COTAÇÃO DE 04/03/2021

DÓLAR COMERCIAL

COMPRA: R$5,6572

VENDA: R$5,6582

DÓLAR TURISMO

COMPRA: R$5,5600

VENDA: R$5,8300

EURO

COMPRA: R$6,7415

VENDA: R$6,7445

OURO NY

U$1.698,79

OURO BM&F (g)

R$309,40 (g)

BOVESPA

+1,35

POUPANÇA

0,1159%%

OFERECIMENTO

INFORMAÇÕES DO DOLAR

Economia

Sicredi deve investir R$ 50 milhões em MG para abrir 50 agências

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Cooperativa de crédito deve abrir duas agências na Capital em 2019 - Crédito: Sicredi/Alfenas/ Divulgação

Dentro de um planejamento que prevê presença em todos os estados do País, o Sistema de Crédito Cooperativo (Sicredi), com sede no Rio Grande do Sul, reforçou este ano sua expansão em Minas. O sistema deve implantar, até 2020, 50 agências em Minas, com investimento previsto de R$ 50 milhões e geração de 400 empregos. No total, já são 11 agências em funcionamento, sendo que esse número deve chegar a 20 até o final deste ano. Vice-presidente do Sicredi, Márcio Port esteve ontem em Belo Horizonte e informou que, mesmo após o ano que vem, a intenção do grupo é que sejam criadas em Minas, por ano, cerca de 20 agências.

A última inauguração aconteceu em Uberlândia, no Triângulo Mineiro, na segunda-feira (27). Na capital mineira, a previsão é que sejam abertas duas agências até o final deste ano, sendo que uma delas na avenida Getúlio Vargas, na Savassi, região Centro-Sul, deve estar funcionando até julho. A projeção dos valores de empréstimos a serem ofertados pela Sicredi em Minas até 2020 ainda não foi fechado, o que só deve ocorrer em outubro.

PUBLICIDADE

Em Minas, este ano, o Sicredi inaugurou unidades em Pimenta, Boa Esperança, Alfenas, Itajubá, Andradas, Conselheiro Lafaiete e Uberlândia. Em 2018 já tinham sido abertas unidades em Lavras, que conta com duas agências, Ingaí e Luminárias. Além de Belo Horizonte, as próximas cidades a contarem com o sistema devem ser Piumhi, Patos de Minas, Santa Rita do Sapucaí, Itabirito e Sete Lagoas.

Port explica que o atual momento de lenta recuperação da economia não impede a expansão do Sicredi, que vem priorizando a atuação em cidades onde há lacunas de oferta de serviços pelo sistema financeiro convencional. Segundo ele, tanto as incertezas econômicas quanto o avanço tecnológico tem levado bancos a reduzirem agências. Esse cenário acaba gerando oportunidade de atuação para as cooperativas.

Além disso, a expansão das cooperativas está dentro do contexto nacional e vem sendo amparada pelo Banco Central, que tem entre suas pautas a desconcentração do sistema financeiro. Márcio Port explica que, atualmente, o cooperativismo de crédito ocupa cerca de 6% do total de serviços financeiros do País, havendo amplo espaço para ampliação. Ele cita que na França, por exemplo, esse índice chega a 60%.

As cooperativas de crédito vinculadas ao Sicred são de livre admissão, ou seja, são abertas a qualquer pessoa física e a pessoa jurídica, principalmente micro, pequenas e médias empresas. O sistema oferece produtos como seguros, consórcios, crédito rural, crédito imobiliário, poupança, fundos de investimentos. Nesse modelo, os clientes são sócios que participam das decisões e resultados.

A cooperativa também vem avançando nas novas tecnologias, oferecendo a alternativa de atendimento online. Além disso, mesmo quem mora em cidades onde não há agência Sicredi pode ser cliente da cooperativa por meio do aplicativo Woop. A plataforma conta com 39 mil clientes em todo o País, sendo 1.862 em Minas. Os saques podem ser feitos em caixas 24 horas.

Rural e urbano – Considerada a primeira instituição financeira cooperativa do Brasil, o Sicredi foi criado há 117 anos, ligado à agricultura familiar. A vocação para o agronegócio foi mantida: da carteira de crédito da Sicredi, cerca de 50% são para empréstimos rurais e a outra metade vai para produtos de perfil urbano.

O Sicredi é um sistema formado por 114 cooperativas e está presente em 22 estados e no Distrito Federal, contando com 4 milhões de associados. Em 201 cidades, o Sicredi é a única instituição financeira presente. Entre os municípios atendidos, 87% têm menos de 100 mil habitantes.

Em 2018, a carteira de crédito chegou a R$ 56,1 bilhões, valor 27,7% superior ao de 2017. O resultado líquido atingiu R$ 2,7 bilhões no ano passado, com crescimento de 15% em relação a 2017 (R$ 2,38 bilhões). Os resultados distribuídos aos associados em 2018 foram da ordem de R$ 916 milhões. O patrimônio líquido é de R$ 16 bilhões.

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

NEWSLETTER

Fique por dentro de tudo que acontece no cenário economico do Estado

Ao comentar você concorda com os Termos de Uso. Os comentários não representam a opinião do portal Diário do Comércio. A responsabilidade sob qualquer informação divulgada é do autor da mensagem.

VEJA TAMBÉM

OUTROS CONTEÚDOS

PRODUZIDO EM

MINAS GERAIS

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

Comunicar erro

Identificou algo e gostaria de compartilhar com a nossa equipe?
Utilize o formulário abaixo!

FIQUE POR DENTRO DE TUDO !

Não saia antes de se cadastrar e receber nosso conteúdo por e-mail diariamente