Crédito: Alisson J. Silva / Arquivo DC

Rio e São Paulo – O setor de serviços brasileiro continuou registrando perdas em maio, devido às medidas de restrição contra o Covid-19 que fecharam empresas, contrariando expectativas de crescimento, mas a queda desacelerou ante abril.

O volume de serviços registrou queda de 0,9% em maio na comparação com abril, segundo dados divulgados na sexta-feira (10) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Nos quatro meses seguidos de retração, o setor de serviços acumula perda de 19,7%.

“Temos um aprofundamento dos efeitos da pandemia sobre o setor de serviços, uma vez que foi uma queda em cima de uma queda histórica”, disse o gerente da pesquisa, Rodrigo Lobo. “Não podemos confundir a queda menor em maio do que em abril com uma reação.”

Na comparação com maio de 2019, o setor apresentou recuo de 19,5%. (Reuters)