COTAÇÃO DE 17/05/2021

DÓLAR COMERCIAL

COMPRA: R$5,2660

VENDA: R$5,2660

DÓLAR TURISMO

COMPRA: R$5,2500

VENDA: R$5,4230

EURO

COMPRA: R$6,4106

VENDA: R$6,4134

OURO NY

U$1.866,89

OURO BM&F (g)

R$316,43 (g)

BOVESPA

+0,87

POUPANÇA

0,2019%%

OFERECIMENTO

INFORMAÇÕES DO DOLAR

Inovação

Aplicativo educacional ultrapassa marca de um milhão de assinantes

COMPARTILHE

Crédito: Freepik

Com 14 milhões de desempregados no País, cada vez mais as pessoas buscam se reinventar para conseguir novas formas de remuneração. Ainda convivendo com a pandemia do Covid-19, a recomendação das autoridades é que as pessoas evitem sair de casa e, com isso, o famoso “ensino à distância” ganhou mais espaço.

No caso de cursos livres no Qualifica, a procura subiu 119% comparado ao ano de 2019. Desde 2016 no mercado, a edtech já alcançou a marca de 1.2 milhão de assinantes e hoje conta com 31 colaboradores, todos atuando home office. “Com o modelo B2B2C, estamos conseguindo levar educação de qualidade a preços extremamente acessíveis para a população”, comenta o CFO, Ricardo Drummond.

PUBLICIDADE

A empresa encerrou o ano de 2020 com mais de 150 canais de distribuição e cresceu 27% de 2019 para 2020, com aumento de equipe em 50%. A expectativa para 2021 é dobrar de tamanho e, para acelerar o crescimento e atender a demanda trazida pela pandemia, a empresa já está em negociação para a captação de novos investimentos.

“Nosso plano é atingir 10 milhões de pessoas com nossos programas de capacitação e desenvolvimento. Para isso, estamos lançando também em 2021 o Qualifica para Empresas e o Qualifica nas Escolas”, comenta o CEO da edtech, Rômulo Abdalla.

“O Qualifica surgiu com o objetivo de unir o que há de melhor em educação, através de cursos e instrutores renomados, com uma tecnologia que permite que as pessoas tenham acesso a um estudo de qualidade, no melhor horário, de acordo com a rotina de cada um, com acesso via celular – Android ou iOS, tablet ou computador”, diz o cofundador e COO, Gabriel Silva.

A plataforma possui mais de 2.500 aulas divididas em 100 cursos e, em parceria com instrutores renomados do mercado, tem realizado o lançamento de novos conteúdos semanalmente. “Até 2020, o conteúdo era produzido por nossos especialistas, mas em 2020 passamos por um processo de uberização ao fazer parcerias com instrutores renomados no mercado, todos aprovados pela curadoria”, explica o cofundador e CFO, Ricardo Drummond.

Como diferencial, a plataforma oferece aos usuários uma inovação robusta, feita através de Gamificação, além de Clube de Vantagens, Carteirinha Estudantil Digital, MBA em Liderança Para o Futuro e o lançamento de cursos semanais, criados por instrutores renomados, com temáticas atualizadas, voltadas para as necessidades do mercado de trabalho.

A Qualifica fez uma pesquisa com seu público em Janeiro de 2021 e constatou que 73% do seu público tem idade entre 18 a 39 e 13% entre 40 e 59 anos. 50% do público com formação de ensino superior e pós-graduação. Quase 80% dos respondentes dizem ter hábito de estudar on-line. Os cursos mais buscados são administração, saúde, TI, vendas, empreendedorismo e educação.

Tendência – “A pandemia reforçou a importância da tecnologia e da digitalização. Deixamos de ser um produto desejável nas empresas e passamos a ser um produto obrigatório para as empresas que querem prosperar no mercado pós-pandemia”, complementa Ricardo Drummond.

Ao comentar você concorda com os Termos de Uso. Os comentários não representam a opinião do portal Diário do Comércio. A responsabilidade sob qualquer informação divulgada é do autor da mensagem.

COMPARTILHE

NEWSLETTER

Fique por dentro de tudo que acontece no cenário economico do Estado

CONTEÚDO RELACIONADO

OUTROS CONTEÚDOS

PRODUZIDO EM

MINAS GERAIS

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

Comunicar erro

Identificou algo e gostaria de compartilhar com a nossa equipe?
Utilize o formulário abaixo!