crédito: Pixabay

Levantamento realizado pelo Google Brasil mostra o equilíbrio entre as opções on-line e off-line durante a Black Friday deste ano e aponta que, pela primeira vez, as compras feitas em lojas físicas devem se igualar às realizadas pela internet.

No mercado brasileiro o número de pessoas que utilizam as duas formas de compra, os chamados consumidores “omnichannel”, chegará a 25% em 2019. No ano passado, esse perfil era de apenas 7% do total de compradores.

PUBLICIDADE




Além de inédita, essa tendência é importante uma vez que, desde que surgiu no Brasil, em 2010, a “sexta-feira negra” tem foco, esforços e resultados voltados para as vendas on-line.

Segundo o coordenador dos cursos de Marketing e Marketing Digital do Centro Universitário Internacional (Uninter), Achiles Júnior, essa é uma evolução do conceito conhecido como multicanal, que tem seus esforços na experiência de compra do consumidor nos diversos canais existentes de uma determinada marca.

“Diferentemente do que ocorre no nosso país, o objetivo real da Black Friday era limpar estoque nas lojas físicas americanas, ação funcional e direcionada para abrir espaço físico nas gôndolas e prateleiras nos estabelecimentos para a chegada dos produtos voltados à época de Natal”, explica o professor.

A promoção criada pelos norte-americanos ocorre na sexta-feira após o Dia de Ação de Graças, importante data do varejo nos Estados Unidos. Aqui é realizada no dia 29 de novembro.




O evento é a segunda principal data para o varejo nacional, fica atrás apenas do Natal. No total, a expectativa é que as lojas virtuais brasileiras recebam mais de 10 milhões de pedidos, com tíquete médio de R$ 350.

As categorias mais buscadas são: informática, celulares, produtos eletrônicos, moda, acessórios e casa e decoração.

Ao comentar você concorda com os Termos de Uso. Os comentários não representam a opinião do portal Diário do Comércio. A responsabilidade sob qualquer informação divulgada é do autor da mensagem.

COMPARTILHE

NEWSLETTER

Fique por dentro de tudo que acontece no cenário economico do Estado

CONTEÚDO RELACIONADO

OUTROS CONTEÚDOS

Comunicar erro

Identificou algo e gostaria de compartilhar com a nossa equipe?
Utilize o formulário abaixo!