COTAÇÃO DE 20-01-2022

DÓLAR COMERCIAL

COMPRA: R$5,4160

VENDA: R$5,4170

DÓLAR TURISMO

COMPRA: R$5,4470

VENDA: R$5,5770

EURO

COMPRA: R$6,1450

VENDA: R$6,1478

OURO NY

U$1.837,83

OURO BM&F (g)

R$321,61 (g)

BOVESPA

+1,01

POUPANÇA

0,6340%%

OFERECIMENTO

INFORMAÇÕES DO DOLAR

Agronegócio
" "
Crédito: Pixabay

Exportação de fertilizantes

A Rússia começou a emitir licenças de exportação para fertilizantes, de acordo com a agência de notícias TASS, que citou ontem o Ministério da Indústria e Comércio do país. As exportações de fertilizantes haviam sido suspensas a partir de 1º de dezembro devido à ausência de licenças, informou a Interfax na quinta-feira passada, citando fontes não identificadas.

Produzir sem o uso de insumos

O mercado de insumos agrícolas passa por um momento de instabilidade, com o agravante cenário mundial de alta nos preços. Isso causa tensão no mercado de fertilizantes, que devido a problemas logísticos e à crise de energia na Ásia, força o produtor a buscar alternativas para continuar produzindo mais e melhor. Dessa forma, a Associação Nacional para Difusão de Adubos (ANDA) e a iniciativa Nutrientes Para a Vida (NPV) realizarão nesta quarta-feira (8), às 17h, o webinar “É viável produzir sem fertilizantes?”. O evento reforça a necessidade de informar os produtores sobre alternativas para as safras 2021/22 e 2022/23, além de buscar caminhos que possam contribuir para a maximização e qualidade da produção. Na ocasião, estarão presentes Carlos Heredia, consultor de negócios em suprimentos e fertilizantes da ANDA; Luís Prochnow, coordenador geral da Nutrientes Para a Vida; e Rafael Otto, professor da Esalq/Usp. Para participar do Webinar basta se inscrever no: www.npct.com.br/anda_npv.

Irriga Minas beneficia 704 agricultores

PUBLICIDADE




A Secretaria de Estado de Agricultura e Abastecimento (Seapa) divulgou ontem um balanço do programa  Irriga Minas, criado para a geração de trabalho e renda em áreas de vulnerabilidade social e hídrica. Neste ano, 704 produtores rurais foram beneficiados, com um kit de irrigação, em 59 municípios das regiões Norte e dos vales do Jequitinhonha, Mucuri e Rio Doce.  Os conjuntos são compostos por caixas d’água de 500 litros com tampa e itens de irrigação por gotejamento, para uma área de 500 metros quadrados, além de filtro, registro e conectores. O programa é viabilizado, em grande parte, por um convênio firmado com o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) em 2016.  A ideia é permitir a agricultores que dispõem de um pequeno espaço em suas propriedades aproveitá-lo para a subsistência, além de comercializar a produção excedente em feiras livres e outros espaços, garantindo renda extra e sustentabilidade.

Ao comentar você concorda com os Termos de Uso. Os comentários não representam a opinião do portal Diário do Comércio. A responsabilidade sob qualquer informação divulgada é do autor da mensagem.

COMPARTILHE

NEWSLETTER

Fique por dentro de tudo que acontece no cenário economico do Estado

OUTROS CONTEÚDOS

Comunicar erro

Identificou algo e gostaria de compartilhar com a nossa equipe?
Utilize o formulário abaixo!