COTAÇÃO DE 14/05/2021

DÓLAR COMERCIAL

COMPRA: R$5,2710

VENDA: R$5,2710

DÓLAR TURISMO

COMPRA: R$5,2700

VENDA: R$5,4330

EURO

COMPRA: R$6,3961

VENDA: R$6,3990

OURO NY

U$1.843,90

OURO BM&F (g)

R$311,62 (g)

BOVESPA

+0,97

POUPANÇA

0,2019%

OFERECIMENTO

INFORMAÇÕES DO DOLAR

A Prefeitura de Uberaba planeja instalar painéis de energia solar nos prédios públicos (José Cruz/Agência Brasil)

A Prefeitura de Uberaba, no Triângulo Mineiro, estuda a elaboração de uma parceria público-privada (PPP) para viabilizar o fornecimento de energia fotovoltaica em todos os prédios públicos da cidade. O assessor estratégico de assuntos regionais da prefeitura, Glauber Faquineli, informou ontem que a medida pode garantir economia de 10% a 15% na conta de energia do município. “O modelo deve prever fornecimento de energia mais eficiente e de menor custo”, resume.

De acordo com a prefeitura, o projeto será elaborado pela Innova Energy, que tem sede em Uberaba. A empresa também está à frente do projeto privado da primeira usina fotovoltaica da cidade, que deve entrar em operação no primeiro semestre de 2019 e tem investimento total de R$ 22 milhões.

PUBLICIDADE

A Innova Energy protocolou junto ao município a solicitação de um procedimento de manifestação de interesse (PMI) para apresentar a proposta sobre a viabilidade de eficiência energética, visando à produção de energia solar. Segundo Faquineli, o Comitê Gestor já analisou e aprovou a solicitação. A empresa se comprometeu a entregar o projeto em até 180 dias.

Com a proposta em mãos, a prefeitura irá analisar a viabilidade de seguir em frente com a PPP. Faquineli ressalta que o projeto não terá custos para a prefeitura. No caso de a parceria ser efetivada, a empresa ganhadora da licitação arca com os custos do estudo.

Faquineli não informou o valor das despesas totais da prefeitura com a conta de energia elétrica, mas ressalta que é um custo alto. Entre os serviços com alta demanda estão os de tratamento de água e esgoto. Ele também explicou que a PPP para implantação de fornecimento de energia fotovoltaica não está ligada à PPP da iluminação pública de Uberaba. Esta última está em fase final, sendo que a abertura de envelopes com as propostas devem ser abertos na semana que vem.

A pauta de energias renováveis ganhou força na cidade após o prefeito Paulo Piau (MDB) viajar à China, em junho deste ano, em busca de investidores para Uberaba. Entre outras empresas, ele visitou a Hanergy Thin Film Power, gigante da área de energias renováveis.
O secretário de Desenvolvimento Econômico, Turismo e Inovação, José Renato Gomes, ressalta a importância de projetos que possam gerar economia para a cidade, principalmente num momento em que os municípios estão passando por dificuldades financeiras.

Leia também:

Complexo Pirapora capta R$ 1,39 bi

Usina – A Innova Energy está à frente do projeto da primeira usina fotovoltaica de Uberaba, que terá investimento total de R$ 22 milhões. Diretor operacional e sócio-proprietário da empresa, Sanches Araújo Silva informa que o investimento inicial é de R$ 4,5 milhões. O montante será investido pela própria empresa, com participação de alguns investidores, inclusive estrangeiros. A empresa tem filial em Recife e representações em Belo Horizonte, Uberlândia e Salvador.

A planta iniciará as atividades com uma potência de 1 megawatt, cerca de 130 mil KWH/ mês, podendo atingir até 5 megawatt, cerca de 650 mil KWH/ mês, suficiente para abastecer 750 residências com consumo de até 800 KWH. Segundo Silva, o faturamento mensal da usina com 1 megawatt é de aproximadamente R$ 100 mil. A área para implantação da estrutura ainda está em estudo, estando em análise terrenos às margens da BR-050 e MG-190.

Silva informou que estudos preliminares apontam que, para o fornecimento de energia fotovoltaica para os serviços públicos, seriam necessárias três usinas com capacidade de de 5 megawatt.

Atualmente, a Innova Energy atua como distribuidora de duas grandes fabricantes chinesas de equipamentos de energia renovável – Hanergy e Chint. A Innova também atua na elaboração de projetos de energia fotovoltaica para residência, comércio e indústria.

Ao comentar você concorda com os Termos de Uso. Os comentários não representam a opinião do portal Diário do Comércio. A responsabilidade sob qualquer informação divulgada é do autor da mensagem.

COMPARTILHE

NEWSLETTER

Fique por dentro de tudo que acontece no cenário economico do Estado

CONTEÚDO RELACIONADO

OUTROS CONTEÚDOS

PRODUZIDO EM

MINAS GERAIS

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

Comunicar erro

Identificou algo e gostaria de compartilhar com a nossa equipe?
Utilize o formulário abaixo!