COTAÇÃO DE 23 A 25/10/2021

DÓLAR COMERCIAL

COMPRA: R$5,6270

VENDA: R$5,6270

DÓLAR TURISMO

COMPRA: R$5,6730

VENDA: R$5,8030

EURO

COMPRA: R$5,6730

VENDA: R$5,6750

OURO NY

U$1.792,47

OURO BM&F (g)

R$327,87 (g)

BOVESPA

-1,34

POUPANÇA

0,3575%

OFERECIMENTO

INFORMAÇÕES DO DOLAR

Economia Economia-destaque

Tribunal de Contas recebe o projeto de concessão da BR-381 e da BR-262

COMPARTILHE

Crédito: Divulgação

O Ministério da Infraestrutura enviou ontem ao Tribunal de Contas da União (TCU) o projeto de concessão da BR-381 e da BR-262, entre os estados de Minas Gerais e Espírito Santo, totalizando 686,1 quilômetros de extensão.

Ficará a cargo do órgão, agora, analisar o conteúdo. Caso não existam quaisquer restrições a respeito, o edital deverá ser publicado ainda no fim deste ano. As expectativas são de que a licitação ocorra até  março de 2021. O contrato terá uma duração de 30 anos.

PUBLICIDADE

Segundo informações da assessoria especial de comunicação do Ministério da Infraestrutura, estão previstos investimentos de aproximadamente R$ 7,7 bilhões.

Já os custos de operação são da ordem de R$ 6,9 bilhões e serão destinados à conservação, manutenção, infraestrutura e recuperação, implantação de melhorias, operação e ampliação da capacidade do sistema rodoviário.

Entre as obras que deverão ser realizadas pela empresa escolhida há o destaque para 590 quilômetros de duplicação, 131 km de vias marginais, 138 km de faixas adicionais, 50 passarelas e 108 paradas de ônibus, entre outros.

O ganhador do leilão será quem oferecer o menor valor de tarifa de pedágio com o maior valor de outorga fixa. A previsão de tarifas é de R$ 0,12/km para pista simples e de 0,16/km para pista dupla.

O Ministério da Infraestrutura também informou que usuários frequentes, aqueles que percorrem o mesmo trajeto entre municípios próximos com assiduidade, terão descontos. Outro desconto será o de 5% para aqueles que escolherem o pagamento automático com identificação pelo TAG eletrônico no meio de locomoção.

Relevância – A pasta lembra que o sistema tem muita importância, uma vez que liga os dois estados e permite o escoamento de diversos produtos, desde os agrícolas até os de mineração.

Defensor da concessão, o senador Carlos Viana (PSD-MG) comemorou mais esse passo para o andamento do projeto. Em entrevista ao DIÁRIO DO COMÉRCIO, inclusive, o senador já havia dito que há perspectivas de que a BR-381 se torne muito atrativa para o capital estrangeiro. Dois grupos, aliás, já estariam interessados, um chinês e outro dos Emirados Árabes.

“Agora com o edital entregue ao TCU, que prevê a concessão da BR-381 e também da 262 entre João Monlevade e a BR 101 no Espírito Santo, nós damos mais um passo em direção à duplicação da rodovia e uma viagem mais segura para os mineiros e aqueles de outros estados que passam pela rodovia”, afirma.

O senador se diz muito satisfeito. “Quero dar os parabéns ao ministro Tarcísio Freitas e dizer que o trabalho nosso como senador e também da bancada de deputados interessada no assunto estão agora dando resultado e uma boa notícia para o progresso da mobilidade em Minas Gerais”, afirmou.

Vale lembrar que, no ano passado, foi anunciado investimentos de R$ 117 milhões por parte do governo federal na BR-381.

Ao comentar você concorda com os Termos de Uso. Os comentários não representam a opinião do portal Diário do Comércio. A responsabilidade sob qualquer informação divulgada é do autor da mensagem.

COMPARTILHE

NEWSLETTER

Fique por dentro de tudo que acontece no cenário economico do Estado

OUTROS CONTEÚDOS

PRODUZIDO EM

MINAS GERAIS

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

Comunicar erro

Identificou algo e gostaria de compartilhar com a nossa equipe?
Utilize o formulário abaixo!