COTAÇÃO DE 24/09/2021

DÓLAR COMERCIAL

COMPRA: R$5,3430

VENDA: R$5,3440

DÓLAR TURISMO

COMPRA: R$5,3800

VENDA: R$5,5030

EURO

COMPRA: R$6,2581

VENDA: R$6,2594

OURO NY

U$1.750,87

OURO BM&F (g)

R$301,00 (g)

BOVESPA

-0,69

POUPANÇA

0,3012%

OFERECIMENTO

INFORMAÇÕES DO DOLAR

Agronegócio

Cafeicultores em Minas terão ajuda de governos

COMPARTILHE

O Sul de Minas, grande produtor do grão, foi novamente atingido por geada nesta semana, o que motivou reunião com presença de ministra | Crédito: Divulgação/Mapa

A ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Tereza Cristina, esteve na sexta-feira (23) em Alfenas, no Sul de Minas, para se reunir com os produtores locais de café. A região, grande produtora do grão, foi afetada esta semana por uma geada em decorrência da queda da temperatura.

Preocupados, os produtores se mobilizaram em uma reunião de emergência, da qual a ministra participou representando o governo federal. O objetivo foi verificar a situação das lavouras, ouvir os produtores para pensar em uma agenda de prioridades para atendê-los. 

PUBLICIDADE

“Quando eu recebi os relatos da geada do dia 20 de julho, eu fiquei muito preocupada. Eu sei o esforço para produzir e a frustração de perder a plantação num ano com boas previsões de valores. Viemos aqui para ver, ouvir e achar soluções em conjunto, sentarmos à mesa para identificarmos uma solução, que não será única. A geada pegou pontos diferentes e, por isso, vamos trabalhar em uma solução conjunta com o Estado de Minas Gerais, prefeitos e cooperativas“, disse a ministra ao prestar solidariedade aos produtores, também, em nome do presidente Jair Bolsonaro.

A ministra pediu para que os produtores forneçam dados detalhados sobre as perdas para ajudar na elaboração das políticas públicas necessárias para o setor. “O levantamento que será feito pelas equipes técnicas do Estado, pela nossa equipe da Conab será fundamental para se construir uma política para a região. Pedimos para os produtores que eles nos forneçam os dados corretamente, fotografem as suas lavouras neste momento e que todo mundo fique tranquilo porque juntos vamos achar um caminho para sair dessa situação de perdas que a geada nos trouxe”, destacou. 

Ela disse que o governo vai ajudar a encontrar soluções, principalmente para os pequenos produtores. “Vamos sentar com as cooperativas, com os bancos, o Ministério da Agricultura tem o Funcafé que é um dinheiro da cafeicultura. Com essa perda avaliada, vamos ver como podemos ajudar os produtores, principalmente os pequenos, que são os que têm menos recursos para se reerguer”. 

Antes da reunião, realizada no Sindicato Rural de Alfenas, a ministra e demais autoridades estaduais visitaram a lavoura de café da Fazenda Primavera para verificar de perto as perdas na produção do grão.

Laudo estadual – A secretária de Agricultura de Minas Gerais, Ana Maria Valentini, disse que o governo estadual irá fazer um levantamento da atual situação de cada lavoura atingida. “De primeira ordem, o que o Estado pode fazer é um laudo bem feito e fidedigno do que está enfrentando, o que cada produtor perdeu para saber quem sofreu mais e o que cada um irá precisar”.

O deputado federal Emidinho Madeira (PSB-MG), presidente da Frente Parlamentar do Café, reforçou a importância da organização dos produtores em cooperativas e disse que irá lutar pela renegociação dos prazos para pagamento de financiamentos.

“Os cafeicultores daqui ajudam a desenvolver outras cidades, que recebem os recursos do café indiretamente na construção de casas e comércio locais. Temos que conseguir ajudar o produtor, vamos pedir carência de um ano, dois para que os produtores possam honrar seus compromissos”.

Monitoramento – O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) disponibilizou a Plataforma de Monitoramento de possíveis Geadas no Brasil, que traz um mapa de possíveis ocorrências de geadas baseado nos dados registrados pelas Estações Meteorológicas Automáticas.

Ao clicar nos balões disponíveis no mapa, é possível capturar o dia, a temperatura e a possível ocorrência. Na tabela também são oferecidas as mesmas informações.

No mapa as informações serão agregadas com o decorrer do tempo, além disso é possível pesquisar o registro de geadas até os últimos 30 dias. (Com Mapa)

Concurso de Qualidade abre inscrições

As inscrições para o 18º Concurso de Qualidade dos Cafés de Minas Gerais já estão abertas. Os produtores interessados devem preencher a ficha de inscrição e entregar as amostras concorrentes nos escritórios da Emater-MG até o dia 10 de setembro. 

A participação é gratuita e podem concorrer produtores dos municípios mineiros com amostras de café arábica, tipo 2 para melhor, colhidas neste ano. Cada cafeicultor poderá participar do concurso em apenas uma das duas categorias: natural e cereja descascado, despolpado ou desmucilado. 

A solenidade de encerramento da premiação será em dezembro. O regulamento do concurso está disponível no site www.emater.mg.gov.br.

Na categoria café natural, o café recém-colhido é levado para secar. Já na categoria café cereja descascado, despolpado ou desmucilado, após a lavagem, há uma separação dos frutos verdes e secos dos frutos maduros. Depois, eles passam por um descascador para só depois seguirem para secagem. No caso dos cafés despolpados e desmucilados, há ainda uma fase onde o produto passa por um tanque de fermentação.

A lavoura de origem da amostra deverá ser georreferenciada e ter a cultivar identificada. As amostras devem representar fielmente o lote. O coordenador-técnico estadual de Cafeicultura da Emater-MG, Bernardino Cangussú, estima a inscrição de cerca de 1,5 mil amostras.

“Apesar da bienalidade negativa do café e dos cuidados com a colheita devido à pandemia, os produtores mineiros estão muito comprometidos em fornecer cafés de qualidade para os compradores. E os cafeicultores que participam todos os anos continuam a entrar no concurso, que ainda sempre integra novos produtores”, argumenta Bernardino. (Agência Minas)

Ao comentar você concorda com os Termos de Uso. Os comentários não representam a opinião do portal Diário do Comércio. A responsabilidade sob qualquer informação divulgada é do autor da mensagem.

COMPARTILHE

NEWSLETTER

Fique por dentro de tudo que acontece no cenário economico do Estado

OUTROS CONTEÚDOS

PRODUZIDO EM

MINAS GERAIS

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

Comunicar erro

Identificou algo e gostaria de compartilhar com a nossa equipe?
Utilize o formulário abaixo!