DÓLAR COMERCIAL

COMPRA: R$5,1220

VENDA: R$5,1230

DÓLAR TURISMO

COMPRA: R$5,1430

VENDA: R$5,2800

EURO

COMPRA: R$6,1922

VENDA: R$6,1950

OURO NY

U$1.876,87

OURO BM&F (g)

R$309,26 (g)

BOVESPA

+0,13

POUPANÇA

0,2019%

OFERECIMENTO

INFORMAÇÕES DO DOLAR

Negócios

Lojas Americanas e B2W somam operações e nasce a gigante americanas s.a.

COMPARTILHE

Crédito: Divulgação

A fusão das Lojas Americanas e da B2W foi aprovada nesta quinta-feira (10), em votação das Assembleias Gerais Extraordinárias das empresas. Com a combinação de 100% das operações, a nova companhia irá acelerar a evolução dos negócios, oferecendo a melhor plataforma de inovação tecnológica, impulsionando o engajamento e maximizando a experiência para os clientes, fornecedores, sellers, merchants, parceiros e times.

A americanas s.a. já nasce gigante, com R$ 40 bilhões em GMV (em 2020), um time de mais de 34 mil associados, uma base de 48 milhões de clientes ativos e mais de 1.700 lojas de diferentes formatos em 765 cidades. Além disso, uma plataforma digital completa que conecta compradores e vendedores, uma fintech com mais de 19 milhões de downloads e aceitação em mais de 3 milhões de estabelecimentos, somados a uma plataforma de fulfillment e logística, com capilaridade nacional e frota multimodal ecoeficiente.

PUBLICIDADE

Foi anunciado também o novo Conselho de Administração da nova companhia, que será composto pelo presidente Eduardo Saggioro Garcia, junto de Carlos Alberto da Veiga Sicupira, Claudio Moniz Barreto Garcia, Paulo Alberto Lemann, Mauro Muratório Not (independente), Sidney Victor da Costa Breyer (independente) e Vanessa Claro Lopes (independente).

O Conselho nomeou a diretoria, composta por quatro sócios com experiência em diferentes posições estratégicas nas Lojas Americanas e B2W Digital. A nova companhia será liderada por Miguel Gutierrez, diretor-presidente e diretor de relações com investidores; Anna Saicali atuará como CEO da plataforma de inovação e fintech; Timotheo Barros será o CEO da plataforma física e CFO; e Marcio Cruz atuará como CEO da plataforma digital.

Com ativos únicos como uma forte cultura de dono, histórico de inovação constante, execução eficiente e disciplina; base de 48 milhões de clientes ativos e plataformas de negócios que se potencializam para maximizar a experiência do cliente, esta estrutura robusta consiste na soma dos objetivos, compromissos e conquistas de Lojas Americanas e B2W, e se traduz no propósito de “Somar o que o mundo tem de bom para melhorar a vida das pessoas”.

Ao comentar você concorda com os Termos de Uso. Os comentários não representam a opinião do portal Diário do Comércio. A responsabilidade sob qualquer informação divulgada é do autor da mensagem.

COMPARTILHE

NEWSLETTER

Fique por dentro de tudo que acontece no cenário economico do Estado

CONTEÚDO RELACIONADO

OUTROS CONTEÚDOS

PRODUZIDO EM

MINAS GERAIS

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

Comunicar erro

Identificou algo e gostaria de compartilhar com a nossa equipe?
Utilize o formulário abaixo!