Crédito: Paulo Whitaker/Reuters

São Paulo – A Mercedes-Benz anunciou na sexta-feira (3) que decidiu ampliar em cerca de uma semana o retorno de suas atividades no Brasil, paradas desde 23 de março por causa das medidas de quarentena para adotadas para frear o coronavírus no País.

Uma das plantas da montadora alemã está instalada em Juiz de Fora, na Zona da Mata mineira.

A companhia, que fabrica no Brasil carros de luxo e chassis de caminhões e ônibus, postergou o período de retorno das atividades de 22 de abril para 4 de maio.

Em comunicado à imprensa, o grupo alemão afirmou que vai iniciar negociações com sindicatos para encontrar “alternativas de gestão de mão de obra para ajustar custos à atual realidade” do mercado.

Na quinta-feira (2), a associação de concessionários de veículos, Fenabrave, reportou uma queda de 15% na venda de caminhões novos no Brasil em março sobre um ano antes. As vendas de ônibus desabaram 34%. (Reuters)