Ao longo de todo o ano, são realizados projetos de educação, cultura, entre outros - Crédito: Moriá Benevides

Celebrando uma década em 2019, o Dia de Cooperar (Dia C), comemorado no dia 6 de julho, se firma cada vez mais como o maior movimento de voluntariado cooperativista do País. A iniciativa fomenta que as cooperativas coloquem em prática projetos de responsabilidade social nas cidades em que atuam, confirmando, assim, o compromisso do cooperativismo com a construção de um mundo mais justo e equilibrado.

Desde 2009, quando o Sistema Ocemg criou o Dia de Cooperar, o movimento já atraiu, em Minas Gerais, 377.413 voluntários, contribuindo com a qualidade de vida de 5.432.140 pessoas. Em todo o Brasil, já são mais de 8 milhões de pessoas beneficiadas. Em 2018, 263 cooperativas mineiras participaram do movimento, realizando 185 projetos, que contaram com o auxílio de 54.151 voluntários em prol de 1.079.727 pessoas. A estimativa é de que, em 2019, mais de 1,5 milhão de pessoas sejam beneficiadas com as ações.

“Nestes 10 anos de Dia C, as cooperativas têm se destacado pelo protagonismo nas ações de responsabilidade social, confirmando o sucesso do movimento que ganhou o Brasil. A cada ano, aumentam as iniciativas relacionadas aos Objetivos de Desenvolvimento Social propostos pela ONU e a participação dos voluntários. Esse movimento evidencia que o voluntariado é a ponte entre as pessoas que acreditam que a solidariedade faz a diferença e transforma muitas vidas”, ressalta o presidente do Sistema Ocemg e idealizador do Dia de Cooperar, Ronaldo Scucato.

Com o apoio da Organização das Cooperativas Brasileiras (OCB) foi possível nacionalizar o Dia C, ampliando também os resultados. Desde 2015, 1.706 cooperativas já participaram do movimento, com 1.355 iniciativas pontuais em 1.136 municípios. Tudo isso graças ao engajamento de 119.624 voluntários, cujas ações beneficiaram 2,2 milhões de pessoas. Isso significa que o Dia C já alcançou 1/5 dos municípios brasileiros e que beneficiou, ao todo, mais de 8 milhões de pessoas, mobilizando 700 mil voluntários.

Ao longo de todo o ano, são realizados projetos de responsabilidade social, educação, saúde, cultura, entre outros. Porém, sempre no primeiro sábado de julho, cooperados, colaboradores, familiares, parceiros e comunidade se unem para celebrar as ações sociais realizadas pelas cooperativas integrantes do movimento. A celebração do Dia de Cooperar não exclui a continuidade da campanha, pelo contrário, fortalece e mostra o quanto as cooperativas vêm contribuindo para o desenvolvimento da sociedade.

Em 2019, a celebração do Dia C será realizada em todo o País no dia 6 de julho.

LEIA MAIS:

Organização das Cooperativas do Brasil agrupa 50 mi de associados

Bênção papal – A essência do cooperativismo e as ações de voluntariado consolidadas pelo Dia C chamaram a atenção do Sumo Pontífice. No mês de abril deste ano, o Papa Francisco abençoou o cooperativismo por meio do Dia C. A bênção aconteceu durante a conferência papal realizada no dia 10 de abril, na Praça São Pedro, no Vaticano. Na ocasião, o presidente do Sistema Ocemg, Ronaldo Scucato, entregou a ele o livro de resultados do Dia C e o símbolo do movimento.

Reconhecimento – Há cerca de três anos, o movimento aderiu à agenda da Organização das Nações Unidas (ONU) por um mundo melhor, desenvolvendo iniciativas de acordo com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS). Em 2018, o Sistema Ocemg passou a integrar o Pacto Global junto à ONU e à Rede Brasil do Pacto Global. A organização é a primeira entre as 27 Unidades Estaduais a aderir essa agenda.

O Pacto Global é uma chamada para as empresas alinharem suas estratégias e operações a princípios universais nas áreas de Direitos Humanos, Trabalho, Meio Ambiente e Anticorrupção, ações que contribuam para o enfrentamento dos desafios da sociedade. Como signatário do Pacto Global, o Sistema Ocemg reafirma o compromisso de trabalhar em prol da erradicação da pobreza, da proteção ao meio ambiente e do alcance da paz e da prosperidade em acordo com as metas propostas pela ONU.

Projetos realizados pelas cooperativas – A proposta do Dia de Cooperar é que as cooperativas realizem iniciativas contínuas e intercooperativas, ou seja, aquelas que envolvem mais de uma cooperativa, dando mais força para o movimento. Sendo assim, as atividades variam entre campanhas de doação de sangue, arrecadação de alimentos, livros, roupas e materiais de limpeza, prestação de serviços à comunidade, reforma e assistência a entidades filantrópicas, entre outras ações.

Este ano, o Sicoob Credimontes, de Montes Claros, já iniciou sua participação no Dia C. A cooperativa realizou, em maio, um show beneficente que viabilizou a arrecadação de 25 toneladas de alimentos para 13 instituições sociais locais.

Outro exemplo vem da cooperativa de crédito de Belo Horizonte, Coovall, que organizou, também em maio, a palestra “Finanças na Melhor Idade” para 20 idosos que participam de projetos sociais na Comunidade Viva, no Barreiro, e no Centro Cultural, da Capital.

Celebração – “Todos os anos, o Sistema Ocemg prepara um evento de celebração do Dia C, com o intuito de apresentar à sociedade os valores, princípios e resultados desse modelo socioeconômico diferenciado que é o cooperativismo. Celebrar o Dia de Cooperar significa celebrar e fomentar as iniciativas sociais do segmento”, afirma Scucato.

Sábado, 6 de julho, data em que todo o mundo também celebra o Dia Internacional do Cooperativismo, a organização realizará uma série de atividades sociais gratuitas na Praça da Assembleia, em Belo Horizonte. O evento contará com show de Wilson Sideral e apresentações do Batuque Salubre, grupo de percussão da Escola de Artes do Instituto Unimed/BH, e das Meninas de Sinhá, formado por 22 senhoras do bairro Alto Vera Cruz.

A programação vai das 9 horas às 13 horas, com recreação infantil, atendimento de saúde, degustação e exposição de produtos e serviços de cooperativas e produção de grafite ao vivo com o artista urbano Marcelo Gud, entre outras atrações. (Da Redação)

Há cerca de três anos, movimento aderiu à agenda da ONU – Crédito: Divulgação