COTAÇÃO DE 07/12/2021

DÓLAR COMERCIAL

COMPRA: R$5,6180

VENDA: R$5,6180

DÓLAR TURISMO

COMPRA: R$5,6500

VENDA: R$5,7830

EURO

COMPRA: R$6,3427

VENDA: R$6,3451

OURO NY

U$1.784,35

OURO BM&F (g)

R$323,23 (g)

BOVESPA

+0,65

POUPANÇA

0,5154%

OFERECIMENTO

INFORMAÇÕES DO DOLAR

Finanças

Índice fica praticamente estável na 2ª prévia de maio com queda em preços do varejo

COMPARTILHE

Crédito: Marcelo Camargo/Agência Brasil

São Paulo – Os preços no varejo passaram a cair e o Índice Geral de Preços-Mercado (IGP-M) ficou praticamente estável na segunda prévia de maio, registrando variação positiva de 0,01% depois de ter subido 1,0% no mesmo período do mês anterior, informou a Fundação Getulio Vargas (FGV) ontem.

Os dados mostram que o Índice de Preços ao Produtor Amplo (IPA), que responde por 60% do índice geral e apura a variação dos preços no atacado, reduziu a alta a 0,18%, contra avanço de 1,36% na segunda prévia de abril.

PUBLICIDADE

Dentro do IPA, o grupo Bens Finais aprofundou a queda a 0,33% na segunda leitura de maio, ante variação negativa de 0,02% no mês anterior, depois que os preços dos alimentos in natura passaram de alta de 8,18% para perda de 0,90%.

Para o consumidor a pressão diminuiu em maio, já que o Índice de Preços ao Consumidor (IPC), que tem peso de 30% no índice geral, passou a cair 0,59% no período, contra alta de 0,28% no mês anterior.

Gasolina – A principal colaboração para esse resultado veio do grupo Transportes, que aprofundou o recuo de 1,04% para 2,74% em maio diante da retração de 8,93% nos preços da gasolina.

“A queda de braço entre os preços dos alimentos e dos combustíveis segue influenciando o resultado do IGP”, disse em nota André Braz, coordenador dos índices de Preços da FGV. “Os aumentos autorizados nas refinarias devem contribuir para a aceleração do IGP-M até o final do mês”, completou.

O Índice Nacional de Custo da Construção (INCC) avançou 0,21% na segunda prévia de maio, depois de alta de 0,22% em abril.

O IGP-M é utilizado como referência para a correção de valores de contratos, como os de aluguel de imóveis.

A segunda prévia do IGP-M calculou as variações de preços no período entre os dias 21 do mês anterior e 10 do mês de referência. (Reuters)

Ao comentar você concorda com os Termos de Uso. Os comentários não representam a opinião do portal Diário do Comércio. A responsabilidade sob qualquer informação divulgada é do autor da mensagem.

COMPARTILHE

NEWSLETTER

Fique por dentro de tudo que acontece no cenário economico do Estado

OUTROS CONTEÚDOS

PRODUZIDO EM

MINAS GERAIS

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

Comunicar erro

Identificou algo e gostaria de compartilhar com a nossa equipe?
Utilize o formulário abaixo!