COTAÇÃO DE 03-12-2021

DÓLAR COMERCIAL

COMPRA: R$5,6790

VENDA: R$5,6800

DÓLAR TURISMO

COMPRA: R$5,7000

VENDA: R$5,8300

EURO

COMPRA: R$6,3643

VENDA: R$6,3655

OURO NY

U$1.784,10

OURO BM&F (g)

R$321,33 (g)

BOVESPA

+0,58

POUPANÇA

0,4739%

OFERECIMENTO

INFORMAÇÕES DO DOLAR

Coronavírus

Fundação Renova apoia pequenos empreendedores atingidos pelo rompimento da barragem de Fundão

COMPARTILHE

Crédito: Divulgação

Desde que a Organização Mundial da Saúde (OMS) e o Ministério da Saúde intensificaram as recomendações pelo isolamento social para conter o avanço da pandemia de coronavírus no Brasil, micro e pequenos empreendedores foram levados a adaptar a rotina para manter os negócios em atividade.

Nos territórios que foram impactados pelo rompimento da barragem de Fundão não foi diferente. Com o apoio de programas conduzidos pela Fundação Renova, diversas ações têm sido adotadas para preservar empregos e renda na região.

PUBLICIDADE

Entre as iniciativas adotadas pela equipe técnica da área de Economia e Inovação da Fundação Renova para apoiar os microempreendedores estão a apoio no design de peças de criação para as redes sociais; mapas colaborativos em municípios atingidos (Mariana, Ipatinga, Governador Valadares e Linhares) para conectar clientes aos pequenos e médios empreendedores com serviços de delivery; divulgação de cursos on line gratuitos de parceiros no site da Fundação Renova; Implantação de 20 lojas virtuais dos comércios atingidos de Governador Valadares e 1 stand virtual do artesanato de Barra Longa  na FINCC – Feira Internacional de Negócios Criativos e Colaborativos.

A equipe técnica da área de Economia e Inovação já realizou 282 atendimentos on line, um Webinar com boas práticas de gestão e alternativas de crédito em tempos de pandemia.

Confira abaixo alguns exemplos de como os moradores dessas regiões estão enfrentando a crise.

Feira Virtual – O casal de produtores rurais Alisson Patrício de Castro Costa e Marina Ritter Waskow, de Barretos, distrito de Barra Longa, apostou em feira virtual para aumentar a renda. Depois de sentir o impacto nas vendas com as limitações impostas pela Covid-19, o casal apostou no perfil do Instagram da “Que Planta” e criou uma feira virtual para divulgar e comercializar hortaliças, legumes e frutas orgânicos.

O perfil mostra a rotina na propriedade do casal, do plantio até a colheita. “Mantivemos a atividade mesmo com a suspensão das feiras. Agora, o cliente tem a opção de buscar os produtos na propriedade, em Barra Longa, ou em Santa Bárbara, onde temos um outro espaço com foco em frutíferas. Também fazemos entregas nessas regiões, sob encomenda”, explica Alisson.

Quem opta por ir até à propriedade, pode conhecer de perto a área onde foi implantado o Sistema Agroflorestal (SAF), método que concilia tecnologias e diversidade florestal com o aumento da produção agrícola e garantia da segurança alimentar. Marina afirma que o plantio, antes voltado para subsistência, começou a ganhar fôlego comercial com as técnicas adquiridas no projeto.

“Já praticávamos a técnica antes do desastre. Mas ganhamos conhecimento suficiente para produzir em uma escala maior e comercializar os legumes e hortaliças para a região”, diz.

O casal faz parte do programa Renovando Paisagens, uma parceria entre a Fundação Renova, WRI Brasil, Centro Internacional de Pesquisa Agroflorestal (Icraf, sigla em inglês) e Fazenda Ecológica. O projeto auxilia na readequação produtiva das propriedades atingidas localizadas entre Fundão e o município de Rio Doce (MG) a partir da implantação de 25 Unidades Demonstrativas (UDs), que servem de modelo para outros produtores.

