COTAÇÃO DE 16 A 18/10/2021

DÓLAR COMERCIAL

COMPRA: R$5,4540

VENDA: R$5,4540

DÓLAR TURISMO

COMPRA: R$5,4700

VENDA: R$5,6130

EURO

COMPRA: R$6,3181

VENDA: R$6,3210

OURO NY

U$1.767,23

OURO BM&F (g)

R$309,68 (g)

BOVESPA

+1,29

POUPANÇA

0,3575%

OFERECIMENTO

INFORMAÇÕES DO DOLAR

Economia

Financiamento do BNB para MPEs de MG aumenta 67,6%

COMPARTILHE

Crédito: Divulgação

Os financiamentos realizados pelo Banco do Nordeste (BNB) a micro e pequenas empresas (MPEs) no Norte de Minas, Vale do Jequitinhonha e Vale do Mucuri – regiões do Estado atendidas pela instituição – chegaram a R$ 62,6 milhões até maio deste ano, com alta de 67,6% em relação a igual período de 2018. A projeção inicial era de que Minas recebesse, em 2019, cerca de R$ 140 milhões para esse tipo de empréstimo, mas o número foi revisado para cima, devendo chegar a pelo menos R$ 150 milhões. No total, em todo o País, os contratos do banco para as MPEs atingiram R$ 1,4 bilhão, com incremento de 68,5%.

De acordo com o balanço do BNB, o número de operações realizadas em Minas este ano, até maio, foi de 969, com elevação de 58,6% na relação com o mesmo período anterior. O segmento de comércio e serviços vem se destacando como o maior demandador de financiamentos.

PUBLICIDADE

Entre as modalidades de crédito destinadas às MPEs, a principal destina-se a investimentos para ampliação de instalações, aquisição de máquinas e equipamentos, modernização dos pontos comerciais, entre outros. Outro destaque é o crédito para capital de giro, com linha especial voltada à reposição e ampliação de estoques.

O incremento nas operações voltadas às MPEs, mesmo no cenário de lenta recuperação econômica, é atribuído às características das micro e pequenas empresas, que demonstram maior flexibilidade para atender a novos nichos de mercado, alcançando uma clientela mais diversificada.

“O que parece mais evidente é que as micro e pequenas empresas têm pouca capacidade ociosa e revelam maior confiança na recuperação da economia”, informa o banco.

Outro destaque das MPEs é que tais empresas são responsáveis por grande parte da geração de empregos. Como a maior parte dos empréstimos do BNB é de longo prazo, o impacto da operação na criação de emprego só é conhecido após alguns anos. A estimativa, no geral, é que para cada R$ 1 milhão de financiamento com recursos do Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste (FNE) são criados cerca de 10 empregos diretos.

Operações – Ao todo – levando-se em consideração empresas do Nordeste do País, de Minas (Norte e Vales do Jequitinhonha e Mucuri) e do Espírito Santo –, foram contratadas 17,2 mil operações de crédito este ano (até maio), 37,4% a mais do que em igual período do ano passado. As aplicações são feitas com o FNE e Recursos Internos (Recin).

Há previsão de que, neste ano, o BNB injete R$ 3,4 bilhões com recursos do FNE e Recin no segmento. Em 2018, foram aplicados R$ 2,9 bilhões em operações voltadas para micro e pequenas empresas.

Para alcançar o incremento, uma das ações é o acordo de cooperação com a Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), que facilita o acesso de MPEs ao crédito de curto e de longo prazos. A parceria é considerada fundamental para a divulgação dos produtos e serviços, contribuindo para que um maior número de empresas seja alcançado. O BNB conta com carteira ativa de aproximadamente 194 mil micro e pequenas empresas.

Ao comentar você concorda com os Termos de Uso. Os comentários não representam a opinião do portal Diário do Comércio. A responsabilidade sob qualquer informação divulgada é do autor da mensagem.

COMPARTILHE

NEWSLETTER

Fique por dentro de tudo que acontece no cenário economico do Estado

OUTROS CONTEÚDOS

PRODUZIDO EM

MINAS GERAIS

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

Comunicar erro

Identificou algo e gostaria de compartilhar com a nossa equipe?
Utilize o formulário abaixo!