COTAÇÃO DE 21-01-2022

DÓLAR COMERCIAL

COMPRA: R$5,4550

VENDA: R$5,4550

DÓLAR TURISMO

COMPRA: R$5,4870

VENDA: R$5,6130

EURO

COMPRA: R$6,1717

VENDA: R$6,1729

OURO NY

U$1.829,52

OURO BM&F (g)

R$320,53 (g)

BOVESPA

-0,15

POUPANÇA

0,6107%

OFERECIMENTO

INFORMAÇÕES DO DOLAR

Finanças

Retirada líquida da caderneta de poupança é recorde em novembro

COMPARTILHE

POR

" "
Depósitos na poupança somaram R$ 281,713 bilhões no mês passado, segundo o Banco Central | Crédito: DIVULGAÇÃO

Brasília – As retiradas da caderneta de poupança superaram os depósitos em R$ 12,377 bilhões, em novembro, informou ontem o Banco Central (BC). Essa foi a maior retirada líquida para o mês, na série histórica iniciada em 1995.

No mês passado, os depósitos chegaram a R$ 281,713 bilhões e os saques a R$ 294,09 bilhões. Em novembro de 2020, houve mais depósitos do que saques, com saldo positivo de R$ 1,479 bilhão.

PUBLICIDADE




No âmbito do Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo (SBPE), em novembro, os depósitos somaram R$ 244,302 bilhões e as retiradas atingiram R$ 253,557 bilhões. Isto representa um saldo negativo de R$ 9,254 bilhões. O saldo da poupança no SBPE alcançou R$ 780,651 bilhões.

Já a popança rural registrou uma retirada líquida de R$ 3,123 bilhões em novembro, de acordo com o Banco Central. No período, os depósitos totalizaram R$ 37,410 bilhões e as retiradas somaram R$ 40,533 bilhões. O saldo neste segmento da poupança atingiu R$ 237,950 bilhões.

De janeiro a novembro, foi registrada retirada líquida de R$ 43,157 bilhões. Em 2020, a poupança captou R$ 166,31 bilhões em recursos, o maior valor anual da série histórica, por influência dos depósitos do auxílio emergencial e o aumento do interesse pelo investimento, em meio à crise gerada pela pandemia de Covid-19.

No acumulado dos primeiros 11 meses do ano, os depósitos no SBPE totalizaram R$ 2,630 trilhões e as retiradas R$ 2,671 trilhões. O resultado ficou negativo em R$ 40,893 bilhões no período.




Já os depósitos no segmento rural atingiram R$ 452,942 bilhões entre janeiro e novembro, porém, as retiradas somaram R$ 455,205 bilhões nos primeiros 11 meses do ano. No período, o saldo ficou negativo em R$ 2,262 bilhões.

Rendimentos -Em novembro, o investimento rendeu 0,44%, segundo o BC. O rendimento ficou abaixo da prévia da inflação, medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo 15 (IPCA-15), que chegou a 1,17%, no mês passado.

De acordo com a legislação atual, a remuneração dos depósitos de poupança é composta pela Taxa Referencial, que está em zero, mais 70% da taxa básica de juros, a Selic, mensalizada. Essa regra vale enquanto a taxa Selic for igual ou inferior a 8,5%. Atualmente, a taxa está em 7,75% ao ano.

Com a Selic acima de 8,5% ao ano, a poupança rende a TR mais 0,5% ao mês. De acordo com a expectativa do mercado financeiro, a Selic deve subir para 9,25% ao ano, na reunião do Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central, responsável por definir a taxa, nesta semana.

Ao comentar você concorda com os Termos de Uso. Os comentários não representam a opinião do portal Diário do Comércio. A responsabilidade sob qualquer informação divulgada é do autor da mensagem.

COMPARTILHE

NEWSLETTER

Fique por dentro de tudo que acontece no cenário economico do Estado

CONTEÚDO RELACIONADO

OUTROS CONTEÚDOS

Comunicar erro

Identificou algo e gostaria de compartilhar com a nossa equipe?
Utilize o formulário abaixo!