De acordo com Andreia Dias, analista de Uso Sustentável da Terra (UST) da Fundação Renova, as propriedades onde foram implantados os SAF’s já estão produzindo hortaliças, tubérculos, grãos, entre outros. “Muitas, como Alisson e Marina, estão comercializando os produtos e gerando renda extra às famílias”, afirma.

Meninas da Barra – Formado por bordadeiras de Barra Longa (MG), o grupo Meninas da Barra foi selecionado para participar da Feira Internacional de Negócios Criativos e Colaborativos Digital (FINCC) para contar como foi feita a parceria com o estilista Ronaldo Fraga. O evento, promovido pelo Sebrae Paraíba foi 100% virtual, devido ao combate à pandemia da Covid-19.

O evento online foi acompanhado por pessoas de 35 países diferentes e a apresentação das Meninas da Barra, como case de sucesso, contou com o acesso de cerca de 250 participantes. A palestra online das bordadeiras está disponível no YouTube da Fundação Renova e pode ser acessado pelo link.

As Meninas da Barra mantêm viva a antiga tradição do bordado na região, preservam os conhecimentos herdados dos colonizadores portugueses que geram renda e destaque para o trabalho feminino.

O grupo é um dos 11 projetos de artesãos locais apoiados pela Fundação Renova, por meio da Associação de Cultura Gerais (ACG). Essas iniciativas recebem consultorias, cursos de capacitação e profissionalização. O grupo também participou de outras feiras de exposição e de artesanato em municípios de Minas Gerais e do Espírito Santo e em Brasília. A parceria entre as bordadeiras e Ronaldo Fraga levou as criações das artesãs para a São Paulo Fashion Week, em 2018. Algumas das peças produzidas para o desfile, agora, fazem parte do acervo do Museu de Arte de São Paulo (Masp).

Marketing em mídias digitais – Ex-moradora de Bento Rodrigues, Joelma Aparecida de Sousa tinha um pequeno negócio de venda de doces e salgados. Em Mariana, ela já havia retomado o negócio com o fornecimento de “quentinhas” para obras de construção civil.

Com o isolamento social, as vendas caíram e, durante o período da Páscoa, surgiu a ideia de vender ovos de chocolate. Depois de receber o apoio para o desenvolvimento de um catálogo virtual, Joelma conseguiu vender 150 ovos e garantiu um faturamento de R$ 5 mil. Ela precisou contratar ajuda temporária para a embalagem dos ovos.

Formalização de MEI – Sair da informalidade e ser dono do próprio negócio é a oportunidade de ter acesso a mercados formais mais exigentes, formado por empresas maiores e que ainda mantêm suas atividades, mesmo durante a pandemia.

O programa de Economia e Inovação da Fundação Renova tem oferecido apoio para a formalização dos Microempreendedores Individuais (MEI). O apoio da Fundação Renova tem sido realizado por meio de cartilhas e vídeos informativos, além de uma equipe à disposição para auxiliar os micro e pequenos.

Além da formalização, os microempreendedores individuais podem ter acesso a benefícios como o direito à aposentadoria, auxílio doença e licença maternidade; emissão de nota fiscal; acesso à linha de crédito de bancos com condições especiais; menores tarifas e taxas de juros para financiamentos.

 

Ao comentar você concorda com os Termos de Uso. Os comentários não representam a opinião do portal Diário do Comércio. A responsabilidade sob qualquer informação divulgada é do autor da mensagem.

COMPARTILHE

NEWSLETTER

Fique por dentro de tudo que acontece no cenário economico do Estado

OUTROS CONTEÚDOS

PRODUZIDO EM

MINAS GERAIS

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

Comunicar erro

Identificou algo e gostaria de compartilhar com a nossa equipe?
Utilize o formulário abaixo!