COTAÇÃO DE 17/09/2021

DÓLAR COMERCIAL

COMPRA: R$5,2820

VENDA: R$5,2820

DÓLAR TURISMO

COMPRA: R$5,3100

VENDA: R$5,4500

EURO

COMPRA: R$6,2293

VENDA: R$6,2322

OURO NY

U$1.754,86

OURO BM&F (g)

R$298,96 (g)

BOVESPA

-2,07

POUPANÇA

0,3012%

OFERECIMENTO

INFORMAÇÕES DO DOLAR

Agronegócio Especial Agronegócio

Olhar é para o futuro do Agro e salto produtivo no País

COMPARTILHE

Crédito: Maria Teresa Leal
Ao comentar você concorda com os Termos de Uso. Os comentários não representam a opinião do portal Diário do Comércio. A responsabilidade sob qualquer informação divulgada é do autor da mensagem.

COMPARTILHE

Desde 2005 à frente do Sistema da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Minas Gerais (Sistema Faemg), Roberto Simões vem trabalhando para que a entidade siga representando e defendendo os interesses dos produtores rurais do Estado. Muitas foram as ações que geraram desenvolvimento para o setor e, nos últimos anos, foi feita uma grande revolução em busca de capacitação, assistência técnica, inovação, tecnologias e valorização dos produtores rurais.

Todo o trabalho desenvolvido tem o objetivo de profissionalizar os produtores mineiros para que eles avancem na produção sustentável, competitiva e que possam aumentar o volume para atender à demanda mundial crescente por alimentos. No ano em que a Faemg comemora 70 anos, o olhar da entidade é para o futuro do agronegócio.

PUBLICIDADE

Como o Sistema Faemg auxilia o produtor rural?

Buscamos trabalhar próximo aos nossos associados. Além de defender os interesses políticos, oferecemos treinamentos e serviços de assistência técnica, de gestão que ajudam o produtor na vida cotidiana. Sempre estamos modernizando e treinando os funcionários internos e os associados com o objetivo de estarmos preparados e avançados para enfrentar os novos desafios e a nova era, principalmente, no pós-pandemia.

O que é esperado para a nova era da produção do agronegócio?

Para a nova era esperamos um segundo salto na produção agropecuária nacional. Acredito que este salto será maior que o primeiro. Vamos enfrentar novos desafios daqui por diante, com uma nova agricultura, que eu chamaria de 5.0. Ela será conduzida pelas novas gerações. Estamos trabalhando, fortalecendo e preparando nosso Sistema. Quero levar a entidade para o grande salto na produção.

O Brasil terá condições de atender à demanda crescente por alimentos?

Esperamos que nossa produção cresça de forma substancial nos próximos anos. Na safra 2020/21, batemos o recorde de 270 milhões de toneladas de grãos e os mecanismos da ONU e da FAO preveem que o Brasil produza 640 milhões de toneladas até 2050. É praticamente três vezes o que produzimos hoje. Só iremos alcançar este volume com o uso de tecnologia, sustentabilidade e inovações.

Como Minas Gerais pode se destacar neste cenário de aumento da demanda por alimentos?

Em Minas, as tecnologias e inovações vêm sendo desenvolvidas dentro do Sistema Faemg, pelo Inaes.  Incorporamos as startups, criamos um fundo de investimento para ajudar financeiramente as startups que se projetam resolvendo problemas apontados pelos produtores. O Inaes é o nosso braço de estudos e projetos de inovação. Estamos capacitados para enfrentar os novos desafios, que serão enormes em termos do que se espera de crescimento na produção.

Quais as vantagens e desafios da produção de Minas Gerais?

Minas Gerais tem uma das produções mais sólidas pela diversificação de produtos, qualidade e volume. Seguimos nessa marcha esperando um desempenho favorável na tarefa de promover o desenvolvimento dos produtores, que na maioria são médios e pequenos. Estes produtores ficaram fora do primeiro salto da agricultura. Nós temos a tarefa imensa e difícil de juntar as forças para levar essa turma para classe média. Queremos tornar essa produção forte, tecnificada e digitalizada. Isso é importante para que se torne rentável e tenhamos o desenvolvimento e a qualidade de vida no campo.

NEWSLETTER

Fique por dentro de tudo que acontece no cenário economico do Estado

OUTROS CONTEÚDOS

PRODUZIDO EM

MINAS GERAIS

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

Comunicar erro

Identificou algo e gostaria de compartilhar com a nossa equipe?
Utilize o formulário abaixo!