COTAÇÃO DE 05/03/2021

DÓLAR COMERCIAL

COMPRA: R$5,6825

VENDA: R$5,6835

DÓLAR TURISMO

COMPRA: R$5,6670

VENDA: R$5,8430

EURO

COMPRA: R$6,7719

VENDA: R$6,7732

OURO NY

U$1.698,69

OURO BM&F (g)

R$310,22 (g)

BOVESPA

+2,23

POUPANÇA

0,1159%

OFERECIMENTO

INFORMAÇÕES DO DOLAR

Coronavírus

Professores da UFMG alertam sobre flexibilização

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Crédito: REUTERS/Roosevelt Cassio

Um mês a mais de medidas de distanciamento social pode adiar, em dois meses, o novo pico de infecções pelo coronavírus, evitando a sobrecarga do sistema de saúde. Essa avaliação é feita por seis professores da UFMG no artigo “Por que ainda não é o momento de flexibilizar o isolamento social em Minas Gerais – nove argumentos com embasamento científico”, publicado no domingo, dia 10.

No documento, Cláudia Regina Lindgren Alves, Cristina Gonçalves Alvim, Elaine Machado, Luana Giatti, Sandhi Maria Barreto e Unaí Tupinambás, todos docentes da Faculdade de Medicina, argumentam que, “se o número de pessoas suscetíveis ao novo coronavírus for muito grande, os casos podem ressurgir rapidamente à medida que empresas, indústrias, comércios e escolas gradualmente retomam suas atividades, aumentando, assim, o contato social”.

PUBLICIDADE

O grupo de pesquisadores afirma que a flexibilização prematura das políticas de isolamento social provoca o aumento da taxa de transmissão do vírus. Segundo eles, o R0 ou Rt – medida que indica o número de contágios que cada pessoa infectada é capaz de produzir – inferior a 1 indica que a transmissão do vírus na comunidade está diminuindo, e o Rt superior a 1 atesta que a transmissão está aumentando e pode acarretar uma segunda onda de infecções. E citam o caso da Alemanha, um país com planejamento rigoroso para reabertura, mas cujo Rt passou de 0,7 a 1 em apenas uma semana após o início da flexibilização.

Diante desse cenário de incerteza, os pesquisadores da UFMG insistem que o isolamento social ainda é a melhor prevenção contra o avanço do Covid-19. Com base nos critérios propostos pela OMS e por outros países, eles listam nove motivos pelos quais Minas Gerais ainda não apresenta condições para iniciar a flexibilização do isolamento social.

Os nove motivos:

A transmissão do vírus no Brasil ainda não está controlada;

Nosso sistema de saúde ainda não está detectando, como deveria, as pessoas com Covid-19 em Minas Gerais (“subnotificação”);

Ainda não há um planejamento para a realização de testes em amostra representativa da população;

É necessário aprimorar a sistematização e a transparência das informações relativas aos serviços de saúde (profissionais, disponibilidade de leitos, insumos de proteção individual [EPIs], respiradores);

Os protocolos com as medidas preventivas e de controle em ambientes de trabalho, espaços públicos e escolas ainda não foram amplamente divulgados e debatidos nos diversos setores da nossa sociedade;

É insuficiente ainda o investimento em campanhas que promovam o engajamento da população e conscientização para adesão às medidas preventivas;

É preciso esclarecer como será a vigilância e o controle de possíveis novos casos importados de outras cidades e estados;

A “imunidade de rebanho” não ocorrerá tão cedo;

Ainda não há suficiente alinhamento quanto à política de prevenção entre os âmbitos federal e estadual para garantir ações coordenadas e efetivas. (Da Redação)

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

NEWSLETTER

Fique por dentro de tudo que acontece no cenário economico do Estado

Ao comentar você concorda com os Termos de Uso. Os comentários não representam a opinião do portal Diário do Comércio. A responsabilidade sob qualquer informação divulgada é do autor da mensagem.

VEJA TAMBÉM

OUTROS CONTEÚDOS

PRODUZIDO EM

MINAS GERAIS

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

Comunicar erro

Identificou algo e gostaria de compartilhar com a nossa equipe?
Utilize o formulário abaixo!

FIQUE POR DENTRO DE TUDO !

Não saia antes de se cadastrar e receber nosso conteúdo por e-mail diariamente