COTAÇÃO DE 26/10/2021

DÓLAR COMERCIAL

COMPRA: R$5,6270

VENDA: R$5,6270

DÓLAR TURISMO

COMPRA: R$5,6730

VENDA: R$5,8030

EURO

COMPRA: R$6,6420

VENDA: R$6,6450

OURO NY

U$1.792,47

OURO BM&F (g)

R$327,87 (g)

BOVESPA

-1,34

POUPANÇA

0,3575%

OFERECIMENTO

INFORMAÇÕES DO DOLAR

Negócios

Edital para concessão do Mineirinho é lançado

COMPARTILHE

Empresa vencedora deverá reformar o imóvel e investir R$ 41 milhões nos dois primeiros anos de operação | Crédito: Divulgação

O Governo de Minas, por meio da Secretaria de Estado de Infraestrutura e Mobilidade (Seinfra), lançou na sexta-feira (3) o edital de licitação da concessão do Estádio Jornalista Felipe Drummond, o Mineirinho. A modalidade do certame será concorrência internacional e poderão participar empresas nacionais e estrangeiras, individualmente ou em consórcio, incluindo fundos de investimentos e entidades de previdência complementar, que atendam às previsões legais e ao edital.

Com a concessão, o Estado de Minas Gerais não deixa de ser o proprietário do ginásio. O que ocorre é apenas a transferência da gestão, manutenção e exploração para uma empresa privada, pelo prazo de 35 anos, mediante a obrigação do concessionário de realizar investimentos de reforma e ampla modernização do imóvel.

PUBLICIDADE

Entre os benefícios esperados estão a ampliação e qualificação dos serviços ofertados no Mineirinho, entre os quais estão oportunidades de convivência, cultura, lazer, entretenimento e integração da comunidade local. Espera-se, ainda, que a medida proporcione qualificação e valorização da área, com ampliação das condições de segurança, manutenção e limpeza do equipamento.

Como obrigação, a empresa vencedora do processo licitatório terá que investir cerca de R$ 41 milhões na reforma no imóvel nos dois primeiros anos, além da constante manutenção, ao longo dos 30 anos de concessão, que ultrapassam a soma de R$ 132 milhões.

Também é obrigação da concessionária valorizar a vocação esportiva do ginásio, por meio da revitalização da quadra onde são realizados os jogos. O edital também exige que o nome original do estádio seja mantido pela gestão privada.

A chefe do Núcleo de Estruturação de Projetos da Seinfra, Fernanda Alen Gonçalves da Silva, reforça que a concessão do Mineirinho vislumbra retomar o protagonismo do Mineirinho, um importante equipamento público que, atualmente, opera em condições precárias em razão das dificuldades financeiras enfrentadas pelo Estado.

“Espera-se que a concessão promova importantes investimentos na infraestrutura do equipamento, mas o ponto principal está no fortalecimento da vocação esportiva do Mineirinho, a sua valorização com ampliação do número de eventos e serviços oferecidos para a toda população, valorizando ainda mais um dos cartões-postais de Belo Horizonte e de Minas Gerais. Além disso, o contrato desonerará os cofres estaduais com a gestão direta do ginásio e trará novas receitas através das outorgas”, avalia.

Licitação – O critério de julgamento adotado na concorrência será a maior outorga fixa oferecida pelos licitantes, com valor mínimo de R$ 13.175.477,47. Também deverá ser apresentado pelo licitante a garantia de proposta de R$ 1.159.878,58.

A concessionária deverá pagar, também, outorga variável anual, equivalente ao mínimo de 2% e máximo de 4% da receita bruta auferida, variando de acordo com o desempenho da empresa.

As empresas concorrentes passarão, ainda, por habilitação jurídica, trabalhista e fiscal. Entre as qualificações técnicas exigidas estão a experiência prévia na operação de empreendimento esportivo, turístico, comercial ou de lazer e entretenimento, continuamente, pelo período mínimo de 2 anos, com capacidade de atender, no mínimo, 10 mil pessoas concomitantemente.

Outra exigência será a comprovação da realização prévia de investimentos de, no mínimo, R$ 20.568.295,62 em empreendimento de infraestrutura em qualquer setor, com recursos próprios ou de terceiros.

O procedimento licitatório será apoiado pela Bolsa de Valores (B3), em São Paulo. Os envelopes com os documentos deverão ser entregues na sede da empresa, na rua XV de novembro, nº 275, Centro, São Paulo (SP), no dia 29 de novembro de 2021, das 9h às 12h. Já o leilão ocorrerá no dia 2 de dezembro de 2021, às 14h, também na sede da B3.

Ao comentar você concorda com os Termos de Uso. Os comentários não representam a opinião do portal Diário do Comércio. A responsabilidade sob qualquer informação divulgada é do autor da mensagem.

COMPARTILHE

NEWSLETTER

Fique por dentro de tudo que acontece no cenário economico do Estado

OUTROS CONTEÚDOS

PRODUZIDO EM

MINAS GERAIS

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

Comunicar erro

Identificou algo e gostaria de compartilhar com a nossa equipe?
Utilize o formulário abaixo!