COTAÇÃO DE 03-12-2021

DÓLAR COMERCIAL

COMPRA: R$5,6790

VENDA: R$5,6800

DÓLAR TURISMO

COMPRA: R$5,7000

VENDA: R$5,8300

EURO

COMPRA: R$6,3643

VENDA: R$6,3655

OURO NY

U$1.784,10

OURO BM&F (g)

R$321,33 (g)

BOVESPA

+0,58

POUPANÇA

0,4739%

OFERECIMENTO

INFORMAÇÕES DO DOLAR

Negócios

Contratação de executivos registra aumento de 38%

COMPARTILHE

Voltamos à realidade promissora, afirma Bruno Machado | Crédito: Divulgação / Aline Borges

Consideradas um bom termômetro da economia, as contratações de executivos em Minas Gerais têm demonstrado um viés positivo para o fim de 2021 e também para 2022. Segundo levantamento da Tailor – consultoria em busca e seleção de executivos -, houve um aumento de 38% no número de contratações de profissionais no primeiro semestre de 2021, em comparação ao mesmo período de 2020.

De acordo com o sócio e diretor-executivo da Tailor, Bruno da Matta Machado, o volume de contratações já alcançou os mesmos patamares de 2019.

PUBLICIDADE

“Já podemos descontar o fator pandemia e avaliar que voltamos à realidade promissora que tínhamos bem no início do ano passado, antes da Covid-19 nos alcançar. Nosso faturamento cresceu 32% em relação a 2020, aumentamos em mais de 20% o quadro de funcionários e abrimos uma nova operação em São Paulo para acompanhar a demanda crescente”, explica Machado.

Os segmentos que se destacaram no primeiro semestre do ano foram serviços e mineração, que juntos representaram quase 60% de todas as contratações realizadas pela consultoria em 2021.

Já as posições mais demandadas foram para as áreas de marketing e de recursos humanos, representando respectivamente 20% e 12% das contratações realizadas.

“O reaquecimento da economia chinesa e a digitalização do varejo são fatores óbvios para explicar esses números. Mas existem outros pontos a ser analisados como a profissionalização e fortalecimento do mercado de saúde. O número de fusões e aquisições nesse período em Minas demonstra isso. E também a clara necessidade de empresas de diferentes setores e portes se prepararem para um mundo muito mais digitalizado que surge a partir da pandemia, levando à busca de profissionais de back office antes menos valorizados como recursos humanos e marketing”, avalia o executivo.

A maior parte destes novos profissionais foi contratada em regimes diferenciados, muitos deles totalmente em home office e a grande maioria no modelo híbrido, mesclando parte do tempo em casa e parte na empresa.

Outro campo que começa a crescer é o de conselheiros. Cada vez mais um número maior de companhias e empresas mais jovens estão buscando criar ou fortalecer seus conselhos de administração e consultivo.

“Para a gestão direta, as empresas estão buscando profissionais capazes de reunir equipes. Aquela pessoa que chega agregando, independentemente dos diplomas. Estamos em um momento de uma volatilidade tão grande, que a capacidade de olhar no macro e trazer o time, liderar realmente, é o que mais interessa. Sobre os conselhos, as empresas estão mais atentas. Temos feito algumas intermediações, inclusive para empresas muito jovens. O conselho ajuda na dinâmica de jovens empreendedores. Além de trazer governança e validar as decisões, eles trazem experiência, sofisticam o mercado como um todo”.

Atratividade

Ao passo que as empresas precisam e buscam profissionais experientes e qualificados, elas precisam oferecer boas condições para que eles se animem a vir ou a permanecer por aqui. A grande vantagem oferecida pela Capital e sua região metropolitana e outras cidades como Uberlândia (Triângulo), Montes Claros (Norte de Minas) e município do Sul de Minas, é a relativa qualidade de vida – com estrutura de educação e segurança – e baixo custo.

“Se, de um lado, Belo Horizonte, assim como outras cidades mineiras, ainda pode parecer um mercado tímido, formado por muitas empresas familiares e tradicionais, menos atrativo para os grandes executivos, de outro oferecemos qualidade de vida e proximidade com os grandes centros de decisão. Observo um movimento, impulsionado pelo home office, de ‘volta para casa’. Muita gente quer poder criar os filhos em um lugar mais tranquilo, ficar mais perto dos pais, ter uma vida menos corrida e, por isso, estão voltando para suas cidades de origem ou procurando um lugar que ofereça tranquilidade e boas condições de trabalho. Nesse sentido, a Capital e outras cidades do interior têm muito a oferecer e trazer esses profissionais é uma oportunidade de fortalecer o ecossistema e criar uma comunidade realmente atrativa para os melhores nomes”, destaca o diretor-executivo da Tailor.

Ao comentar você concorda com os Termos de Uso. Os comentários não representam a opinião do portal Diário do Comércio. A responsabilidade sob qualquer informação divulgada é do autor da mensagem.

COMPARTILHE

NEWSLETTER

Fique por dentro de tudo que acontece no cenário economico do Estado

OUTROS CONTEÚDOS

PRODUZIDO EM

MINAS GERAIS

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

Comunicar erro

Identificou algo e gostaria de compartilhar com a nossa equipe?
Utilize o formulário abaixo!