COTAÇÃO DE 26/11/2021

DÓLAR COMERCIAL

COMPRA: R$5,5950

VENDA: R$5,5960

DÓLAR TURISMO

COMPRA: R$5,6300

VENDA: R$5,7570

EURO

COMPRA: R$6,3210

VENDA: R$6,3222

OURO NY

U$1.792,60

OURO BM&F (g)

R$322,88 (g)

BOVESPA

-3,39

POUPANÇA

0,4620%

OFERECIMENTO

INFORMAÇÕES DO DOLAR

Negócios

Minas Trend: “Tecendo futuros” será o tema da 25ª edição em outubro

COMPARTILHE

Crédito: Divulgação

Belo Horizonte recebe de 22 a 25 de outubro, no Expominas, a 25ª Minas Trend, o maior salão de negócios da América Latina. O tema escolhido para a edição é “Tecendo futuros”.

A proposta é, ao apresentar as tendências, debater os caminhos a serem trilhados pela cadeia produtiva da moda.

PUBLICIDADE

“Construir o futuro significa atuar no agora. E reconhecermos que, enquanto agentes ativos, não importa se pessoa física ou jurídica, precisamos criar bases capazes de suportar as necessidades das gerações presentes e vindouras”, afirma o novo diretor-criativo do Minas Trend, Rogério Lima.

Para pensar o futuro, a criação do evento destaca o setor têxtil, fazendo do algodão o fio condutor das histórias a serem contadas sobre perspectivas para a moda. A matéria-prima é base de uma das principais cadeias produtivas do Brasil, respondendo por uma parcela significativa do PIB do País e empregando direta e indiretamente mais de 8 milhões de brasileiros, segundo a Associação Brasileira de Indústria Têxtil e de Confecção (Abit).

Atualmente, o Brasil é o maior fornecedor de algodão sustentável do mundo. Lima destaca a importância desse protagonismo brasileiro – no momento em que o insumo tem sido um dos principais expoentes na discussão sobre sustentabilidade na moda, assunto que estará em pauta no Minas Trend.

Desse modo, a direção criativa pretende tomar como referência algumas diretrizes da Agenda 2030 – um Plano de Ação da ONU que visa o desenvolvimento sustentável, trazendo à pauta da indústria questões essenciais para garantir que o segmento se fortaleça, de forma competitiva, frente às demandas e mercados globais.

Integração – A edição de abril de 2019, que apresentou as tendências da primavera/verão 2020, recebeu a participação de novos segmentos da indústria no salão de negócios – além de vestuário, bolsas e calçados, joias e bijuterias –, como o setor têxtil, o de cosméticos e o de máquinas e equipamentos.

Para o presidente do Sistema Fiemg, Flávio Roscoe, entidade realizadora do Minas Trend, a integração cada vez maior da cadeia produtiva da indústria da moda é fundamental para o atual momento do evento.

“Somente com todos os setores unidos poderemos gerar negócios e fortalecer a imagem do Estado – o que nos fará ganhar mercados dentro e fora do Brasil”, avalia.

Presente em todas as regiões do Estado, o segmento é estratégico na geração de empregos (é a segunda cadeia que mais emprega em Minas Gerais), principalmente na contratação de mulheres. Há em Minas Gerais 9.750 empresas na cadeia produtiva da indústria da moda, que emprega mais de 125 mil pessoas. O número de empresas mineiras representa 13,5% do total no País.

A programação cultural, gastronômica, de palestras e de desfiles coletivos é um enorme diferencial do Minas Trend. Para a 25ª edição, a proposta do Sistema Fiemg é ampliar essas ações, envolvendo ainda mais a cidade de Belo Horizonte e a sua população.

“A integração da sociedade com o evento criou uma nova dinâmica, uma experimentação, que pretendemos aumentar ainda mais nesta e nas próximas edições”, finaliza Roscoe. (Da Redação)

Ao comentar você concorda com os Termos de Uso. Os comentários não representam a opinião do portal Diário do Comércio. A responsabilidade sob qualquer informação divulgada é do autor da mensagem.

COMPARTILHE

NEWSLETTER

Fique por dentro de tudo que acontece no cenário economico do Estado

OUTROS CONTEÚDOS

PRODUZIDO EM

MINAS GERAIS

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

Comunicar erro

Identificou algo e gostaria de compartilhar com a nossa equipe?
Utilize o formulário abaixo!