DÓLAR COMERCIAL

COMPRA: R$4,9160

VENDA: R$4,9170

DÓLAR TURISMO

COMPRA: R$5,0000

VENDA: R$5,0980

EURO

COMPRA: R$5,2070

VENDA: R$5,2096

OURO NY

U$1.842,24

OURO BM&F (g)

R$291,42 (g)

BOVESPA

+0,71

POUPANÇA

0,6697%

OFERECIMENTO

Economia Economia-destaque

Guedes faz apelo por cooperação internacional na área ambiental em cúpula da OCDE

COMPARTILHE

Crédito: REUTERS/Adriano Machado

Brasília – O ministro da Economia, Paulo Guedes, fez nesta segunda-feira (13) um apelo por cooperação internacional na área ambiental, afirmando que o Brasil precisa de apoio e compreensão no seu esforço de fiscalizar a preservação dos seus recursos naturais.

Em discurso na sessão de abertura de cúpula ministerial da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) com países da América Latina e Caribe, Guedes disse que o Brasil é um dos países que melhor defendem seus recursos naturais e sabe respeitar o meio-ambiente e os povos indígenas, mas argumentou que o território é grande e que o governo precisa de apoio para atuar “da melhor forma possível”.

PUBLICIDADE




Ao mesmo tempo em que pediu apoio, o ministro disse que o país não aceitará “falsas narrativas” sobre sua atuação na área ambiental, frisando que há interesses protecionistas por trás de acusações ao Brasil nessa questão. Guedes também afirmou que o país não abrirá mão de sua soberania na região amazônica.

“Queremos ajuda, mas não aceitamos falsas narrativas sobre o que aconteceu no Brasil” nos últimos anos, disse o ministro.

Guedes afirmou ainda que o país quer ampliar sua integração internacional, inclusive no âmbito regional. Depois de fechar um acordo Mercosul-União Europeia, o Brasil está empenhado em ser aceito como membro da OCDE e também negocia acordos com Coreia, Japão e Efta (que reúne Suíça, Noruega, Islândia e Liechtenstein), afirmou.

Ao falar sobre a ação do governo em meio à crise da pandemia do Covid-19, Guedes disse que o governo está decidido a ampliar a base dos beneficiados por programas de assistência social, e quer conectar essas políticas com o mercado de trabalho. (Reuters) 

Ao comentar você concorda com os Termos de Uso. Os comentários não representam a opinião do portal Diário do Comércio. A responsabilidade sob qualquer informação divulgada é do autor da mensagem.

COMPARTILHE

NEWSLETTER

Fique por dentro de tudo que acontece no cenário economico do Estado

OUTROS CONTEÚDOS

Comunicar erro

Identificou algo e gostaria de compartilhar com a nossa equipe?
Utilize o formulário abaixo!