COTAÇÃO DE 20/05/2022

DÓLAR COMERCIAL

COMPRA: R$4,8730

VENDA: R$4,8740

DÓLAR TURISMO

COMPRA: R$4,9500

VENDA: R$5,0570

EURO

COMPRA: R$5,1492

VENDA: R$5,1504

OURO NY

U$1.846,53

OURO BM&F (g)

R$288,58 (g)

BOVESPA

+1,39

POUPANÇA

0,6441%

OFERECIMENTO

Negócios

Nova linha de crédito oferece R$ 400 mi para PMEs

COMPARTILHE

Crédito: Marcello Casal Jr / Agência Brasil

Com o objetivo de ajudar os empreendedores em todo o Brasil, que estão enfrentando dificuldades causadas pela pandemia da Covid-19, a fintech Tomático, criada pela Captalys para ajudar no fomento das Micro, Pequenas e Médias Empresas (MPMEs), irá repassar R$ 400 milhões de uma nova linha de crédito emergencial constituída em conjunto com o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

A nova linha está disponível. Para ter acesso a esse crédito que é incentivado pelo BNDES, basta o empreendedor fazer a solicitação de forma on-line no site da fintech. A expectativa é de que sejam impactas mais de 11 mil MPMEs, em 50 diferentes setores, distribuídos em todas as regiões do Brasil, no período de 12 meses.

PUBLICIDADE




“Essa nova linha de crédito tem como diferenciais dois meses de carência, prazos mais longos para pagar, chegando em até 48 meses e as taxas são partir de 0,8% a.m. As parcelas, sempre previamente combinadas com o empreendedor, serão pagas automaticamente, de acordo com os recebimentos de cartão de crédito e débito. “Isso facilita a gestão do negócio, pois o empreendedor não vai precisará se preocupar em pagar boletos ou fazer uma transferência bancária, por exemplo”, explica o head comercial da Captalys, Renan Barreto.

“Utilizamos a tecnologia da nossa plataforma, que é 100% digital para analisar e gerar uma proposta na hora. Assim, trazemos agilidade e segurança no processo e conseguimos ofertamos a melhor opção de crédito para o empreendedor. Como é uma linha incentivada pelo BNDES, então ela será mais barata do que as encontradas no mercado, pois o objetivo é ajudar quem está precisando e impulsionar a retomada da economia”, conclui Barreto.

Chamada pública – O Captalys MPME Fundo de Investimentos em Direitos Creditórios foi um dos 12 pré-selecionados pelo BNDES na Chamada Pública para soluções inovadoras de crédito por meios alternativos para MPMEs, com investimentos de até R$ 4 bilhões, por meio de Fundos de Investimentos em Direitos Creditórios (FIDCs).

O objetivo é ajudar a diversificar as fontes de recursos para esses empreendedores e melhorar seu acesso ao crédito, com a utilização de plataformas digitais, como fintechs, sites de vendas ou sistemas de pagamentos eletrônicos (como máquinas de cartões de crédito), amplamente utilizadas por comerciantes. O BNDES recebeu, na primeira fase, um total de 73 propostas.

PUBLICIDADE




Apesar de as MPMEs serem responsáveis por quase 40% do PIB nacional, respondem por apenas 15% dos créditos ativos no Sistema Financeiro Nacional, segundo dados do Banco Central relativos a fevereiro de 2020.

Ao comentar você concorda com os Termos de Uso. Os comentários não representam a opinião do portal Diário do Comércio. A responsabilidade sob qualquer informação divulgada é do autor da mensagem.

COMPARTILHE

NEWSLETTER

Fique por dentro de tudo que acontece no cenário economico do Estado

OUTROS CONTEÚDOS

Comunicar erro

Identificou algo e gostaria de compartilhar com a nossa equipe?
Utilize o formulário abaixo!