COTAÇÃO DE 20/05/2022

DÓLAR COMERCIAL

COMPRA: R$4,8730

VENDA: R$4,8740

DÓLAR TURISMO

COMPRA: R$4,9500

VENDA: R$5,0570

EURO

COMPRA: R$5,1492

VENDA: R$5,1504

OURO NY

U$1.846,53

OURO BM&F (g)

R$288,58 (g)

BOVESPA

+1,39

POUPANÇA

0,6441%

OFERECIMENTO

Economia

Ambev já pode retomar operações em Juatuba

COMPARTILHE

Fábrica de Juatuba produz Skol, Caracu, Antarctica Sub Zero, Brahma, Serrana e Original - Créditos: Divulgação

A fábrica da Ambev em Juatuba, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, está autorizada desde ontem a retomar suas operações, após ter promovido reformas em sua estrutura.

A cervejaria estava fechada desde o último 13, após ser interditada pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) devido a problemas de estrutura e falta de higiene.

PUBLICIDADE




Entretanto, a produção não pode ser comercializada até que as análises laboratoriais feitas em 11 amostras de bebidas sejam finalizadas. Uma das amostras foi reprovada e será novamente examinada.

De acordo com informações do Mapa, até que todas as análises sejam concluídas, a produção terá que ser estocada. Produtos com prazo de validade reduzido tiveram que ser destruídos.

Os exames nas amostras recolhidas no local estão sendo feitos pela unidade do Laboratório Federal de Defesa Agropecuária do Ministério da Agricultura, em Jundiaí (SP).

A tradicional fábrica em Juatuba foi interditada no último dia 13 por problemas nas instalações, como mofo nas paredes, piso e vidros quebrados, telhado com sujeira e presença de pássaros no interior da unidade.

PUBLICIDADE




A suspensão das atividades foi determinada pelo Serviço de Inspeção de Produtos de Origem Vegetal (Sipov) da Superintendência Federal de Agricultura de Minas Gerais.

Na última segunda-feira, os fiscais do Mapa fizeram nova vistoria na fábrica e comprovaram que problemas nas instalações foram resolvidos com reparos nos pisos, paredes, colocação de telas para evitar a entrada de pássaros, limpeza e conserto no telhado.

Foi acertado com representantes da empresa que devem ser feitas mudanças estruturais nas tubulações, fiação elétrica, entre outras, no prazo de até 120 dias. Caso os ajustes não tenham sido realizados nesse prazo, a unidade poderá ser novamente interditada.

Na ocasião da interdição, a Ambev afirmou que as questões que levaram à suspensão das atividades na cervejaria não têm qualquer relação com a qualidade das bebidas produzidas e que não há risco de desabastecimento do mercado local.

Na fábrica da Ambev em Juatuba são produzidas cervejas e chopp das marcas Skol, Caracu, Antarctica Sub Zero, Brahma, Serrana e Original. O prédio é da década de 70, sendo que no local trabalham cerca de 300 funcionários.

Em Minas, além da unidade em Juatuba, a Ambev mantém fábricas em Uberlândia (Triângulo), Contagem (RMBH) e Sete Lagoas (região Central).

Até o horário do fechamento a Ambev, que foi procurada pela reportagem, não se pronunciou.

Ao comentar você concorda com os Termos de Uso. Os comentários não representam a opinião do portal Diário do Comércio. A responsabilidade sob qualquer informação divulgada é do autor da mensagem.

COMPARTILHE

NEWSLETTER

Fique por dentro de tudo que acontece no cenário economico do Estado

OUTROS CONTEÚDOS

Comunicar erro

Identificou algo e gostaria de compartilhar com a nossa equipe?
Utilize o formulário abaixo!