COTAÇÃO DE 26/11/2021

DÓLAR COMERCIAL

COMPRA: R$5,5950

VENDA: R$5,5960

DÓLAR TURISMO

COMPRA: R$5,6300

VENDA: R$5,7570

EURO

COMPRA: R$6,3210

VENDA: R$6,3222

OURO NY

U$1.792,60

OURO BM&F (g)

R$322,88 (g)

BOVESPA

-3,39

POUPANÇA

0,4620%

OFERECIMENTO

INFORMAÇÕES DO DOLAR

Economia

Faturamento do setor em Minas recua 3,3% em março

COMPARTILHE

Crédito: Alisson J. Silva/Arquivo DC

Assim como o setor de bens de capital nacional, a atividade em Minas Gerais registrou queda no faturamento de março sobre a mesma época de 2018. De acordo com a Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (Abimaq), no País, a baixa da receita líquida do terceiro mês deste ano foi de 2,1%, enquanto no Estado chegou a 3,3%, sempre em relação a igual período do ano anterior.

Mesmo assim, segundo a entidade, em ambos os casos, o desempenho do primeiro trimestre de 2019 se manteve positivo. Em âmbito nacional, o setor acumulou alta de 6% sobre os três primeiros meses do exercício passado e, em Minas, ela chegou a 4% em relação a igual época de 2018.

PUBLICIDADE

“Embora os números estejam positivos no acumulado do ano, não necessariamente representam a realidade do setor de máquinas e equipamentos. Há algum tempo, já vimos observando uma oscilação grande nos resultados, de maneira que já não nos permite qualquer certeza sobre os próximos meses”, ponderou o membro do Conselho da Abimaq, Marcelo Veneroso.

De qualquer maneira, conforme o dirigente, o setor segue otimista em relação ao exercício e mantém a projeção de crescimento entre 5% e 10% tanto em nível nacional quanto estadual para o encerramento de 2019.

“Estamos na expectativa da aprovação da reforma da Previdência e demais ações a serem tomadas pelo governo federal. Uma vez realizadas, essas medidas destravarão a economia e poderemos crescer até acima dos índices projetados inicialmente”, completou.

Além disso, Veneroso disse que os representantes do setor de bens de capital estão ansiosos para o pacote de medidas que o governo federal promete lançar para incentivar a economia do País. “Não sabemos, ao certo, o que virá, mas esperamos que ajude enquanto a reforma não é aprovada”, completou.

Exportações – Sobre o desempenho do setor em Minas Gerais, o balanço da Abimaq mostrou que, em março, o movimento das exportações de máquinas e equipamentos no Estado em relação a fevereiro e ao mesmo período do ano passado foi de alta de 11% e 1,3%, respectivamente.

Já o nível de utilização da capacidade instalada continua em queda, com baixas de 0,6% em março sobre fevereiro e 3% em relação ao mesmo mês do ano passado. E o número de pessoas empregadas se manteve praticamente na mesma média em relação aos dois períodos analisados.

Ao comentar você concorda com os Termos de Uso. Os comentários não representam a opinião do portal Diário do Comércio. A responsabilidade sob qualquer informação divulgada é do autor da mensagem.

COMPARTILHE

NEWSLETTER

Fique por dentro de tudo que acontece no cenário economico do Estado

OUTROS CONTEÚDOS

PRODUZIDO EM

MINAS GERAIS

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

Comunicar erro

Identificou algo e gostaria de compartilhar com a nossa equipe?
Utilize o formulário abaixo!