COTAÇÃO DE 23/09/2021

DÓLAR COMERCIAL

COMPRA: R$5,3090

VENDA: R$5,3100

DÓLAR TURISMO

COMPRA: R$5,3230

VENDA: R$5,4630

EURO

COMPRA: R$6,2055

VENDA: R$6,2068

OURO NY

U$1.742,23

OURO BM&F (g)

R$297,77 (g)

BOVESPA

+1,59

POUPANÇA

0,3012%

OFERECIMENTO

INFORMAÇÕES DO DOLAR

Negócios

Faturamento do setor de franchising em Minas recuou 10,2% em 2020

COMPARTILHE

Todos os setores sofreram muito em 2020, disse Danyelle Van Straten | Crédito: Divulgação

Acostumado a resistir às mais fortes crises econômicas, o franchising mineiro não passou ileso aos efeitos da pandemia. Segundo dados da Associação Brasileira de Franchising (ABF), o faturamento total do setor no ano passado foi de R$ 13,09 bilhões, 10,2% menor que os R$ 14,56 bilhões apurados em 2019 pelas franquias em Minas Gerais.

Entre os que puxaram o resultado das franquias em Minas para cima, o melhor desempenho foi o setor de” Casa e Construção”. Entre os 11 setores listados pela ABF, em 2020, foi o que mais se destacou em Minas Gerais. Ao todo, foram R$ 664 milhões de faturamento, o que corresponde a um aumento de 11,3% em relação ao ano anterior, quando registrou R$ 597 milhões.

PUBLICIDADE

De acordo com a diretora da Regional Minas da ABF, Danyelle Van Straten, por ser considerada atividade essencial, a construção civil não foi paralisada ao longo da pandemia e isso ajudou o setor a resistir.

“De um lado temos as pessoas em casa, incomodadas com defeitos e inadequações, fazendo reparos e reformas e, de outro, uma indústria que nunca foi obrigada a parar. Então o setor de Casa e Construção continuou operando nas duas pontas e crescendo. E, sendo assim, que se interessava em investir em franquias se voltou para esse setor. Quem quer empreender, vai fazer em um segmento que possa ser aberto para o consumidor”, explica Danyelle Van Straten.

Do outro lado, setores tradicionais do mercado de franquias em Minas amargaram resultados desastrosos no Estado. “Hotelaria e Turismo” caiu 49% em faturamento. E o sempre resiliente “Alimentação” sofreu com o fechamento das operações de shopping center, caindo 13,8%. E deve sofrer ainda mais agora, com a onda roxa, que proibiu as retiradas na porta dos estabelecimentos.

“Todos os setores sofreram muito em 2020, vinha se recuperando desde outubro, mas a piora do quadro da pandemia no Brasil no início do ano pôs muita coisa a perder. Muita gente queimou as últimas reservas e manter as unidades sem poder abrir as portas é muito complicado”, lamenta.

Apesar disso, a empresária aposta em um futuro de inovação no médio prazo. Modelos móveis, enxutos e cheios de tecnologia devem marcar a retomada das franquias em Minas e no mundo, segundo ela.

“A pandemia impactou profundamente as formas de consumo e, com isso, o mercado. Já estão surgindo novos modelos de negócios, além de muito mais cuidado no atendimento. O consumidor está cada vez mais exigente e a inteligência coletiva envolvida no franchising pode dar respostas rápidas a essas demandas”, completa a diretora da Regional Minas da ABF.

Ranking

Entre as 50 maiores franquias brasileiras, a mineira melhor ranqueada é a Help! Loja de Crédito (parte do Grupo BMG), que passou do 24º para o 19º lugar (variando de 700 para 855 unidades), seguida pela Localiza Hertz, que caiu do 29º para o 30º lugar, mesmo subindo de 522 para 528 unidades (crescimento de 1%).

E ainda há muito espaço para o modelo crescer no Estado. Segundo o balanço anual da ABF, Minas concentra apenas 2% do total das unidades franqueadas em território nacional.

Ao comentar você concorda com os Termos de Uso. Os comentários não representam a opinião do portal Diário do Comércio. A responsabilidade sob qualquer informação divulgada é do autor da mensagem.

COMPARTILHE

NEWSLETTER

Fique por dentro de tudo que acontece no cenário economico do Estado

OUTROS CONTEÚDOS

PRODUZIDO EM

MINAS GERAIS

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

Comunicar erro

Identificou algo e gostaria de compartilhar com a nossa equipe?
Utilize o formulário abaixo!