DÓLAR COMERCIAL

COMPRA: R$5,2090

VENDA: R$5,2100

DÓLAR TURISMO

COMPRA: R$5,1800

VENDA: R$5,3600

EURO

COMPRA: R$6,0756

VENDA: R$6,0768

OURO NY

U$1.813,62

OURO BM&F (g)

R$300,00 (g)

BOVESPA

-3,08

POUPANÇA

0,2446%

OFERECIMENTO

INFORMAÇÕES DO DOLAR

Negócios

Startup Fix planeja expandir para Belo Horizonte

COMPARTILHE

Crédito: Divulgação

Depois de quatro anos de atuação com a digitalização de processos e inovação no segmento imobiliário nas cidades de São Paulo, Porto Alegre e Curitiba, a Fix, plataforma de serviços, planeja o seu processo de expansão para Belo Horizonte, visando facilitar o relacionamento entre imobiliárias e proprietários de imóveis.

A startup, que está no mercado desde 2017, tem o intuito de oferecer a sua ferramenta digital de manutenção de imóveis para as imobiliárias de maneira gratuita, com o objetivo de melhorar a experiência do cliente e otimizar processos internos com a digitalização. É um modelo ganha-ganha que potencializa o relacionamento e a satisfação de donos de imóveis e inquilinos e aumenta a rentabilidade e a competitividade da imobiliária num cenário de mercado tradicional e pulverizado.

PUBLICIDADE

De maneira prática, a Fix recebe requisições por meio de uma integração no portal das imobiliárias, onde o cliente pode enviar fotos, vídeos ou áudios relacionados ao serviço de manutenção. O chamado é avaliado conforme a responsabilidade do conserto, e recebe orçamentos de prestadores certificados da plataforma. O responsável pelo pagamento ainda pode parcelar e tem garantia de 90 dias.

“Optamos por Belo Horizonte por ser o terceiro município mais populoso da região Sudeste, segundo dados do IBGE. Além disso, com mais de 2,5 milhões de habitantes, identificados que oferecem reparos domésticos com agilidade e qualidade, facilitaria a vida dos moradores da capital”, afirma o CEO e fundador da Fix, Eduardo Basile Quadrado.

A Fix recentemente é uma das startups mais reconhecidas do mercado, recentemente, a empresa foi adquirida pelo Tempo Assist por R$ 210 milhões. Além disso, aproveitou o momento de pandemia para otimizar processos e investir em tecnologia e, durante os meses de abril e agosto de 2020, viu seu faturamento subir de R$ 490 mil para R$ 1,8 milhão. A pandemia também fez com que a plataforma registrasse, entre março e agosto de 2020, um aumento de 51% na procura de profissionais interessados em se tornar um prestador parceiro.

Hoje, a plataforma oferece mais de 15 tipos de serviços, como, por exemplo, manutenção, conserto, instalação e limpeza de aquecedores e ar condicionados, lâmpadas, LED, lustres, portas, janelas, grades de ferro, entre outros. Fundada em 2017, iniciou atendendo apenas clientes finais. Em 2019 foi quando passou a transformar seu modelo para atender o mercado imobiliário, e hoje conta com cerca de 50 mil clientes e mais de 40 imobiliárias parceiras.

“O grande diferencial da plataforma é que ela consegue ajudar as imobiliárias. Essa parceria é bacana porque o inquilino registra o problema e a Fix cuida de todo o resto: avalia de quem é a responsabilidade, registra com fotos e vídeos o antes e depois do serviço e oferece pagamento e garantia dentro da plataforma. Além disso, o serviço pode ser pago no cartão ou descontado do aluguel do inquilino. No final das contas, todos ganham”, destaca Quadrado. O aplicativo Fix está disponível para os sistemas Android e iOS.

Ao comentar você concorda com os Termos de Uso. Os comentários não representam a opinião do portal Diário do Comércio. A responsabilidade sob qualquer informação divulgada é do autor da mensagem.

COMPARTILHE

NEWSLETTER

Fique por dentro de tudo que acontece no cenário economico do Estado

CONTEÚDO RELACIONADO

OUTROS CONTEÚDOS

PRODUZIDO EM

MINAS GERAIS

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

Comunicar erro

Identificou algo e gostaria de compartilhar com a nossa equipe?
Utilize o formulário abaixo!