Cotação de 03/08/2021

DÓLAR COMERCIAL

COMPRA: R$5,1920

VENDA: R$5,1930

DÓLAR TURISMO

COMPRA: R$5,1930

VENDA: R$5,3470

EURO

COMPRA: R$6,2205

VENDA: R$6,2217

OURO NY

U$1.810,36

OURO BM&F (g)

R$305,16 (g)

BOVESPA

+0,87

POUPANÇA

0,2446%%

OFERECIMENTO

INFORMAÇÕES DO DOLAR

Negócios

Capital terá programação on-line para marcar Dia Mundial da Criatividade

COMPARTILHE

Crédito: Divulgação

O termo reinvenção nunca foi tão repetido e fez tanto sentido como ao longo dos últimos 13 meses. A pandemia trouxe para pessoas, empresas e até países a necessidade de redefinirem caminhos e estratégias.

E foi dentro dessa necessidade que a Organização das Nações Unidas (ONU) definiu a orientação para a programação do Dia Mundial da Criatividade e Inovação, nos dias 21 e 22 de abril.

PUBLICIDADE

Este ano, o evento conta com a participação de 121 cidades em 15 países que receberam os direitos de representação no Word Creativity Day 2021.

Em Belo Horizonte, a coordenação ficou sob a responsabilidade da gerente de Economia Criativa na FIEMG, Márcia Andrade Carmo Azevedo. Ela implantou o primeiro Laboratório Aberto de Inovação e prototipagem do Senai Minas. Também foi Gestora do P7 Criativo, primeira agência da Economia Criativa do Estado.

A programação está baseada nas dez habilidades do profissional do futuro descritas pela ONU:

  1. Flexibilidade coletiva
  2. Negociação
  3. Orientação para servir
  4. Julgamento e tomada de decisão
  5. Inteligência emocional
  6. Coordenação com outros
  7. Gestão de pessoas
  8. Criatividade
  9. Pensamento crítico
  10. Resolução de problemas complexos

“Acreditamos em uma educação revolucionária. A pandemia escancarou a necessidade de sermos criativos, adaptáveis. A criatividade serve para encontrarmos as melhores soluções para desafios específicos reais, desafios econômicos, sociais, culturais e ambientais”, explica Márcia Azevedo.

Os valores do Dia Mundial da Criatividade são:

  • Otimismo: existem grandes desafios no mundo, a criatividade pode ajudar a resolvê-los.
  • Parceria: nenhuma organização, setor ou pessoa pode construir comunidades criativas sem apoio de uma rede.
  • Crowdsourcing: talento e criatividade estão em toda parte, e precisamos aproveitar isso. A inovação deve começar, terminar e envolver as pessoas para as quais eles foram projetados.

“A programação on-line é gratuita e vai acontecer simultaneamente em várias cidades do mundo. Para participar, a pessoa vai baixar um aplicativo e pode escolher atividades em qualquer lugar. Mas é interessante que também participe das atividades locais, pois nossos inspiradores terão uma visão mais focada nas questões da nossa sociedade”, afirma a coordenadora do Word Creativity Day 2021 em Belo Horizonte. 

A Capital  já começou o caminho rumo às soluções criativas. Além de abrigar o P7 Criativo, entre outras iniciativas como o próprio ecossistema de inovação da Capital, a cidade já foi reconhecida pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco), em outubro de 2019, como Cidade Criativa pela Gastronomia.

A cidade integra, desde então, o grupo de cooperação internacional entre cidades que têm atividades criativas como propulsoras do desenvolvimento sustentável. Belo Horizonte foi eleita para uma das duas vagas destinadas a candidaturas brasileiras, ao lado de Fortaleza, designada no campo criativo Design.

Ao comentar você concorda com os Termos de Uso. Os comentários não representam a opinião do portal Diário do Comércio. A responsabilidade sob qualquer informação divulgada é do autor da mensagem.

COMPARTILHE

NEWSLETTER

Fique por dentro de tudo que acontece no cenário economico do Estado

CONTEÚDO RELACIONADO

OUTROS CONTEÚDOS

PRODUZIDO EM

MINAS GERAIS

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

Comunicar erro

Identificou algo e gostaria de compartilhar com a nossa equipe?
Utilize o formulário abaixo!