COTAÇÃO DE 03-12-2021

DÓLAR COMERCIAL

COMPRA: R$5,6790

VENDA: R$5,6800

DÓLAR TURISMO

COMPRA: R$5,7000

VENDA: R$5,8300

EURO

COMPRA: R$6,3643

VENDA: R$6,3655

OURO NY

U$1.784,10

OURO BM&F (g)

R$321,33 (g)

BOVESPA

+0,58

POUPANÇA

0,4739%

OFERECIMENTO

INFORMAÇÕES DO DOLAR

Negócios

Mineira Zero a Oito prevê expansão de 100% em 2021

COMPARTILHE

Carolina Wischhoff já planeja abrir o capital da empresa | Crédito: Manu Antunes

Ancorada pelo crescimento exponencial dos mercados infantil e de e-commerce nos últimos anos, a startup mineira Zero a Oito projeta um crescimento de 100% em 2021 na comparação com 2020, período em que o faturamento já havia dobrado de tamanho. Se alcançado, o resultado chegará a R$ 3 milhões neste exercício. A meta para 2022 é abrir o capital da empresa.

De acordo com a CEO da Zero a Oito, Carolina Wischhoff, tamanha aposta se deve ao próprio potencial da área de atuação da empresa. Ela lembra que a Covid-19 levou 7 milhões de brasileiros a comprarem on-line pela primeira vez, apenas no primeiro semestre de 2020, ritmo que vem sendo mantido mesmo um ano e meio após a Organização Mundial da Saúde (OMS) ter declarado o cenário de pandemia – o que potencializou os negócios digitais.

PUBLICIDADE

“O e-commerce continua experimentando um boom. Cada vez mais as pessoas estão priorizando as compras on-line, especialmente as mães millennials, que são nosso público-alvo, e não têm tanto tempo para sair às compras”, afirma.

Em 2020, a Zero a Oito faturou R$ 1,5 milhão e para este ano a previsão é chegar a R$ 3 milhões. Com grande expectativa para os próximos anos, Carolina Wischhoff projeta um destaque ainda maior da empresa no mercado nacional e se prepara para atrair investidores – para isso contratou uma consultoria financeira e pretende abrir o capital da empresa.

Hoje a startup vende para todo o País, com maior foco nas regiões Sudeste e Sul e destaque para os estados de São Paulo, Minas Gerais e Rio de Janeiro. O portfólio de produtos também é expressivo e a marca conta com um mix de mais de 600 itens voltados, como o próprio nome diz, a crianças de 0 a oito anos de idade e, claro, a pais e mães.

Carolina Wischhoff ressalta que os produtos são todos desenvolvidos por parceiros da marca e divididos em coleções como “Olá Cheguei”, “Mesversário” e “Desfralde”. Ao todo, são mais de 10 mil clientes formados pelas classes A e B que gastam em média R$ 400 em compras na plataforma virtual da marca.

Ao comentar você concorda com os Termos de Uso. Os comentários não representam a opinião do portal Diário do Comércio. A responsabilidade sob qualquer informação divulgada é do autor da mensagem.

COMPARTILHE

NEWSLETTER

Fique por dentro de tudo que acontece no cenário economico do Estado

OUTROS CONTEÚDOS

PRODUZIDO EM

MINAS GERAIS

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

Comunicar erro

Identificou algo e gostaria de compartilhar com a nossa equipe?
Utilize o formulário abaixo!