COTAÇÃO DE 27/05/2022

DÓLAR COMERCIAL

COMPRA: R$4,7380

VENDA: R$4,7380

DÓLAR TURISMO

COMPRA: R$4,8300

VENDA: R$4,9460

EURO

COMPRA: R$5,0781

VENDA: R$5,0797

OURO NY

U$1.853,86

OURO BM&F (g)

R$284,80 (g)

BOVESPA

+0,05

POUPANÇA

0,6462%

OFERECIMENTO

Negócios

FDC fortalece presença e negócios no Paraguai

COMPARTILHE

Viviane Barreto, diretora de Relações Internacionais da FDC; Luís Castiglioni, ministro da Indústria e Comércio do Paraguai; Antonio Batista da Silva Júnior, presidente Executivo da FDC; e André Proença, vice-presidente da FDC.
Viviane Barreto, diretora de Relações Internacionais da FDC; Luís Castiglioni, ministro da Indústria e Comércio do Paraguai; Antonio Batista da Silva Júnior, presidente Executivo da FDC; e André Proença, vice-presidente da FDC. Crédito; Divulgação/FDC

O ministro da Indústria e Comércio do Paraguai, Luís Castiglioni, e outros representantes do país estiveram no Brasil e visitaram o campus da Fundação Dom Cabral (FDC), em São Paulo. Na pauta, a comitiva paraguaia, que foi recebida pelo presidente Executivo da FDC, Antonio Batista da Silva Junior, conversou sobre a presença da FDC no Paraguai, por meio do programa PAEX, que é destinado às empresas de médio porte.

O PAEX é uma solução proprietária da FDC que articula uma poderosa rede para apoiar a profissionalização das empresas, transferindo conhecimento e promovendo maior competitividade e crescimento sustentado. As empresas parceiras têm acesso a um modelo de gestão capaz de alinhar propósito, estratégia, inovação, impacto social e resultados no curto, médio e longo prazos. A excelência e tecnologia de ponta em gestão, a rica troca de experiência, formação de executivos e equipes de alta performance e o acompanhamento da FDC elevam os resultados com a intensidade e a velocidade que as empresas precisam.

PUBLICIDADE




“A Fundação Dom Cabral tem aumentado os negócios no Paraguai. Fizemos uma reunião com os representantes da nossa associada no país e com empresários. Estamos aumentando a nossa atuação lá com o apoio de famílias empresárias. Estamos trabalhando no desenvolvimento de soluções tanto para o setor público, quanto privado no Paraguai”, disse Viviane Barreto, diretora de Relações Internacionais da FDC.

Além do encontro no Brasil, Barreto contou que esteve recentemente em Assunção, capital do Paraguai, em uma ação conjunta com a Câmara de Comércio Paraguai-Brasil, para avaliar a possiblidade do uso compartilhado da Plataforma de Infraestrutura (PILT) da FDC, a maior plataforma de inserção de dados sobre Infraestrutura de Logística de Transporte do Brasil. “A infraestrutura é um desafio transversal para todos os setores lá no Paraguai e podemos transferir nosso conhecimento para apoiá-los nesta área. Existem muitas possibilidades de cooperação entre os países e temos sido muito bem acolhidos”.

Internacional

A Fundação Dom Cabral (FDC) é uma escola de negócios que nasceu em Minas Gerais e que oferece o que há de mais inovador por meio de Soluções Educacionais nacionais e internacionais, sustentadas por alianças estratégicas e acordos de cooperação com renomadas instituições na Europa, Estados Unidos, China, Índia, Rússia e América Latina. Essa rede de escolas permite o acesso a modernas ferramentas de gestão de negócios, troca de experiências e a geração conjunta de conhecimento. Presente há 15 anos entre as melhores escolas de negócios do mundo de acordo com o ranking do jornal britânico Financial Times, em 2020 a FDC conquistou a 9ª posição, classificada como a melhor do Brasil e da América Latina.

Estavam presentes na comitiva, além do ministro Castiglioni, a embaixadora Estefanía Laterza, diretora Nacional de Rediex; Ramiro Samaniego, vice-ministro de Indústria do Paraguai; Federico Sosa, diretor de Atração de Investimento do MIC; Jose Kim, especialista Setorial de Autopeças do MIC; Anália Burgos, encarregada de Promoção Comercial; o embaixador Luís Fernando Avalos, Cônsul Geral do Paraguai em São Paulo; Sebastian Bogado, Adido Comercial do Paraguai no Brasil; Nádia Melgarejo de Casagrande, encarregada da Seção Comercial do Consulado Geral  do Paraguai em São Paulo; o embaixador Juan Angel Delgadillo; primeiro secretário Fernando López Closs, encarregado da Seção Econômica Comercial da Embaixada do Paraguai; embaixador Raúl Cano Riccardi, vice-ministro de Relações Econômicas e Integração; e o primeiro secretário Santiago Daniel Sanchez Blasser, diretor de Comércio Exterior.

Ao comentar você concorda com os Termos de Uso. Os comentários não representam a opinião do portal Diário do Comércio. A responsabilidade sob qualquer informação divulgada é do autor da mensagem.

COMPARTILHE

NEWSLETTER

Fique por dentro de tudo que acontece no cenário economico do Estado

OUTROS CONTEÚDOS

Comunicar erro

Identificou algo e gostaria de compartilhar com a nossa equipe?
Utilize o formulário abaixo!