COTAÇÃO DE 16/06/2022

DÓLAR COMERCIAL

COMPRA: R$5,0260

VENDA: R$5,0260

DÓLAR TURISMO

COMPRA: R$5,1200

VENDA: R$5,2470

EURO

COMPRA: R$5,3076

VENDA: R$5,3108

OURO NY

U$1.834,05

OURO BM&F (g)

R$299,43 (g)

BOVESPA

+0,73

POUPANÇA

0,6602%

OFERECIMENTO

Governo de Minas Gerais

Publicado em 10/12/2021 às 00h30

Informe publicitário

Governo de Minas atinge recorde de R$ 189 bilhões em investimentos e fortalece potencial de negócios do Estado

COMPARTILHE

Crédito: Divulgação/WEG
Crédito: Divulgação/WEG

Os resultados recordes alcançados em Minas Gerais com a atração de investimentos e de negócios projetam o Estado como um dos polos do desenvolvimento brasileiro.  Entre 2019 e 2021, mais de 280 protocolos de intenções foram assinados para a implantação e ampliação de empreendimentos equivalentes a R$ 189 bilhões em aportes. 

Divulgados na última terça-feira (7) pelo Governo de Minas, os valores demonstram como conhecer as potencialidades das diferentes regiões mineiras faz a diferença no momento de prospectar e incentivar empresas detentoras de grandes capitais a se estabelecerem no Estado. 

PUBLICIDADE




Os valores captados até aqui são superiores à meta empregada em 2019, quando o Estado pretendia alcançar aportes de R$ 150 bilhões até 2022. Com foco na gestão integrada, o Governo de Minas garantiu a superação da meta em 26% (R$ 189 bilhões), sendo que, somente em 2021, foram atraídos R$ 101 bilhões. 

O Governo de Minas Gerais acredita que o feito é proveniente da integração entre as pastas de desenvolvimento econômico, educação, meio ambiente e infraestrutura, além de uma visão mais voltada para a liberdade econômica

Para chegar nos resultados acima citados, o Governo de Minas priorizou a temática da atração de negócios e espelha essa visão pró-negócios para a agência de promoção de investimento e comércio exterior de Minas Gerais – Instituto de Desenvolvimento Integrado de Minas Gerais (Indi). 

O Estado apresenta às empresas que buscam condições ideais para seus negócios aquelas regiões que mais se adequam às necessidades de cada uma.

PUBLICIDADE




Como em uma via de mão dupla, os negócios que crescem no país ou que têm potencial para crescimento também são alvos de buscas ativas e contínuas da parte do Governo de Minas. Para sinalizar que a receptividade mineira está muito além da hospitalidade característica de seu povo, o Estado avança em políticas fiscais para simplificar os processos da abertura ou da ampliação de negócios.

Desburocratizar para atrair 

A integração entre órgãos mineiros tem sido fundamental para que os esforços do Governo sejam convertidos em mais empresas instaladas no Estado. A Secretaria de Estado de Fazenda de Minas Gerais (SEF/MG) adotou, nos últimos anos, uma série de medidas para que os empresários encontrem processos menos burocráticos no território mineiro

De forma prática, quando uma empresa deseja se instalar no país, ela faz rastreios nas unidades federativas de acordo com as necessidades e as facilidades no processo de abertura. Isso significa que as burocracias que encarecem a implantação e que demandam tempo do empresariado contribuem para o desinteresse das empresas em determinados locais. 

Para que a localização estratégica de Minas Gerais e a diversidade regional e climática seja cada vez mais atraente, a SEF/MG está estruturando o Estado de modo a garantir que as empresas tenham previsibilidade sobre os tributos que incidem nos investimentos. Conforme informou a pasta, são ações que trazem segurança jurídica e são preponderantes na decisão de investimentos. 

Para isso, o Estado está tornando os regulamentos mais claros e diretos, facilitando a leitura dos mesmos para os pequenos e grandes empresários e reduzindo o tempo de aprovação dos trâmites.

Ademais, para solucionar eventuais gargalos de infraestrutura que possam impedir a instalação ou expansão dos novos negócios, o Governo de Minas permite que as empresas utilizem até 60% do chamado ICMS “incremental” — aquele gerado nas operações da empresa a partir de novos negócios — em obras de infraestrutura viária, como asfalto, duplicação de trechos, pontes, trevos etc. Vale ressaltar que Minas Gerais é o primeiro Estado a conceder o benefício que é previsto em lei. 

Minas Gerais na vitrine do mundo 

Dos R$ 189 bilhões de recursos atraídos pelo Governo de Minas nos últimos três anos, mais de R$ 86 bilhões já foram investidos e, hoje, geram emprego para milhares de pessoas. Com números como esses, de 2019 a 2021, a atração de investimentos cresceu expressivos 800% desde 1968, impulsionando o Estado como um verdadeiro lugar de prosperidade.

Já para os cidadãos, a chegada ou a ampliação de empresas significa desenvolvimento local e postos de trabalho, enquanto que para o Estado e a indústria nacional e internacional os investimentos representam o fortalecimento de cadeias produtivas e da vocação das regiões que propiciam, cada vez mais, um ambiente de negócios

Conforme informou a agência de promoção de investimento e comércio exterior de Minas Gerais, a distribuição dos investimentos depende das características de cada região, sendo importante ressaltar a atração para o Triângulo Mineiro de empresas relacionadas ao agronegócio e para o Norte do Estado aquelas especializadas em energia solar fotovoltaica.

A diversificação dos investimentos no Sul de Minas Gerais é demonstrada pelo parque industrial, com foco na produção de alimentos e na instalação da indústria farmacêutica e de centros logísticos. 

Invest Minas

Com o objetivo de fomentar o trabalho realizado pelo Indi e celebrar os 53 anos de criação da primeira agência brasileira responsável por mediar os investimentos realizados em âmbito estadual, o Governo de Minas anunciou, também, a mudança do nome pelo qual o Instituto é conhecido. Essa alteração é estratégica para que em todo o mundo o Indi tenha um significado simples e direto sobre as próprias competências de atração de investimentos.

Dessa forma, a agência que desde sua criação passou por mudanças de nomenclatura, respeitando e mantendo a razão social prevista legalmente, passou a ser nomeada como “Invest Minas”.

Ao comentar você concorda com os Termos de Uso. Os comentários não representam a opinião do portal Diário do Comércio. A responsabilidade sob qualquer informação divulgada é do autor da mensagem.

COMPARTILHE

NEWSLETTER

Fique por dentro de tudo que acontece no cenário economico do Estado

OUTROS CONTEÚDOS

Comunicar erro

Identificou algo e gostaria de compartilhar com a nossa equipe?
Utilize o formulário abaixo!