A busca por uma vaga de estágio na época das férias é uma boa opção - Crédito: Fernando Frazão/Agência Brasil

No período de férias, muitos estudantes preferem viajar e renovar as suas energias para a retomada do novo ano letivo. Entretanto, existem aqueles que não querem o descanso, pelo contrário, enxergam as férias como um período de ótimas oportunidades para se aperfeiçoar com cursos livres ou para conquistar uma vaga no mercado de trabalho.

Os estágios estão disponíveis durante todo o ano, mas nos três primeiros meses, a quantidade de vagas aumenta, devido aos contratos que vencem por motivo de formatura dos estagiários. Por outro lado, quantidade de candidatos disponíveis e a concorrência diminuem.

O Centro de Integração Empresa-Escola de Minas Gerais (CIEE/MG) considera o primeiro trimestre do ano como a melhor época para os candidatos participarem dos processos seletivos referentes aos programas de Estágio oferecidos pela instituição. De acordo com Daniela Flávia Pinheiro, psicopedagoga, o CIEE/MG gera mensalmente cerca de 800 vagas de estágios. Em novembro último foram abertas 845 vagas no Estado. No mesmo mês do ano passado foram geradas 900 vagas, uma retração de 6,11%, reflexo ainda da crise econômica brasileira, mas a tendência é de lenta recuperação do mercado.

Perfil – As pequenas e médias empresas são as que mais contratam estagiários e que se beneficiam do Programa de Estágios do CIEE/MG. Isso pela simplicidade e facilidade do processo de seleção e contratação, além dos custos mais acessíveis.

O CIEE/MG atende empresas de todos os setores da economia, e de qualquer porte, órgãos públicos como a Defensoria Pública da União e o Tribunal de Justiça Militar, instituições financeiras como a Caixa e o Banco do Brasil, bem como empresas dos setores de comércio, serviços, agronegócio e indústria.  Os cursos que demandam mais ofertas de estágio são: Pedagogia, Administração, Direito, cursos ligados à Tecnologia e Engenharias (Elétrica, Mecânica, Civil, Telecomunicações, por exemplo) e Comunicação Social.

Considerações sobre o Programa Estágios

A seguir, algumas respostas para perguntas recorrentes de empresas e estagiários interessados em integrar o Programa Estágios mantido pelo CIEE/MG:

Qual é a média de remuneração dos estagiários?

A média das bolsas de estágio é em torno de um salário mínimo, para uma carga máxima de seis horas diárias. Empresas de maior porte, dependendo do tipo de contratação e da área de atuação, oferecem bolsas com valores maiores e outros benefícios. Entretanto, o estudante deve priorizar o conhecimento e a aprendizagem durante o estágio, tendo sempre em mente que a bolsa-auxílio é uma ajuda de custo em suas despesas. O objetivo primordial da atividade é a qualificação do estudante para o mercado de trabalho, oferecendo-lhe a oportunidade para que ele pratique a teoria aprendida em sala de aula em condições reais de trabalho.

O que as empresas buscam no estagiário de hoje?

A matrícula e a frequência às aulas em algum curso do Ensino médio, técnico ou da Educação Superior são pré-requisitos fundamentais. Entretanto, os diferenciais esperados pelas empresas envolvem outros cursos de qualificação ou livres, já feitos pelos candidatos, tais como informática, língua estrangeira, oratória, dentre outros. Em alguns casos, a carteira de habilitação pode fazer toda a diferença em uma seleção. Atitudes do candidato como proatividade, interesse em aprender cada vez mais, compromisso, senso de dono, pontualidade e assiduidade também são diferenciais.

Qual o viés social do estágio?

O programa estágio é uma atividade que oferece o aperfeiçoamento das habilidades práticas do estudante de forma gratuita. Por isso, o estudante é o maior beneficiado, pois tem a oportunidade de conciliar a teoria da escola com a prática assimilada na empresa.

A empresa que contrata amplia sua vantagem competitiva diante de um quadro de pessoal mais preparado e qualificado, uma vez que os estagiários trazem da escola conhecimento atualizado e o coloca em prática durante o estágio. A empresa também pode receber benefícios, inclusive financeiros, pois dependendo do regime tributário, pode deduzir o valor da bolsa-auxílio do estagiário no Imposto de Renda Pessoa Jurídica.

Quem pode contratar estagiários?

Qualquer empresa, pública ou privada, regular e registrada, independentemente do porte e do número de funcionários, bem como os profissionais liberais (Dentistas, Advogados, Administradores, Contadores, Engenheiros, dentre outros) podem contratar estagiários para setores e áreas em que o estagiário possa exercitar na prática o que aprende em teoria na escola.

Qual o papel do CIEE/MG para intermediar esta relação entre o estagiário e a empresa?

Presente em Minas Gerais há 40 anos, o CIEE/MG se dedica à inserção de estudantes na primeira oportunidade profissional. A instituição promove o elo entre a escola, as empresas e os estudantes, assegurando que a legislação seja cumprida; assessorando a empresa na seleção e contratação dos estudantes; e acompanhando o estudante durante todo o período em que ele estiver estagiando.

Os procedimentos de contratação, acompanhamento, concessão do seguro contra acidentes pessoais e repasse de benefícios, tais como a bolsa-auxílio e o auxílio-transporte, são feitos com segurança e agilidade por meio da assinatura eletrônica e outras ferramentas tecnológicas.

Para isso, a adesão do empresário é fundamental para que o estudante tenha a sua primeira oportunidade de entrada no mercado de trabalho. As vantagens são numerosas, dentre as quais se destaca a possibilidade de treinar e moldar novos talentos, de acordo com as necessidades e peculiaridades do negócio