COTAÇÃO DE 23 A 25/10/2021

DÓLAR COMERCIAL

COMPRA: R$5,6270

VENDA: R$5,6270

DÓLAR TURISMO

COMPRA: R$5,6730

VENDA: R$5,8030

EURO

COMPRA: R$5,6730

VENDA: R$5,6750

OURO NY

U$1.792,47

OURO BM&F (g)

R$327,87 (g)

BOVESPA

-1,34

POUPANÇA

0,3575%

OFERECIMENTO

INFORMAÇÕES DO DOLAR

Economia

Produção da Vale sobe 30% em MG

COMPARTILHE

O bom desempenho de Brucutu impulsionou a produção de minério de ferro da Vale no Estado | Crédito: REUTERS/Washington Alves

Em Minas Gerais, ao longo do primeiro semestre de 2021, a produção de minério de ferro da Vale S.A. atingiu 56,7 milhões de toneladas. O volume alcançado representou um aumento de 30,02% frente ao registrado no mesmo intervalo do ano passado, quando o total produzido pela companhia no Estado chegou a 43,6 milhões de toneladas. 

Somente no segundo trimestre de 2021, a produção da Vale, em Minas Gerais, avançou 28,6% frente a igual trimestre de 2020, atingindo um volume de 31,5 milhões de toneladas de minério. A produção também ficou 24,8% maior quando comparada ao primeiro trimestre do ano atual, quando o volume chegou a 25,2 milhões de toneladas do insumo siderúrgico. 

PUBLICIDADE

Considerando os dados do Sistema Sudeste, cuja produção no primeiro semestre chegou a 31,58 milhões de toneladas, a Vale registrou aumento de 28,9% frente a igual semestre de 2020, quando a produção do insumo siderúrgico ficou em 24,5 milhões de toneladas. 

Avaliando apenas o segundo trimestre, o incremento produtivo chegou a 42% se comparado com igual trimestre de 2020 e ficou 33,5% maior frente ao primeiro trimestre do ano atual. Entre abril e junho de 2021, a produção no Sistema Sudeste – que inclui as minas de Itabira, Minas Centrais e Mariana – chegou a 18,05 milhões de toneladas de minério.

Conforme as informações divulgadas no relatório “Produção e vendas da Vale”, a companhia atribui o “sólido desempenho do Sistema Sudeste ao aumento da produção de sinter feed com alta sílica em Brucutu a partir do processamento a seco, aproveitando assim o forte mercado de minério de ferro com um ambiente de preço sólido”.

O incremento também é resultado da maior produtividade no Complexo de Itabira, alcançada com a reavaliação das soluções temporárias de gerenciamento de rejeitos. Outro fator é o melhor desempenho no site de Timbopeba, a partir do comissionamento das três linhas adicionais de processamento a úmido durante o mês de março, apesar da paralisação de nove dias devido à interdição da barragem do Xingu na operação ferroviária da EFVM.

De acordo com a Vale, em conformidade com o termo de interdição elaborado pela Superintendência Regional do Trabalho (SRT), o acesso dos trabalhadores e a circulação de veículos à zona de inundação da barragem do Xingu, localizada em Mariana, incluindo a ferrovia EFVM, foi suspensa, impactando temporariamente as operações nos sites de Timbopeba e Alegria. A fim de garantir a estabilidade operacional desses sites, a Vale implementou uma operação de trem não tripulado cobrindo um trecho de 16 quilômetros para escoar a produção do site de Timbopeba e aumentou a disponibilidade de ROM da mina de Alegria.

Para o futuro, em relação à mina de Brucutu, a Vale pretende no primeiro trimestre de 2022 começar as atividades das plantas de filtragem de rejeitos e de empilhamento a seco. Para o segundo semestre de 2022 está previsto o início da barragem de Torto, aumentando a capacidade do site para 28 milhões de toneladas por ano, após conclusão das obras adicionais. O início foi revisto devido ao prazo requerido para receber as autorizações após a identificação de obras adicionais necessárias para aumentar o fator de segurança. Anteriormente, o início da operação era esperado para o último trimestre deste ano.

Já no Sistema Sul, que compreende as minas de Paraopeba e Vargem Grande, a Vale produziu 25,1 milhões de toneladas do insumo siderúrgico entre janeiro e junho de 2021, volume 31,5% a mais quando comparado com as 19,1 milhões de toneladas produzidas em iguais meses de 2020.

Nas minas de Paraopeba e Vargem Grande, a produção de minério de ferro no segundo trimestre do ano atual somou 13,4 milhões de toneladas, representando um incremento de 14,8% frente ao primeiro trimestre (11,7 milhões de toneladas) e de 14,2% frente ao mesmo período de 2020, quando o volume gerado foi de 11,76 milhões de toneladas.

“No Sistema Sul, o desempenho operacional no segundo trimestre de 2021 pode ser atribuído em grande parte a maiores compras de terceiros, a produção em fábrica por processamento úmido durante os testes para retomar as operações da planta de beneficiamento e a maior produção das minas de Abóboras e Capitão do Mato, localizadas no complexo de Vargem Grande, como esperado no plano de lavra”, explicou em comunicado a Vale.

Brasil

Em nível nacional, a produção de minério de ferro da Vale somou 75,6 milhões de toneladas no segundo trimestre. Volume que cresceu 11,3% frente ao primeiro trimestre (68 milhões de toneladas) e 12% quando comparado com igual trimestre de 2020 (67,5 milhões de toneladas). 

Com o resultado positivo no segundo trimestre, no acumulado de janeiro a junho, a produção da Vale ficou em 143,7 milhões de toneladas, superando em 13% o primeiro semestre de 2020, quando foram geradas 127,2 milhões de toneladas de minério de ferro.

“A Vale S.A. (“Vale”) completou mais um trimestre de aumento da produção de minério de ferro e atingiu a capacidade atual de 330 milhões de toneladas por ano (mtpa), que, se sustentada, poderá permitir uma produção média de 1 milhão de toneladas por dia no segundo semestre de 2021, devido à sazonalidade favorável das condições climáticas do período”.

Ao comentar você concorda com os Termos de Uso. Os comentários não representam a opinião do portal Diário do Comércio. A responsabilidade sob qualquer informação divulgada é do autor da mensagem.

COMPARTILHE

NEWSLETTER

Fique por dentro de tudo que acontece no cenário economico do Estado

OUTROS CONTEÚDOS

PRODUZIDO EM

MINAS GERAIS

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

Comunicar erro

Identificou algo e gostaria de compartilhar com a nossa equipe?
Utilize o formulário abaixo!